conteúdos
links
tags
Cultura
Festivais de Outono 2015 prosseguem a 4 e 6 de novembro
Recital de piano com João Bettencourt da Câmara e Brahms pela Filarmonia das Beiras
João Bettencourt da Câmara toca Debussy e Liszt nos FO2015
“Il est monstrueusement doué” (“Ele é monstruosamente dotado”), disse o recentemente falecido pianista francês de origem italiana, Aldo Ciccolini, quando ouviu, pela primeira vez, João Bettencourt da Câmara. O jovem pianista regressa aos Festivais de Outono, promovidos pela Universidade de Aveiro (UA), para um recital a 4 de novembro, no Museu de Aveiro. Dois dias depois, a 6 de novembro, em mais um concerto do Ciclo Caixa Brahms 2014/2016 e integrado nos Festivais de Outono 2015, a Orquestra Filarmonia das Beiras interpreta, sob direção de Ernst Schelle, duas obras deste compositor alemão considerado uma das mais importantes figuras do romantismo musical europeu do século XIX.

João Bettencourt da Câmara nasceu em Lisboa, em 1988. Aos três anos começou o estudo do piano com seu pai, tendo em 2006 concluído, com a classificação máxima, o Curso de Piano no Conservatório Nacional. Em Portugal estudou ainda com V. Viardo, H. Sá e Costa, T. Achot, Sequeira Costa, A. Pizarro, P. Burmester, D. Bashkirov, G. Eguiazarova e A. Ciccolini, que disse quando pela primeira vez o escutou: “Il est monstrueusement doué”.

João Bettencourt da Câmara interpreta Debussy e Liszt, neste recital dos Festivais de Outono 2015, a 4 de novembro, no Museu de Aveiro, num concerto que substitui o de Alfonso Benetti, também pianista, previsto numa versão inicial do programa.

Programa

4 de novembro, quarta-feira, 21h30, Museu de Aveiro

Claude Debussy,

Images 2ème Série

1. Cloches à travers les feuilles
2. Et la lune descend sur le temple qui fût
3. Poissons d'or

Franz Liszt

Sonata em si menor, S.178

1. Lento assai - Allegro energico - Grandioso
2. Andante sostenuto
3. Allegro enérgico

Entrada gratuita.

Ciclo Caixa Brahms nos Festivais de Outono

A 6 de novembro, a Orquestra Filarmonia das Beiras (OFB) apresenta o terceiro programa do Ciclo Caixa Brahms - 2014/2016 - Integral das Sinfonias e dos Concertos que conta com o apoio da Caixa Geral de Depósitos. Neste concerto, integrado nos Festivais de Outono 2015, a OFB interpretará, sob a direção do maestro Ernst Schelle, o “Concerto para Violino e Orquestra e a Sinfonia nº1” do compositor romântico Johannes Brahms.

O violinista André Fonseca, concertino da OFB, participa como solista neste concerto. André Fonseca é professor de Violino no Conservatório de Música de Aveiro e na UA, onde também é professor da classe de Orquestra de Cordas. O concertino é o imediato hierárquico do maestro titular, no plano artístico.

No Ciclo Caixa Brahms - 2014/2016 - Integral das Sinfonias e dos Concertos, que decorrerá entre o outono de 2014 e a primavera de 2016, interpretar-se-á, em quatro programas diferentes, a integral das quatro Sinfonias e dos quatro Concertos deste compositor alemão.

Programa

6 de novembro, sexta-feira, 21h30, Auditório da Reitoria da Universidade de Aveiro

Johannes Brahms (1833-1897)

André Fonseca, violino 
Ernst Schelle, maestro convidado principal 

Concerto para Violino e Orquestra em Ré Maior, Op. 77 
I.Allegro non troppo 
II.Adagio 
III.Allegro giocoso, ma non troppo vivace 

Sinfonia nº1 em Dó Menor, Op. 68
I.Un poco sostenuto – Allegro – meno Allegro 
II.Andante sostenuto 
IV.Adagio – Più Andante – Allegro non troppo, ma con brio – Più Allegro

Bilheteira:
Geral 8.00€
Comunidade UA 5,00€
Menores 12 anos 3,00€

Bilhetes à venda na Livraria da UA e no local do concerto a partir das 20h00.

imprimir
tags
evento relacionado
 
outras notícias