conteúdos
links
tags
Campus
Projeto de Cooperação com o Governo de Cabo Verde
Fábrica Ciência Viva instala Centro de Ciência em Cabo Verde
Inauguração do Centro de Ciência em Cabo Verde instalado pela Fábrica
No âmbito do Programa de Cooperação entre a Universidade de Aveiro e Cabo Verde e da parceria estabelecida com o Ministério do Ensino Superior, Ciência e Inovação (MESCI) daquele país africano, na área da promoção da cultura científica e tecnológica, a Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro produziu o novo Centro Interativo de Ciência de Cabo Verde: a Casa da Ciência do Mindelo.

No final de Fevereiro, a Universidade de Aveiro realizou mais uma Missão a Cabo Verde no âmbito do Projeto de Cooperação “Casa da Ciência”. A comitiva da UA envolveu o Sr. Vice Reitor José Alberto Rafael, a Presidente da Fábrica Ciência Viva, Ivonne Delgadillo e o Diretor da Fábrica, Pedro Pombo. Esta comitiva também envolveu a equipa técnico-científica da Fábrica com os cinco elementos: Jorge Costa, Miguel Cardoso, João Silva, José Manuel Lopes e Ana Rodrigues.

No âmbito do programa de trabalhos a reitoria da UA e a direção da Fábrica estiveram presentes na sessão de abertura da Casa da Ciência do Mindelo e participaram em três reuniões de discussão e planeamento futuro do Programa de Cooperação. Uma primeira reunião, dedicada ao Plano Estratégico de Cooperação entre Portugal e Cabo Verde - área da Divulgação de Ciência, ocorreu com o Ministro Correia e Silva do Ministério do Ensino Superior, Ciência e Inovação do Governo de Cabo Verde. Outra reunião foi dedicada à planificação e gestão do projeto Casa da Ciência do Mindelo e ocorreu com Judite Nascimento, Reitora da Universidade de Cabo Verde, e com Glória Ribeiro, Secretária Geral na Comissão Nacional para a UNESCO em Cabo Verde. Uma terceira reunião foi dedicada à Casa da Ciência da Praia e ocorreu com António Pina, Vice Reitor da UniCV.

A Casa da Ciência do Mindelo, que abriu portas no passado dia 26 de Fevereiro, possui uma área total de 550m2, dos quais 250m2 são em ambiente "indoor" e 300m2 em ambiente "outdoor". Os conteúdos científicos são apresentados em cinco espaços distintos: o espaço experimenta, o laboratório de ciência, a sala de projeção, o laboratório 3D e a sala da exposição temporária.

O espaço experimenta, em contexto "outdoor", é baseado num conjunto de seis módulos interativos relacionados com fenómenos científicos ligados ao mar e às tecnologias da navegação. O laboratório de ciência, baseado em estratégias "hands-on", é dedicado aos temas da física, química, biologia e geologia. Neste laboratório a atividade é centrada no visitante, existindo o apoio de um monitor para a realização de atividades. O laboratório possui projeção digital, 24 Kits de atividades laboratoriais e 10 equipamentos científicos. A sala de projeção possui uma bancada frontal, um sistema audiovisual e uma plateia para 30 pessoas. Nesta sala podem ser visualizados diversos videos de conteúdo científico e também um conjunto de episódios de um magazine de ciência dedicado ao público escolar. No final das sessões é possível realizar um workshop para construção de um dispositivo ou brinquedo científico. O laboratório 3D, baseado numa estratégia "Maker", possui duas impressoras 3D e um computador com software para construção de modelos digitais. Este laboratório permite o fabrico de componentes, estruturas e peças, utilizando impressão a 3D. Dedicado ao público jovem e adulto, envolve pequenos grupos de trabalho para desenvolver projetos ou construir protótipos. O modelo a dinamizar pretende promover a criatividade, possibilitar a interdisciplinaridade e criar um espaço com tecnologia ao dispor dos alunos universitários e dos artista, criadores ou empresários da região. A sala da exposição temporária é um espaço central no Centro de Ciência e está dedicada à exposição "Física no dia a dia”, a qual é baseada num livro do Rómulo de Carvalho, que retrata os fenómenos da física que ocorrem nas nossas casas. Esta exposição foi produzida e oferecida pelo Ministério do Ensino Superior e da Ciência do Governo Português, através do programa "O Mundo na Escola”. Para além dos cinco espaços de ciência a Casa da Ciência conta ainda com uma zona de WCs e dois espaços de apoio às visitas: a receção com loja e bilheteira e a sala de apoio ao laboratório de ciência.

O Projeto Casa da Ciência do Mindelo, para além do desenvolvimento, produção e instalação do Centro, conta ainda com uma componente educativa que envolve a formação dos recursos humanos e a orientação e acompanhamento na gestão do projeto.

A cooperação com o Governo de Cabo Verde iniciou em 2011, quando o Ministro do MESCI, António Correia e Silva, criou o plano estratégico para aproximar a ciência da sociedade. Com este objetivo, o MESCI estabeleceu uma parceria com a Universidade de Aveiro e com a Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro, para criar o conceito de "Casa da Ciência" como a entidade de divulgação científica no País. Em 2012 a Fábrica produziu a primeira Casa da Ciência de Cabo Verde, a qual está instalada na cidade da Praia.

imprimir
tags
outras notícias