conteúdos
links
tags
Distinções
Projeto coordenado por Luís Souto, do Departamento de Biologia da UA
Comissão Europeia seleciona Euro4Science 2.0 para o evento “Science is Wonder-ful!”
Euro4Science 2.0 foi escolhido para o evento ¿Science is Wonder-ful!¿¿
O Euro4Science 2.0, projeto europeu coordenado pela Universidade de Aveiro (UA), foi um dos projetos selecionados para ser apresentado no evento europeu "Science is Wonder-ful!", organizado pela Comissão Europeia em Bruxelas. Livre e aberto ao público, este evento, no final do mês de setembro, visa estimular o interesse e a curiosidade pela ciência e investigação através de um conjunto de atividades de "educação de carácter lúdico”, desafiando as competências de comunicação dos investigadores presentes no evento e promovendo o encontro entre a comunidade cientifica e o público.

Esta edição de 2017 do evento “Science is Wonder-ful!”, apresentará em Bruxelas, algumas novidades em relação à edição anterior. O evento principal, com a participação do estudante de Biologia da UA Daniel Resende, será dividido em duas atividades principais. a) “Quebra barreiras Lab.” - Ações Marie Sklodowska-Curie, a 25 de setembro, na Casa da História Europeia; b) Noite Europeia de Investigadores no “Parlamentarium”, nos dias 26 e 27 de setembro, com uma série de atividades que servem de abertura da Noite Europeia de Pesquisadores 2017, a realizar em toda a Europa no dia 29 de setembro.

Coordenado por Luís Souto docente do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro, o projeto Euro4Science foi o primeiro classificado entre o grupo das primeiras candidaturas aprovadas ao abrigo do novo programa comunitário de apoio, o Horizonte 2020 (H2020), Erasmus +, Ação 2, “Cooperação para a Inovação, Educação Escolar” e teve a duração de dois anos (2014 -2016)

Parceria alargada e atenção aos refugiados

O Euro4science 2.0 é um spin-off do projeto Euro4science. Os países parceiros do Euro4science 2.0 são a Bulgária a Polónia, o Reino Unido, a Grécia e a Turquia. Ao contrário dos três primeiros países referidos, os dois últimos não faziam parte do Euro4science e a sua entrada pretende uma atenção especial ao grave problema dos refugiados. Em Portugal os parceiros são ainda a Escola Secundária José Estevão e as empresas Inova+ e Play Solutions audiovisuais.

Estes projetos visam combater o abandono escolar no ensino secundário com recurso a atividades de ciências forenses, comuns em séries televisivas como “CSI”. No primeiro projeto desenvolveu-se a “Caixa de Ferramentas de Ciências Forenses para a Educação”.

No projeto Euro4science 2.0, com duração de três anos e a funcionar desde setembro de 2016, desenvolve-se e melhora-se a “Caixa de Ferramentas de Ciências Forenses para a Educação” (Mala Forense) por forma a incluir materiais e atividades, para professores e estudantes, relacionadas com o meio ambiente, a saúde e cidadania. Pretende-se ainda reunir uma biblioteca de vídeos com demonstrações ao vivo sobre como resolver as atividades propostas e formar centenas de professores em Portugal e nos países parceiros, para que estes possam não só utilizar a Mala Forense, mas também formar novos professores. Para além disso, pretende-se criar uma Rede Europeia de Ciências Forenses para a Educação com “hotspots” preparados para treinar professores no uso da Mala Forense, vários Festivais de Ciência Forense, em diversos países, e uma Conferência Internacional de Educação Forense no final do projeto.

Vídeo Euro4Science 2.0: https://www.youtube.com/watch?time_continue=29&v=jff4z3TYVjU

imprimir
veja também