conteúdos
links
tags
Cultura
A 6 de julho de 2013, na Igreja do Carmo, Aveiro
Concerto final do mestrado em Música com a Filarmonia das Beiras
Tenor André Lacerda
O concerto da Filarmonia das Beiras a 6 de julho de 2013, na Igreja do Carmo, em Aveiro, a partir das 21h30, vai decorrer com a participação dos alunos de mestrado em Música do Departamento de Comunicação e Arte da UA. Obras de Chausson, Ravel, Karlowicz, entre outros, constam do programa.

O concerto da Filarmonia das Beiras que decorre no dia 6 de julho, na Igreja do Carmo, no âmbito do protocolo com a UA, assinala o final do curso de mestrado em Música. A Orquestra vai interpretar obras de Chausson, Ravel, Karlowicz, entre outros.

A Orquestra vai ser dirigida pelo maestro convidado principal Ernst Schelle. Neste concerto, participam Mafalda Vilan Pires, ao violino, Daniel Matys, também ao violino, Ana Duarte, em trompa, todos eles finalistas do mestrado em Música, e ainda André Lacerda, tenor, estudante da licenciatura em Música.

Mafalda Vilan Pires frequenta o Mestrado em Ensino da Música com o Prof. Roberto Valdés na Universidade de Aveiro. Em 2013 fica em lista de reserva da Orquestra da União Europeia, ganha concurso para solista B da Orq. Filarmonia das Beiras. Em 2012 ganha 1º prémio no concurso Musicaldas; fica em lista de reserva na Orquestra de Jovens da União Europeia; ganha Menção Honrosa no concurso Marília Rocha, nível E; ganha concurso para tutti na Orquestra Clássica do Centro. Em 2011 ganha o 2º prémio (1º prémio não foi atribuído) no Concurso Marília Rocha, nível E; ganha concurso para reforço na Orquestra Sinfónica Portuguesa. Em 2010 ganha o 2º premio no Concurso Internacional da Cidade do Fundão, nível D. Em 2009 foi concertino do 10º Estágio da Orquestra APROARTE. Desempenhou função de concertino em diversos programas da Orquestra Artave, da Orquestra Académica Metropolitana, da Orquestra de Cordas do Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, da Orquestra Clássica do Centro, e da Orquestra Filarmonia das Beiras.

Ao longo da sua carreira, a trompista Ana Duarte tem colaborado com várias orquestras portuguesas, tais como: Orquestra Clássica de Espinho, Orquestra Filarmonia das Beiras, Orquestra da Madeira, Orquestra do Algarve, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Remix Ensemble Casa da Música, Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música e Orquestra Gulbenkian. Em 2007, ganhou uma Menção Honrosa no concurso Prémio de Jovens Músicos na Categoria de Trompa no nível superior. Atualmente leciona no Conservatório de Música de Águeda, na Escola de Artes da Bairrada, no curso profissional do Conservatório de Música da Jobra, e na Academia de Música de Oliveira de Azeméis, e frequenta o Mestrado em Ensino da Música na Universidade de Aveiro com o professor J. Bernardo Silva.

O violinista polaco Daniel Matys é solista B do naipe de Violinos da Orquestra Filarmonia das Beiras desde 1999. Em 2001 ingressa na Universidade de Aveiro, na licenciatura em Música, variante de Violino, na classe do Prof. D. W. Lloyd. Desde que veio para Portugal tem estudado regularmente com o violinista Valentin Stefanov. Tem colaborado com diversas orquestras e agrupamentos de câmara nacionais e estrangeiros, dos quais se destacam: Polska Quartett, Orquestra dos Jovens Músicos “REMIX”, Orquestra “Teatr Muzyczny” (Lublin – Polónia), Orquestra Clássica do Centro, Cursos Internacionais de Música – Prof. I. Wojciechowska (Lancut – Polónia), Orquestra de Câmara “K. Lipinski”, Teatro Musical de Lublin, tendo ainda dado diversos concertos a solo e em conjunto na Universidade de Aveiro.

Desde 2007 que o tenor André Lacerda integra o elenco de vários musicais, entre os quais, “Jesus Christ Superstar” ou “West Side Story”. Em 2012, no Convento de S. Bento da Vitória, no Porto, é solista na obra “A Paixão” segundo S. João, de J. S. Bach – produção da ESMAE e do Teatro S. João, sob direcção de Bárbara Francke. Foi solista no Requiem de Mozart, na Sé de Vila Real, sob direção de Carlos Meireles Sousa. Trabalha com regularidade com o Coro Sinfónico da Casa da Música e Orquestra do Norte. “O pequeno limpa-chaminés”, de Benjamin Britten, dir. António Vassalo Lourenço; “Madame Butterfly”, de Giacomo Puccini, dir. José Maria Moreno; e "Bastien und Bastienne”, de W. A. Mozart, dir. Emanuel Henriques, são algumas das óperas que interpretou. Atualmente frequenta a licenciatura em canto, na Universidade de Aveiro onde integra a classe da professora Isabel Alcobia.

imprimir
tags
evento relacionado
 
outras notícias