conteúdos
links
tags
Divulgação de Ciência
Projeto reúne uma equipa multidisciplinar da UA
Projeto AMBIEnCE recebe recomendação importante de projeto internacional SOLAS
Projecto AMBIEnCE recebe recomendação importante de projecto internacional SOLAS
O projecto AMBIEnCE (PTDC/CTA-AMB/28582/2017), obteve a recomendação do projeto internacional SOLAS (Surface Ocean - Lower Atmosphere Study), suportado pelo GEOMAR Helmholtz Centre for Ocean Research. O projeto reúne uma equipa multidisciplinar de químicos analíticos, ambientais e geoquímicos, com especialização em técnicas analíticas avançadas para caracterização de matrizes complexas, e biólogos com especialização em toxicologia ambiental, todos da Universidade de Aveiro (UA).

O projeto AMBIEnCE obteve a recomendação do projeto internacional SOLAS, suportado pelo GEOMAR Helmholtz Centre for Ocean Research.

O projeto SOLAS reúne mais de 2500 investigadores a nível mundial e tem como principal objetivo, explorar as interações biogeoquímicas e físicas entre o oceano e a atmosfera.

O projeto AMBIEnCE aborda diretamente um dos cinco tópicos nucleares do projeto SOLAS, "Deposição atmosférica e biogeoquímica do oceano".

O projeto AMBIEnCE é um projeto multidisciplinar que pretende avaliar o impacto da deposição de aerossóis orgânicos atmosféricos na composição molecular e reatividade da matéria orgânica dissolvida em diferentes sistemas marinhos costeiros.

O AMBIEnCE visa também explorar como as características químicas dos aerossóis orgânicos atmosféricos e da matéria orgânica dissolvida afetam a solubilidade e biodisponibilidade de metais vestigiais em águas do mar.

A deposição de partículas atmosféricas na água do mar é uma importante fonte de nutrientes e de metais vestigiais potencialmente tóxicos para o meio aquático.

Estes multi-stressores orgânicos atmosféricos exibem uma ampla diversidade de estruturas químicas e de concentrações, pelo que os seus efeitos na matéria orgânica dissolvida são em grande parte desconhecidos. Adicionalmente, pouco se sabe como os aerossóis orgânicos atmosféricos e a matéria orgânica dissolvida alteram a solubilidade/biodisponibilidade dos metais vestigiais presentes nas partículas atmosféricas, principalmente devido às dificuldades práticas de estudos pós-deposicionais.

Para atingir os seus objetivos, o AMBIEnCE reúne uma equipa multidisciplinar de químicos analíticos e ambientais e geoquímicos, com especialização em técnicas analíticas avançadas para caracterização de matrizes complexas, e biólogos com especialização em toxicologia ambiental, todos da Universidade de Aveiro, e um bioquímico da NOVA.ID.FCT com experiência em proteómica ambiental.

Informação adicional em https://projectambience.wordpress.com/highlights/

imprimir
tags
outras notícias