conteúdos
links
tags
Cultura
Em exposição na Biblioteca da UA
Frederico de Freitas: do fado à música erudita
Frederico de Freitas
Para assinalar os 110 anos do nascimento do compositor Frederico de Freitas, a Biblioteca da Universidade de Aveiro (UA), em parceria com o Departamento de Comunicação e Arte e a unidade de investigação INET-MD, realiza a exposição intitulada «Frederico de Freitas: Do fado à música erudita». A mostra, com curadoria de Helena Marinho, está patente na sala de Exposições Hélène de Beauvoir da Biblioteca da UA, de 15 de novembro a 19 de dezembro.

A exposição, cuja inauguração se realiza a 15 de novembro, às 17h00, com a presença do Reitor da Universidade, tem como objetivos dar a conhecer a vida e a obra do compositor e, paralelamente, promover e divulgar o importante espólio que faz parte do acervo dos Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia (SBIDM), enquanto património da Universidade.

O espólio do compositor Frederico de Freitas foi doado à UA pela filha do compositor, Elvira de Freitas, e teve um primeiro tratamento documental financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, através do projeto «Recuperação, tratamento e organização de acervos documentais», a que os SBIDM se candidataram, em 2010.
 
Este espólio é composto por um vasto conjunto de partituras, algumas inéditas, programas de espetáculos, artigos de imprensa (jornais, revistas), gravações, cartazes, fotografias, correspondência e manuscritos e representa uma grande oportunidade para o desenvolvimento e investigação na área da música, para docentes e investigadores da UA, assim como para investigadores e especialistas de outras instituições nacionais ou estrangeiras. Desde a sua integração, na Biblioteca, foi alvo de mais de uma dúzia de pedidos de consulta, quer por investigadores da UA quer por externos.

O estudo deste espólio encontra-se, agora, enquadrado no Projeto de Investigação «Imagens da Terra e do Mar: Frederico de Freitas e a música na cultura portuguesa do séc. XX» (PTDC/EAT-MMU/118753/2010), financiado pela FCT e coordenado por Helena Marinho, docente do Departamento de Comunicação e Arte da UA. 

A 20 de novembro realizam-se, às 14h10 e às 15h10, duas visitas à exposição, guiadas e comentadas por aquela professora.

imprimir
tags
evento relacionado
 
outras notícias