conteúdos
links
tags
Distinções
Projeto quer revolucionar a condução automóvel
Empresa cofundada pela UA conquista a 3ª edição do ISCTE-IUL MIT Portugal Ventures Competition
A investigadora da UA Susana Sargento, cofundadora da Veniam´Works
A Veniam´Works, uma spin-off da Universidade de Aveiro (UA), da Universidade do Porto (UP) e do Instituto de Telecomunicações, ganhou ontem a final do prestigiado prémio de empreendedorismo da 3ª edição do MIT Global Innovators, ISCTE-IUL MIT Portugal Ventures Competition. A spin-off, que em novembro já tinha arrecadado 100 mil euros pela vitória na semifinal na área dos Transportes e Energia, conquistou igual valor monetário pelo primeiro lugar na competição. Em ambos os prémios a empresa pode duplicar o valor se atingir metas pré-definidas para o desenvolvimento da empresa, o que elevará o prémio a um total de 400 mil euros. Já na edição de 2012 da competição o primeiro lugar foi alcançado por uma spin-off da UA através do projeto Musikki criado por três alunos da academia de Aveiro.

“O prémio é o reconhecimento que a empresa tem tudo para alcançar o sucesso e que há uma grande vontade de toda a gente envolvida na organização da prestigiada competição de que avancemos. Isso é fantástico”, congratula-se Susana Sargento, cofundadora da empresa e investigadora do Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática da UA.

A Veniam´Works está a posicionar-se para se tornar a empresa número um do mundo a ligar veículos à Internet. Com presença em Portugal e nos Estados Unidos, a empresa comercializa dispositivos e software de comunicações que podem ser instalados em qualquer veículo, permitindo que estes se possam ligar de forma fiável uns aos outros e às redes de comunicações móveis existentes, sejam elas do tipo celular, WiFi ou mesmo só entre veículos.

Uma vez colocados nos táxis, autocarros ou outras frotas comerciais a circular numa cidade, os dispositivos comercializados pela Veniam’Works ajudam a formar uma rede em malha, que através de veículos ligados a outros veículos e a pontos de acesso, consegue cobrir rapidamente uma cidade e oferecendo um raio de transmissão dez vezes superior ao do WiFi habitual. Desta forma, os operadores de telecomunicações e os seus clientes podem aliviar o tráfego de dados nas redes de comunicações móveis tradicionais. Trata-se de uma funcionalidade nova que se torna imperativa com a chegada do chamado ‘tsunami’ de tráfego móvel: prevê-se que esse tráfego cresça 18 vezes nos próximos cinco anos.

As comunicações entre veículos abrem ainda a porta a um mundo novo de aplicações, desde a navegação colaborativa à recolha e partilha de dados à escala urbana, cruzando os negócios, o lazer e a segurança rodoviária. O sistema está neste momento em fase de piloto na cidade do Porto.

Grandes investimentos

Criada em março de 2012, a Veniam’Works nasceu a partir dos resultados de um projeto de investigação financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia através do programa Carnegie Mellon Portugal.

Para além dos fundadores portugueses, Susana Sargento e João Barros, professores respetivamente das universidades de Aveiro e Porto, a equipa conta ainda com dois empreendedores norte-americanos, reconhecidos internacionalmente: Robin Chase criou anteriormente a Zipcar, a maior empresa de partilha de veículos do mundo (atualmente adquirida pela AVIS), e Roy Russell que foi Chief Technology Officer da mesma empresa.

A Veniam’Works conta já com investimento de business angels de Nova Iorque, Boston, Londres e Lisboa e um projeto QREN, estando a preparar um aumento de capital para poder completar a prova de conceito, desenvolver o produto final e avançar ainda em 2013 para os mercados internacionais.

imprimir
tags
outras notícias