conteúdos
links
tags
Cultura
Três recitais, a 17 de novembro, no Museu de Aveiro/Santa Joana
Minifestival de Piano nos Festivais de Outono
Minifestival de piano no âmbito dos Festivais de Outono 2018
O programa dos Festivais de Outono, promovidos pela Universidade de Aveiro (UA), inclui um Minifestival de Piano no dia 17 de novembro. Os pianistas Inês Filipe, António Oliveira e Ana Telles atuam em recitais, no Museu de Aveiro/Santa Joana, durante a tarde e noite desse sábado, com início, respetivamente, às 16h00, 18h30 e 21h30.

Dar a conhecer a música para piano de compositores portugueses dos séculos XX e XXI é o principal objetivo do recital de Inês Filipe, a partir das 16h00, onde a pianista pretende homenagear e divulgar obras modernas e contemporâneas junto de um público-alvo alargado.

Inês Filipe

Inês Filipe concluiu o curso supletivo de Piano no Conservatório de Música de Aveiro, em 2014, com 20 valores de classificação final de piano. Paralelamente aos estudos musicais, cursou Engenharia Civil na UA, terminando a licenciatura no ano 2014. Premiada em inúmeros concursos nacionais e internacionais de piano. Entre várias outras participações como solista, apresentou-se com a Orquestra Filarmonia das Beiras em 2018 interpretando o Concerto para piano de M. Ravel em Sol. Na área da música de câmara, pertence ao ArsisTrio, grupo formado em 2017 com o violetista Francisco Lourenço e clarinetista Ângelo Santos.

Atualmente, Inês Filipe frequenta uma pós-graduação em performance de piano clássico no Conservatori Superior Del Liceu Barcelona, na classe do pianista Josep Colom.

António Oliveira

António Oliveira inicia o seu recital pelas 18h30. Do programa, fazem parte peças de Liszt, Vianna da Motta, Janácek e Rachmaninoff. Em 2018, assinalam-se os 150 anos do nascimento do compositor português José Vianna da Motta.

António Oliveira obteve o bacharelato na classe de Sofia Lourenço na Escola Superior de Música e das Artes do Espetáculo do Porto. Ao abrigo do programa Sócrates/Erasmus, estudou na Hochschule der Kunst de Berlim na classe do Prof. Laszlo Simon. Prosseguiu a sua formação na The Hartt School, University of Hartford, Connecticut, EUA, onde obteve o diploma “Master of Music” na classe de Luiz de Moura Castro. Complementou os seus estudos com Helena Sá e Costa, Pedro Burmester, Mikail Pethukov, Carla Giudici e Emanuel Ax. Entre outras distinções, recebeu uma Menção Honrosa no Concurso Maria Campina e foi finalista do Concurso “Emerson String Quartet Competition”.

Oliveira mantém uma estreita colaboração com o clarinetista António Rosa, com quem gravou dois CD de Música Portuguesa do séc. XXI. Este duo, Projecto XXI, recebeu o prémio para melhor grupo de música de Câmara do Festival Musiquem Lleida 2007. É membro fundador do PORTriO com o clarinetista Filipe Pereira e o violetista Hugo Diogo, tendo editado o seu primeiro CD em outubro de 2013. Entre várias outras participações e concertos, também como solista, estreou e gravou com a soprano Ana Barros as obras “Cicuta” e “Sept Épigrammes de Platon” do compositor António Chagas Rosa. Em julho de 2016, lançou “Chopin & Liszt”, o seu primeiro registo a solo.

Ana Telles

Ana Telles, no seu recital, com início às 21h30, assinala outra efeméride: o 110º aniversário do nascimento do compositor francês Olivier Messiaen (1908-1992). O recital partirá de uma obra sua, “Le Courlis Cendré”, extraída do monumental “Catalogue d’Oiseaux” (1956-58). O programa incorpora igualmente obras de três compositores portugueses – Jaime Reis, Cândido Lima e João Madureira – cujos processos composicionais foram, de um modo ou outro, influenciadas pela linguagem e estética do autor francês.

Ana Telles estudou em Lisboa, Nova Iorque e Paris, tendo obtido o grau de Bachelor of Arts (Piano Performance) na Manhattan School of Music e o de Master of Musical Arts (Piano Performance) na New York University. Estudou com Yvonne Loriod-Messiaen, Sara Buechner, Nina Svetlanova, Dmitry Paperno, Sequeira Costa e Alicia de Larrocha (Piano), Isidore Cohen e Sylvia Rosenberg (Música de Câmara), entre outros. Obteve o diploma de estudos aprofundados em História da Música e Musicologia e doutorou-se na Universidade de Paris IV - Sorbonne (França), em cotutela com a Universidade de Évora. A tese de doutoramento foi subordinada ao tema “Luís de Freitas Branco (1890-1955): parcours biographique et esthétique à travers l’œuvre pour piano”, sob a orientação de Danièle Pistone e Rui Nery, tendo obtido a classificação máxima. A pianista mantém intensa atividade concertística, nomeadamente nos domínios da música dos séculos XX e XXI.

Ana Telles é professora e diretora da Escola de Artes da Universidade de Évora. Desenvolve investigação científica nos seguintes domínios: Música dos séculos XX e XXI, Música Portuguesa – Períodos Moderno/Contemporâneo, Música para Piano.

 

Minifestival de Piano no Festivais de Outono 2018

17 de novembro, 16h00, 18h30 e 21h30 Museu de Aveiro/Santa Joana

Inês Filipe, 16h00

F. Lopes-Graça (1906-1994) Prelúdio III Prelúdio V Primeira Sonatina Recuperada

Álvaro Salazar (1938) Siete apuntes para un meccano

Filipe Pires (1934-2015) Figurações II

Gerson de Sousa Batista (1988) A dança no tempo (estreia absoluta) 

 

António Oliveira, 18h30

F. Liszt (1811-1886) Sposalizio

José Vianna da Motta (1868-1948) Nos 150 anos do seu nascimento Balada op.16

L. Janácek (1854-1928) Sonata 1-X-1905 I. Pressentimento II. Morte

S. Rachmaninoff (1873-1943) Sonata para piano nº2, op.36 1. Allegro agitado 2. Non allegro 3. Allegro molto

 

Ana Telles, 21h30

Olivier Messiaen, Le Courlis Cendré, de Catalogue d'Oiseaux

Jaime Reis, Lysozyme Synthesis

Cândido Lima, Ethnon - Canto do Paraíso

João Madureira, Estudos Literários - Retratos (seleção)

 

Mais informação sobre os Festivais de Outono 2018 em http://www.ua.pt/festivaisdeoutono/2018/

imprimir
tags
evento relacionado
 
outras notícias