conteúdos
links
tags
Conferências
Dia 6 de março, às 15h00, no Anfiteatro do Departamento de Ambiente e Ordenamento da UA
Induction recebe Miguel Gonçalves, o mestre da motivação
Encontro quer motivar os estudantes para o sucesso no mercado de trabalho
Motivar os estudantes para a criação do próprio negócio e indicar-lhes o que necessitam para vingarem no mundo laboral são alguns dos principais objetivos da Induction. A tertúlia, organizada pelo núcleo do Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE) da Universidade de Aveiro (UA), vai contar com o testemunho de quatro antigos alunos do Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática (DETI) da UA que alcançaram o sucesso no mundo empresarial. O encontro inicia-se com uma palestra de Miguel Gonçalves, o mediático criativo da Spark. O Induction realiza-se a 6 de março, a partir das 15h00, no Anfiteatro do Departamento de Ambiente e Ordenamento da academia de Aveiro.

“O nosso objetivo principal é motivar os estudantes a pensarem de maneira diferente e fora da caixa”, diz João Dias, do núcleo da UA do IEEE. O estudante de Engenharia Eletrónica e Telecomunicações quer que o Induction ajude os colegas do DETI a perceberem que “aquilo que se aprende nas aulas pode ser aplicado com sucesso no mercado, tal como o fizeram os convidados do Induction”.

O encontro inicia-se com o testemunho de Miguel Gonçalves, responsável pela Spark, a agência de Braga que desenvolve ações de formação, palestras e sessões de geração de ideias para empresas. A abordagem irreverente de Miguel Gonçalves ao mundo do trabalho, num registo informal e enérgico utilizando expressões como "É comigo. Eu resolvo!" e "É preciso bater punho!" saltou para a ribalta no programa Prós e Contras da RTP, transmitido em agosto de 2011.

Os antigos alunos do DETI - Carlos Alves (fundador e diretor da empresa de eletrónica e telecomunicações HFA e da Globaltronic), Diogo Teles (cofundador da Mobitto, empresa que recentemente atraiu o investimento de Cristiano Ronaldo), Jorge Andril (diretor de Inovação e Desenvolvimento da Bresimar) e David Carvalhão (diretor de inovação e sócio-gerente da Edge Innovation) - vão depois explicar à audiência como é que se marca a diferença no mercado de trabalho e de que forma se podem ultrapassar as dificuldades que os futuros engenheiros do DETI vão encontrar.

“Todos eles são ex-alunos do DETI, de diferentes gerações, e o que os une é o poder de iniciativa, procura do risco, fuga da zona de conforto, experiência, sucesso e créditos firmados na área empresarial da eletrónica, telecomunicações e informática”, aponta João Dias.

O Induction tem entrada livre e está aberto a toda a comunidade académica. Mais informações sobre o encontro podem ser vistas aqui

imprimir
tags
evento relacionado
 
outras notícias