conteúdos
links
tags
Campus
Ilustradora premiada na edição passada elogia formação no LIC
Il·lustraciencia: parceria com Laboratório de Ilustração Científica da UA atribuiu prémios 2016
Meritxell Campos, premiada no Il·lustraciencia, elogia formação no LIC
A 4º edição do Prémio Internacional de Ilustração Científica, organizada pela Asociación Catalana de Comunicación Científica (ACCC), em parceria com o Laboratório de Ilustração Científica (LIC) do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro (UA), reuniu 550 ilustrações a concurso, submetidas por ilustradores de 30 países (Espanha, Colombia, México, Brasil e Europa), entre profissionais, estudantes e amadores.

De entre as 40 ilustrações que foram selecionadas pelo Júri Internacional, do qual faz parte Fernando Correia, diretor do LIC, e que passarão a constituir a Exposição Itinerante "Il·lustraciencia 2016" foram selecionados os vencedores nas diferentes categorias: Profissional (Jaime de la Torre, Espanha), do Público (Marcela Castillo, Chile) e Formação.

Nesta última categoria, como já é tradição desde a 2º edição, o LIC-DBio atribuiu três prémios e os contemplados deste ano foram o espanhol Roc Olivé Pous (a obra “Aptenodytes patagonicus” garantiu-lhe o acesso e frequência de uma das 10 unidades de formação que compõem o Curso de Formação em Ilustração Científica, no próximo ano letivo), a eslava Sanja Zamuda (“Plankton: small organisms of big importance” garantindo assim a frequência de um Estágio de Capacitação com duração de duas semanas e que irá decorrer no LIC, sob coordenação de Fernando Correia) e ainda o brasileiro Gustavo Surlo (a ilustração ‘Couroupita guianensi’ garantiu-lhe a frequência de um Estágio de Capacitação de uma semana, também no LIC).

“Este nosso contributo para esta iniciativa internacional tem demonstrado ser uma estratégia que começa a dar os seus frutos, para ambos os lados e numa perfeita e concertada ação mutualista”, comenta Fernando Correia. “Se, por um lado, esta iniciativa ganha crescente visibilidade e credibilidade ao se associar a instituições universitárias, por um outro lado, o LIC, o Departamento de Biologia e a Universidade de Aveiro vêm o seu nome e trabalho divulgados a nível internacional”. E conclui, “A divulgação internacional corresponde, potencialmente, a universos de alunos que importa captar, formar, consolidando assim esta Escola  de forma sustentada. E isso começa a sentir-se nas crescentes consultas internacionais que sao feitas antes de começar cada novo ano letivo”.

Premiada no Il·lustraciencia elogia formação no LIC

A título de exemplo, Meritxell Campos Canudas (España), uma das vencedoras do ano passado com a ilustração de um Sebastes norvegicus (criado para ilustrar um livro de culinária de uma editora norueguesa) e cuja estadia nas instalações do LIC ocorreu em abril passado, dá o seu testemunho. “Mi valoración en relación a mi estancia en Aveiro, cursando el módulo de Ilustración Zoológica, a cargo del profesor Marcos da Silva, es del todo excelente. En lo que se refiere al profesor, Marcos da Silva: gran persona y excelente profesor; muy preciso en sus explicaciones científicas y artísticas. Muy atento con las necesidades de los alumnos y haciendo el seguimiento de todos en su trabajo.  A nivel personal, me ha permitido profundizar y ampliar mi conocimiento de materiales y técnica a la acuarela.”

A premiada no Il·lustraciencia adianta ainda: “En relación al coordinador del Curso de Ilustración científica, Fernando Correia, también mi mejor consideración. Una persona muy próxima y atenta, demostrando interés en el trabajo de sus alumnos, para que éste mejore plásticamente y sea riguroso a nivel científico. En conclusión, una experiencia muy enriquecedora a nivel personal y profesional y por todo ello les estoy muy agradecida.”

imprimir
tags
outras notícias