conteúdos
links
tags
Campus
Novas Tecnologias da Comunicação, Design e Música
Cursos do DeCA têm empregabilidade superior a 90 por cento
Cursos do DeCA registam elevada empregabilidade
A década de 90 viu nascer, na Universidade de Aveiro (UA), as licenciaturas de Novas Tecnologias da Comunicação e Design que, em conjunto com a licenciatura em Música, criada em 1989, constituem a oferta formativa de primeiro ciclo do Departamento de Comunicação e Arte (DeCA). Passados 25 anos, estas licenciaturas apresentam todas um índice de empregabilidade superior a 90 por cento.

Desde o ano de 2002 que a taxa de desemprego da população portuguesa tem registado um aumento, situando-se de acordo com o INE, no final do ano de 2014, nos 13,9 por cento.

Tendo por base os dados estatísticos apresentados no site www.infocursos.mec.pt verifica-se entre os licenciados nos cursos ministrados na UA e no DeCA uma elevada empregabilidade.  Qualquer uma das três licenciaturas ministradas pelo DeCA/UA registam um índice de empregabilidade superior a 90 por cento, sendo mesmo no caso de Música superior a 95 por cento.

A licenciatura em Música, criada na UA no ano de 1989, é uma das ofertas formativas, na área de Música, com maior procura a nível nacional. Uma vez concluída a formação de primeiro ciclo verifica-se a continuidade dos alunos para os cursos de pós-graduação oferecidos pela UA, nesta mesma área, que já conta também com uma grande procura internacional.

A licenciatura em Novas Tecnologias da Comunicação, pioneira desde 1993, na formação superior pública na área do multimédia, atinge uma taxa de empregabilidade de 92,3 por cento sendo a que apresenta, em termos de oferta de ensino superior público na área dos audiovisuais e produção dos media, o mais baixo nível de desemprego.

A licenciatura em Design, considerada uma das 50 melhores no panorama europeu pela revista Domus, regista uma empregabilidade superior a 90 por cento. Para este resultado positivo muito tem contribuído a relação de proximidade desenvolvida com diversos agentes do tecido empresarial local, regional e nacional.

A construção da extensão do atual departamento irá proporcionar novas infraestruturas e equipamentos, que continuarão a apoiar e a valorizar o ensino, a investigação e os estudantes, que escolham a UA e o DeCA como o seu espaço de formação de nível superior.

imprimir
tags
outras notícias