conteúdos
links
tags
Conferências
Dia 21 de março, às 14h30, no Auditório Aldónio Gomes do DLC
Ana Luísa Amaral no DLC para celebrar a poesia
A convidada do DLC, Ana Luísa Amaral
O Departamento de Línguas e Culturas (DLC) da Universidade de Aveiro (UA) junta-se às celebrações do Dia Mundial da Poesia promovendo um encontro com a poetisa e professora universitária Ana Luísa Amaral. A autora falará sobre a sua obra poética, para crianças e para adultos, e sobre a sua atividade como tradutora e investigadora de literatura. O evento realiza-se no Auditório Aldónio Gomes do DLC no próximo dia 21 de março pelas 14h30. A entrada é livre. Haverá ainda exposição e venda de livros no local.

Poeta distinguida com vários prémios e alvo de inúmeras traduções e estudos académicos, Ana Luísa Amaral nasceu em Lisboa, em 1956, tendo-se mudado para Leça da Palmeira, ainda durante a infância. É professora associada da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, integra o Departamento de Estudos Anglo-Americanos e é investigadora do Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa. O doutoramento de Ana Luísa Amaral, em Literatura Norte-Americana, incidiu sobre o estudo de Emily Dickinson.

A autora organizou, com Ana Gabriela Macedo, o Dicionário de Crítica Feminista (Afrontamento, 2005), cotraduziu para inglês poemas de Xanana Gusmão (Mar Meu / My Sea of Timor, Porto, Granito, 1998) e traduziu para português a poesia de Eunice de Sousa (Poemas Escolhidos, Cotovia, 2001) e de John Updike (Ponto Último, Civilização, 2009).

Em 2007, venceu o Prémio Literário Casino da Póvoa/Correntes d'Escritas, com o livro A Génese do Amor. Ana Luísa Amaral foi ainda galardoada em Itália com o Prémio de Poesia Giuseppe Acerbi. O seu livro Entre Dois Rios e Outras Noites obteve, em 2008, o Grande Prémio da Associação Portuguesa de Escritores. Foi igualmente vencedora da primeira edição do Prémio Rómulo de Carvalho/António Gedeão com a obra Vozes (Dom Quixote, 2011).

A convidada do DLC é autora de vários livros de poesia e de livros para a infância e está representada em diversas antologias portuguesas e estrangeiras. Inversos - Poesia 1990-2010 (Dom Quixote, 2010) reúne vinte anos de intensa atividade poética iniciada em 1990 com a publicação de Minha Senhora de Quê, confirmando a qualidade de um percurso singular.

imprimir
tags
evento relacionado
 
outras notícias