conteúdos
links
tags
Opinião
Roteiros verão 2014
Geopark Arouca e Dark Sky Alqueva: qualidade reconhecida pela UNESCO
Ana Caldeira
No terceiro texto publicado pelo jornal online da Universidade de Aveiro (UA) com sugestões para o verão, Ana Caldeira, docente no Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial (DEGEI), sugere dois roteiros: o primeiro pelo "Geopark Arouca" e o segundo pela "Rota Dark Sky Alqueva", ambos com qualidade reconhecida pela UNESCO. No primeiro pode conhecer 41 geossítios inventariados e praticar diversos desportos "radicais". No segundo pode ver o céu à noite na primeira reserva "Dark Sky" do mundo. Aproveite as sugestões e parta à descoberta!

Geopark Arouca

O Geopark Arouca, que corresponde à área administrativa do concelho de Arouca, integra a Rede Global de Geoparques da UNESCO pelo seu notável património geológico.

Roteiro: Visite primeiro a loja interativa de turismo do Arouca Geopark, que fala deste singular património e dos itinerários para o descobrir. Com um total de 41 geossítios inventariados, o destaque vai para as trilobites gigantes de Canelas, para as pedras parideiras da Castanheira e para os icnofósseis do Vale do Paiva; muitos destes sítios integrados na rede local de percursos pedestres. No Centro de Interpretação Geológica de Canelas, pode ver a maior trilobite do mundo, entre uma coleção de fósseis destes animais marinhos de há 465 milhões de anos. Paragem obrigatória é também a Casa das Pedras Parideiras, onde pode apreciar este fenómeno geológico único e um filme 3D que o explica. Nas imediações, a Frecha da Mizarela, uma das maiores quedas de água da Europa. Para viver intensamente a paisagem, não perca atividades como rafting, canoagem, canyoning, escalada, orientação. Nem a gastronomia deliciosa: doces conventuais, compotas, licores, broas de abóbora e de castanha e a carne de raça arouquesa (denominação de origem protegida).

Rota Dark Sky Alqueva

Unindo a beleza dos céus alentejanos ao turismo e à astronomia, a primeira reserva de Dark Sky do mundo a ser reconhecida pela UNESCO nasceu no Alqueva pela mão de Apolónia Rodrigues, antiga aluna da Universidade de Aveiro e a principal mentora deste projeto distinguido pela Organização Mundial de Turismo.

Roteiro: Neste “Back to Black pleno de emoções”, tem de aceitar as regras: fim à poluição luminosa, o maior inimigo da beleza e da “clareza” do céu noturno! Perca-se pelas margens do Grande Lago, telescópio às costas, rumo ao céu. Porque a ideia é justamente observar este céu noturno com características únicas numa “majestosa profusão de planetas brilhantes, constelações de rara beleza e rios de estrelas”. Em terra, sob o céu estrelado, pode fazer passeios a cavalo, orientação, wildnightwatching, night birdwatching, provas de vinhos, passeios de canoa ou simplesmente passeios pedestres, explorando a beleza da paisagem tanto de dia como de noite. A rota integra empresas de alojamento, de restauração e de atividades de animação turística certificadas pela Reserva Dark Sky Alqueva.

Ana Caldeira

DEGEI

imprimir
tags
outras notícias