conteúdos
links
tags
Campus
Academia dá a conhecer as competências da UA para o setor da Economia do Mar
UA na Business2Sea 2018
UA está no certame Business2Sea
De 14 a 16 de novembro, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, na cidade do Porto, a Universidade de Aveiro (UA) estará presente na Business2Sea (B2S), numa participação conjunta de quatro entidades da Região de Aveiro, cujas apostas estratégicas no crescimento e desenvolvimento sustentável encontram no Mar um dos elementos-chave.

UA estará representada entre os próximos dias 14 a 16 de novembro, no evento Business2Sea, no Porto, numa participação conjunta da Região de Aveiro. Este é um evento internacional que visa fomentar o networking e o debate sobre negócios sustentáveis, nas suas várias vertentes, no setor da Economia do Mar. Dedicada ao tema “Desafios do Mar 2030”, a edição de 2018 é organizada pela Fórum Oceano com a colaboração da Fundação CETMAR, Centro Tecnológico do Mar, com sede na Galiza.

A presença da UA nestas feiras técnicas faz-se como parte da missão da UA, nomeadamente através das Plataformas Tecnológicas da Universidade de Aveiro, reforçando assim a missão de cooperação com o exterior – um dospilares da missão da academia. Estes eventos são essenciais para fortalecer, em particular, a ligação da Academia ao tecido empresarial do setor, neste caso para a Economia do Mar. Em cada um destes eventos são recolhidas interações, que depois são devidamente direcionadas aos investigadores e docentes da nossa Academia, procurando criar novas ligações e potenciar projetos conjuntos que possam estar na origem de soluções inovadoras e de valor acrescentado.

Catarina Lemos, a gestora da Plataforma Tecnológica do Mar da UA, revela que a presença nestes eventos é essencial. “São momentos em que todas as entidades estão relativamente descomprometidas e disponíveis para que possamos interagir e para que possamos transmitir as competências da UA nesta temática. É clara a vantagem para a UA da participação nestes certames, já que várias equipas de trabalho UA-Empresa têm nascido durante eventos, em particular da presença nos B2S, uma das componentes deste certame”.

Dado o formato da feira, neste certame, em particular, não haverá apresentação de protótipos, e será dado destaque ao projeto integra@tec - Transferência de competências integradas e geradoras de inovação empresarial na Região Centro e outros projetos em curso na Universidade de Aveiro, ligados com o setor como o SeaAI, do Centro de Tecnologia Mecânica e Automação (TEMA) e Cephs and Chefs, do CESAM. Para além da presença no espaço expositivo, a UA marcará presença num dos painéis do programa (consultar programa), com uma apresentação intitulada “Weather and ocean weather forecasting products useful for port management, navigation, pollution control and the management of expectations in coastal tourism”, no dia 15 de novembro, entre as 14h30 e as 15h45, pelo Professor José Castanheira, docente do Departamento de Física e investigador do CESAM, bem como uma sessão de pitch, perto das 12h00 com o tema “: integra@tec - Transferência de competências integradas e geradoras de inovação empresarial na Região Centro”, pela gestora da PT Mar, Catarina Lemos.

O projeto integra@tec, coordenado pela Unidade de Transferência de Tecnologia da UA, reúne uma equipa

multidisciplinar de 42 docentes, investigadores e técnicos da UA que visa potenciar o trabalho desenvolvido pelas Plataformas Tecnológicas e apoiar a transferência de conhecimento científico e tecnológico para o tecido empresarial e outras entidades. O seu objetivo é fomentar a inovação e a endogeneização dos resultados de I&D existentes, através da integração de conhecimentos e tecnologias, como resposta às necessidades dos setores “Soluções Industriais Sustentáveis” e “Valorização e uso eficiente dos recursos naturais endógenos”. É no âmbito deste projeto que estamos em digressão pelo país, a representar a UA em cerca de 20 feiras de caracter técnico, em que prevemos realizar cerca de 80 reuniões e ainda levar a cabo, na Fase 2, que está prestes a começar, demonstrações empresariais das competências da UA. Para mais informações em relação ao projeto, os interessados internos e externos à UA devem contactar as Plataformas Tecnológicas da UA, ou aproveitar a B2S (evento de entrada livre). Este esforço é cofinanciado pelo Centro 2020 – Programa Operacional Regional do Centro, através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

A Plataforma Tecnológica do Mar (PT Mar), criada em fevereiro de 2013, enquadra-se na aposta da Universidade de Aveiro (UA) em criar redes de competências direcionadas para setores-chave da economia nacional. A Economia do Mar é uma das áreas estratégicas de desenvolvimento económico e social do nosso país, que possui uma ZEE e uma Plataforma Continental das mais extensas da Europa e do Mundo. As Ciências e Tecnologias do Mar têm sido, desde longa data, um dos polos de desenvolvimento estratégico da UA, que tem neste domínio uma série de valências interdisciplinares bem afirmadas aos níveis nacional e internacional, que vão desde o estudo integrado e multidisciplinar de sistemas, riscos e recursos estuarinos, costeiros e do mar profundo, à sua avaliação ambiental e desenvolvimento sustentável. Numa região onde as atividades ligadas ao Mar, em várias das suas vertentes, são de enorme importância social e económica, pretende-se com esta Plataforma Tecnológica maximizar as valências existentes na UA nos vários domínios do saber aplicados às Ciências e Tecnologias do Mar, Governação e Desenvolvimento Sustentável, e estabelecer parcerias com o setor empresarial, entidades portuárias e da Administração Pública, com vista a promover a investigação pura e aplicada, o desenvolvimento tecnológico, a inovação, a exploração sustentável dos recursos e a formação avançada de recursos humanos, nomeadamente em ambiente empresarial.

A missão do CESAM centra-se no desenvolvimento de investigação internacional de excelência em ciências do ambiente e riscos associados, incluindo eventos climáticos extremos e alterações climáticas, com especial enfoque em sistemas sócio ecológicos costeiros e áreas marinhas. Como Laboratório Associado o CESAM reúne cerca de 500 investigadores, estudantes e colaboradores com uma vasta gama de conhecimento e competências em ciências do ambiente e do Mar, característica única em unidades de I&D em Portugal. O CESAM tem como objetivo contribuir para o imperativo nacional de crescimento económico e inovação e para a criação de emprego sustentados numa sociedade baseada no conhecimento.

Para o primeiro semestre do próximo ano, está prevista a participação da UA, pela primeira vez, em 2 certames também relacionados com a temática da economia do Mar, os quais, a IV Grande Conferência da Economia do Mar e a Nauticampo, em janeiro e fevereiro de 2019, respetivamente.

 

Horário:

14 de novembro | 13h30 - 18h30

15 de novembro | 09h00 - 18h30

16 de novembro | 09h00 - 14h30

imprimir
tags
evento relacionado
 
outras notícias