conteúdos
links
tags
Bolsas
Projeto com ref.ª CMU/TMP/0032/2017
Bolsa de Investigação para mestres (M/F) em Engenharia do Ambiente, Engenharia Química, Engenharia de Materiais, Engenharia Mecânica, Engenharia Física ou Sistemas Energéticos Sustentáveis
Encontra-se aberto concurso, de 20 a 31 de agosto, para a atribuição de uma Bolsa de Investigação para Mestre no âmbito do projeto “Análise das Políticas e da tecnologia de gasificação de resíduos/biomassa para a produção de energia em Portugal”, com a referência CMU/TMP/0032/2017, financiado pela FCT/MCTES através de fundos nacionais, no âmbito do Programa Carnegie Mellon Portugal.

Bolsa de Investigação - Mestre (M/F) - 1 vaga

Ref.ª BI/CMU/2018

Área Científica: Ciências e Engenharia do Ambiente ou áreas afins.

Requisitos de admissão: (requisitos cumulativos e sob risco de exclusão)

Mestrado em Engenharia do Ambiente, Engenharia Química, Engenharia de Materiais, Engenharia Mecânica, Engenharia Física ou Sistemas Energéticos Sustentáveis concluído há menos de 5 anos inclusive, com classificação igual ou superior a 14 valores. 

Requisitos preferenciais:

  • Competências e experiência no desenvolvimento de trabalho de investigação relacionado com processos de conversão termoquímica de combustíveis;

  • Competências no desenvolvimento e aplicação de metodologias e instrumentação dedicadas ao controlo e operação, incluindo amostragem e caracterização de gases e sólidos, em processos termoquímicos;

  • Dissertação de mestrado em temas relevantes para as atividades indicadas;

  • Reunir requisitos académicos para desenvolver trabalho de doutoramento neste domínio;

  • Domínio escrito da língua portuguesa e inglesa. 

Plano de trabalhos: O plano de trabalhos consiste no desenvolvimento de tarefas relacionadas com:

  • Atividades de investigação (teórica e experimental) no domínio da gasificação de resíduos sólidos, biomassa e suas misturas;

  • Atividades de caracterização físico-química de biomassa e resíduos sólidos;

  • Operação e manutenção de infraestrutura experimental com sistema reativo de leito fluidizado à escala laboratorial e à escala piloto para estudo do processo de gasificação de biomassa e resíduos sólidos e suas misturas, incluindo os sistemas de alimentação de combustível, controlo e monitorização da operação e amostragem e caracterização do gás produto, carbonizado e cinza;

  • Processamento e análise de informação experimental e avaliação de condições de operação otimizadas para produção de gás por processo de gasificação de biomassa e resíduos sólidos e suas misturas;

  • Participação na elaboração de relatórios de progresso e de artigos científicos sobre os processos e tecnologias desenvolvidos. 

Legislação e regulamentação aplicável: Lei Nº. 40/2004, de 18 de Agosto, alterada pelo Decreto-Lei n.º 202/2012, de 27 de agosto, e alterado pelo Decreto-Lei nº 233/2012, de 29 de outubro e pela Lei nº 12/2013, de 29 de janeiro e pelo Decreto-Lei nº 89/2013, de 09 de julho (Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica), bem como o Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia I.P. (FCT) em vigor. (https://www.fct.pt/apoios/bolsas/docs/RegulamentoBolsasFCT2018.pdf).

Local de trabalho: O trabalho será desenvolvido no Departamento de Ambiente e Ordenamento da Universidade de Aveiro, sob a orientação científica do Professor Doutor Luís Tarelho. 

Duração da bolsa: A bolsa terá à duração de 6 meses, com início previsto em setembro de 2018, eventualmente renovável até ao limite do prazo de execução do projeto. 

Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a €980, acrescido de seguro social voluntário, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas directamente pela FCT, I.P. no País (http://alfa.fct.mctes.pt/apoios/bolsas/valores). A periodicidade de pagamento da bolsa é mensal e através de depósito bancário, cheque ou outra modalidade equivalente.

Métodos de seleção: Avaliação curricular, com valoração de 100%, e que será realizada de acordo com os seguintes critérios: Currículo académico em área adequada, em conformidade com os requisitos de admissão (40%); Currículo técnico-científico e experiência comprovada nas temáticas indicadas como condições preferenciais (40%); e Currículo técnico-científico e experiência comprovada em outras áreas relevantes para o desenvolvimento do programa de trabalhos (20%).

O júri poderá convocar os candidatos para uma entrevista, sendo, neste caso, atribuída a valoração de 60% à avaliação curricular e de 40% à entrevista.

O júri reserva-se o direito de não atribuir a bolsa no caso de não se apresentarem a concurso candidatos com perfil adequado. 

Composição do Júri de Seleção: O júri responsável pela avaliação das candidaturas será constituído pelos Prof. Doutores: Luís Tarelho, na qualidade de presidente do júri, Manuel Arlindo Matos e Isabel Nunes, como vogais. 

Forma de publicitação/notificação dos resultados: Os resultados finais da avaliação serão divulgados, através de lista ordenada por pontuação final e através de notificação dos candidatos por correio eletrónico.

  

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas

O concurso encontra-se aberto, para apresentação de candidaturas, de 20 a 31 de agosto de 2018

As candidaturas, dirigidas ao Presidente do júri, devem ser formalizadas, obrigatoriamente, por correio eletrónico, para o endereço dao-bolsaseconcursos@ua.pt, com Cc para ltarelho@ua.pt, indicando a referência BI/CMU/2018 no assunto, acompanhadas dos seguintes documentos:

- Carta/e-mail de apresentação e motivação do candidato;

- Formulário candidatura a bolsas de investigação, disponível no link http://www.ua.pt/sgrhf/PageText.aspx?id=15032;

- Curriculum Vitae atualizado;

- Cópia simples do(s) Certificado(s) de Habilitações Académicas, com a média final e classificação obtidas nas unidades curriculares.

imprimir
tags
outras notícias