conteúdos
links
tags
Conferências
Com a presença do académico Checo, Marek Wojtaszek
Relações linguísticas entre Homem e eletrónica em conferência
Marek Wojtaszek
As alterações introduzidas pelo Homem à linguagem devido a uma cada vez maior utilização de aparelhos eletrónicos no seu dia a dia, é o tema de uma conferência que se realiza dia 10 de maio, das 11h00 às 12h30, na sala 5.5.14 do Departamento de Línguas e Culturas (DLC) da Universidade de Aveiro (UA).

Abordar a maneira como os novos dispositivos eletrónicos com que vivemos e lidamos diariamente alteram o modo de construirmos a linguagem, é o objetivo do evento organizado pelo Programa Doutoral em Estudos Culturais do DLC em colaboração em o Programa Erasmus -  Mobilidade de Docentes.

Intitulada "Textual Machines and the Crumbling of the Word. Language in the Age of Digital Communication", esta conferência destina-se sobretudo aos alunos do referido programa doutoral, mas também a toda a comunidade académica da UA e aos cidadãos de Aveiro em geral, que tenham interesse no tema.

O evento vai ter como orador Marek Wojtaszek, professor na Faculdade de Estudos Políticos e Internacionais da Universidade de Lodz, Polónia, que também já foi professor convidado em universidades da Holanda, Finlândia, Espanha, Eslovénia, Suécia, Chipre e Argentina.

Marek Wojtaszek vai abordar o processo de desenvolvimento das  “máquinas textuais”. Serão expostos os quatro estágios tecnológicos (e suas reverberações socioculturais) da abordagem e concretização do sonho/objetivo da comunicação imediata por meio de uma pseudo-presença programada. Ou seja, vai falar de uma transformação civilizacional que parte do audiovisual para o audio-virtual.

Articulando o pensamento de um conjunto de filósofos (por exemplo, Husserl, Heidegger, de Saussure, Derrida, Baudrillard), a primeira parte da conferência definirá as origens e as ramificações culturais mais amplas da rebelião maquínica contra o papel da textualidade. Inspirados pelos escritos de Gilles Deleuze e Felix Guattari, na segunda parte, há um distanciamento da tradição da representação e vai ser esboçada uma alternativa afirmativa para o potencial contemporâneo da cultura da comunicação agora redescoberta pelas novas tecnologias. 

Marek Wojtaszek é perito em género, ciência, tecnologia e ambiente na Direção Geral de Pesquisa e Inovação da Comissão Europeia.

Com um doutoramento em Humanidades, o orador tem também uma pós graduação em Filosofia Contemporânea e Género pela Universidade de Utrecht, Holanda, e duas licenciaturas: uma em Estudos Americanos e dos Media, pela Universidade de Lodz, e em Estudos Europeus, pela Universidade Jean Moulin, Lyon, França.

Conta ainda com inúmeras publicações em Inglês nas áreas da estética, estudos sociais e culturais da tecnologia, teorias críticas, género, psicanálise e culturas visuais. A sua investigação centra-se nas tecno-ecologias e na filosofia do estudioso Francês Gilles Deleuze.

As suas publicações mais recentes são: “Esthetic Experiments: Interdisciplinary Challenges in American Studies” (2013); “Studying Men’s Violences: Some Key Methodological Principles in Developing a European Research Framework”, (2013); “Deterritorializing Theory: The Soloist: When Critique Becomes Creation”, (2013); “Dancing in the Dark: Towards an Aesthetics of Sensible Encounters”, (2012); “Pulling One’s Strings. On the Art of Transformative Endurability and the Illusion of the Limit of the Impossible”, (2011).

A língua oficial da conferência é o Inglês e a participação é livre.

imprimir
tags
evento relacionado
 
outras notícias