conteúdos
links
tags
Investigação
Clim@UA aponta para aumento excecional de temperatura
Site da UA prevê aumento de temperatura para perto de 30 graus a partir de 12 de maio
Chove, não chove?... Chove pouco...
O site da Universidade de previsões do tempo da Universidade de Aveiro, Clim@UA, prevê um aumento de temperatura para Aveiro de cerca de 100 por cento, ou seja, para perto de 30 graus centígrados, a partir de 12 de maio. Tal deve-se a uma mudança brusca da direção do vento que passa de vento de noroeste (frio e húmido) para vento de leste (quente e seco).

Afastando eventuais alarmismos, Alfredo Rocha, professor do Departamento de Física (DFis) da UA e investigador na área de Meteorologia e Clima, chama a atenção para este “excecional” aumento de temperatura, “na medida em se trata de um aumento significativo de um dia para o outro e por serem os primeiros dias do ano com temperaturas da ordem dos 30 graus”. “Mas nada de calamidades!”, reafirma.

Preveem-se aumentos semelhantes também para outras localidades (basta escolher o local em ‘mudar de localidade’ no site http://climetua.fis.ua.pt/). Como qualquer previsão, os valores podem ir variando à medida que se aproxima o dia de interesse na previsão. Por isso, aconselha-se sempre consulta regular do site para verificar se as previsões se vão mantendo constantes ou se poderá haver ajustes à medida que se aproxima o dia de interesse na previsão.

O Clim@UA faz previsões numéricas de tempo para todo o país (continente e ilhas) desde 2007. As previsões são atualizadas de seis em seis horas e são feitas para um horizonte temporal de sete dias. As previsões são mostradas para todo o país, mas com maior detalhe para todas as capitais de distrito. Para consultar a previsão numa dada capital de distrito basta selecionar ‘mudar de localidade’ no canto superior esquerdo da página. Para consultar ‘mapas’ das variáveis meteorológicas para todo o país e ilhas, deve selecionar-se ‘previsão de campos’ no topo central da página.

A prever o tempo desde 2007

Este site, http://climetua.fis.ua.pt/, surgiu em 2007, por iniciativa do DFis, para fins públicos e pedagógicos. Em relação a outras metodologias de previsão do tempo, Alfredo Rocha salienta a regularidade da previsão, com uma base cientifica e com conhecimento de causa. São também mostradas previsões para muitas variáveis meteorológicas de interesse público, ainda para outras de carácter mais técnico direcionadas a utilizadores especialistas e, particularmente, para alunos dos cursos relacionados com a atmosfera e clima (Licenciaturas em Meteorologia, Oceanografia e Geofísica, Ciências do Mar, Engenharia do Ambiente, e outros da Universidade de Aveiro).

As previsões de tempo são utilizadas como recurso pedagógico em várias unidades curriculares da Licenciatura em Meteorologia, Oceanografia e Geofísica e do Mestrado em Ciências do Mar e da Atmosfera e ainda por alunos de doutoramento na área. Realizam-se, também, em colaboração com docentes da área da oceanografia no Departamento de Física, previsões da agitação marítima (altura e período das ondas) e oceânicas e ainda para praticantes de parapente (‘outros’ na barra de topo à direita).

imprimir
tags
outras notícias