conteúdos
links
tags
Cultura
Segundo concerto dos Festivais de Outono 2016, 27 de outubro, às 21h30, no Museu de Aveiro
Quarteto Douro propõe visão interpretativa atual da formação a quatro “vozes” de cordas
Quarteto Douro apresenta-se em concerto a 27 de outubro
Os Festivais de Outono, iniciativa da Universidade de Aveiro (UA), decorrem, na edição de 2016, sob o signo das pontes entre a tradição e a contemporaneidade, embora na continuidade da linha de programação de edições recentes. Na abertura da edição deste ano esteve a Orquestra Filarmonia das Beiras acompanhada pelo barítono Luís Rodrigues, sob direção do maestro convidado Alexandre Delgado. A 27 de outubro, é a vez do Quarteto Douro propor a sua visão do repertório para quarteto de cordas onde figuram várias obras notáveis. Trata-se de uma visão interpretativa atual, prestando particular atenção à autenticidade estilística, propõe o quarteto.

Entre os vários géneros musicais abordados, explica-se na apresentação do Quarteto “Douro”, o quarteto de cordas ocupa um lugar privilegiado. A sua homogeneidade, assegurada pelos quatro instrumentistas, pertencentes à mesma família (das cordas friccionadas), bem como o extenso leque de capacidades técnicas e expressivas, ofereceu um fértil campo de ação aos compositores de várias épocas. Surgido nos meados do século XVIII, o quarteto de cordas conquistou rapidamente o lugar de eleição entre os meios disponíveis para exprimir pensamentos musicais. Compositores como Haydn, Mozart, Beethoven, Schubert, Bartók – e muitos outros – criaram, ao longo da vida, as mais significativas obras-primas precisamente escritas para esta formação musical.

Constituído por Radu Ungureanu e Gaspar Santos, nos violinos, Teresa Correia, na violeta, e Filipe Quaresma, no violoncelo, o quarteto de cordas “Douro” foi agrupamento residente no Museu do Douro, Régua (2009-2010), numa série de 15 concertos e apresentou-se na Capital Europeia da Cultura 2012, em Guimarães. Participou ainda nos festivais Músicas do Mundo, de Gaia, 2014, e de Música "Primavera", Viseu, 2015.

O programa dos Festivais de Outono 2016, prolongar-se-á até 30 de novembro, com, pelo menos, um concerto por semana.

Os concertos têm entrada gratuita, exceto os programados para os dias 3 e 30 de novembro: http://www.ua.pt/festivaisdeoutono/2016/page/21664 .

Mais informações: http://www.ua.pt/festivaisdeoutono/2016

 

Concerto de 27 de outubro, 21h30, no Museu de Aveiro, com Quarteto Douro

- programa

1ª parte

ISABEL SOVERAL - Anamorphoses V,  para quarteto de cordas                                                             

VIRGÍLIO MELO  - “Ein einst gebetetes Ding” in memoriam António Oliveira e Silva

2º parte                                                

L. van BEETHOVEN  - Quarteto nº 14, em dó # menor, op. 131                 

           Nº 1 - Adágio ma non troppo e molto expressivo

           Nº 2 - Allegro molto vivace

           Nº 3 - Allegro moderato

           Nº 4 - Andante ma non troppo e molto cantabile (...)

           Nº 5 - Presto

           Nº 6 - Adagio quasi um poco andante

           Nº 7 - Allegro

imprimir
tags
evento relacionado
 
outras notícias