conteúdos
links
tags
Distinções
Programa de parceria entre a ESSUA e a Santa Casa da Misericórdia de Aveiro está de parabéns
Menção honrosa para trabalho que promove a discussão e reflexão sobre os cuidados de saúde prestados a pessoas idosas
O trabalho “Prevalência de feridas nos utentes de uma Estrutura Residencial para Pessoas Idosas da região de Aveiro”, desenvolvido no âmbito de uma parceria entre a Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro (ESSUA) e a Santa Casa da Misericórdia de Aveiro, recebeu uma Menção Honrosa no Simpósio APTFeridas 2017, que decorreu nos dias 9 e 10 de Novembro de 2017, na EXPONOR, em Matosinhos

O Simpósio, subordinado ao tema (Sobre)Viver com Ferida, contou com a participação de cerca de 1500 profissionais de saúde de diferentes áreas e proporcionou momentos de partilha, formação e discussão sobre as práticas de saúde às pessoas com (risco de) ferida(s) de diferentes etiologias.

Nesta edição, a Comissão Científica do evento decidiu atribuir uma Menção Honrosa ao trabalho “Prevalência de feridas nos utentes de uma Estrutura Residencial para Pessoas Idosas da região de Aveiro” apresentado por Óscar Norelho, aluno do primeiro curso de Licenciatura em Enfermagem da Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro e atual Enfermeiro Diretor da Santa Casa da Misericórdia de Aveiro.

Este trabalho resultou de uma parceria entre a Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro e a Santa Casa da Misericórdia de Aveiro e contou com a participação de Pedro Sardo e Elsa Melo (Docentes e Investigadores da ESSUA).

Segundo Óscar Norelho, “Servimos uma população bastante idosa e dependente (...) e este trabalho para além de nos permitir criar um conjunto de indicadores (...) refletir sobre as nossas práticas (...) e identificar aspetos onde podemos melhorar (...) promove a discussão e reflexão sobre os cuidados de saúde prestados a pessoas idosas integradas em estruturas residenciais do nosso País.”

Na opinião de Pedro Sardo “Este projeto visa dar continuidade ao seu trabalho de doutoramento em Ciências de Enfermagem que focou a problemática do (risco de) úlceras de pressão nas pessoas hospitalizadas (...) e permite adquirir mais conhecimentos sobre as características das pessoas idosas institucionalizadas numa estrutura residencial.”

 “Uma das missões da ESSUA é a cooperação com a sociedade, contribuindo para a melhoria contínua da prestação de cuidados de saúde e de apoio social na comunidade (...) as necessidades identificadas neste estudo são motivo de preocupação, enquanto enfermeiros, docentes e investigadores (...) e esta parceria pode contribuir para melhorar as práticas de cuidados e produzir indicadores que são sensíveis aos cuidados de enfermagem” diz-nos Elsa Melo, co-autora do estudo e sub-diretora da ESSUA.

imprimir
tags