conteúdos
links
tags
Conferências
A 13 de novembro arranca a primeira Tiny Lab Talk
Tiny Lab Talks: uma conversa informal fora do laboratório
Manhattan, Nova Iorque, EUA
O American Corner da UA convidou Sílvia Curado e João Coutinho para uma conversa breve e aberta ao público, sob o tema “Estudar e investigar nos EUA: desafios e oportunidades”. Esta Tiny Lab Talk terá lugar no novo espaço "Viver a UA", no dia 13 de novembro, das 17h00 às 17h30. "Streaming" através do canal Youtube da UA.

Sob o tema “Estudar e investigar nos EUA: desafios e oportunidades”, Sílvia Curado, presidente da PAPS (Portuguese American Postgraduate Society) e João Coutinho, Pró-reitor da UA para a Internacionalização da Investigação, abordarão alguns aspetos em torno da importância das experiencias internacionais na vida profissional de investigadores e estudantes de pós-graduação. 

As Tiny Lab Talks são conversas breves entre um investigador da UA e um investigador Norte Americano, com streaming através do canal Youtube da UA.

Esta Tiny Lab Talk será a primeira de um conjunto de outras conversas, sobre temas diversos, que o American Corner da UA irá promover ao longo do ano letivo e que irão sendo divulgadas à comunidade.

Inscrições para participação presencial https://aveiro.libcal.com/event/3356279.

Acompanhamento do streaming no canal de Youtube da UA.

João AP Coutinho Licenciado em Engenharia Química pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, em 1992, estudou Termodinâmica e Tecnologia do Petróleo na IVC-SEP, Technical University of Denmark, onde obteve o doutoramento em Engenharia Química, em 1995. Seguiu a rota do petróleo para Paris, no Instituto Francês de Petróleo (IFP). Trabalha na Universidade de Aveiro desde 1997 onde criou um grupo de investigação multidisciplinar que teve o seu impulso inicial através de um prémio da Fundação Gulbenkian. As suas áreas de pesquisa vão desde a exploração e transporte de combustível fóssil, até a produção e formulação de biocombustíveis, a caracterização de solventes não convencionais (produtos químicos fluorados e líquidos iônicos) para o desenvolvimento de novos produtos e processos químicos, a caracterização de polímeros biodegradáveis e biotecnologia. Neste último domínio liderou o processo de criação das Licenciaturas e Mestrado em Biotecnologia na Universidade de Aveiro. Atualmente é vice-diretor do CICECO - Aveiro Institute of Materials e Pró-reitor para a Internacionalização da Investigação da Universidade de Aveiro.

Sílvia Curado Professora e directora de investigação na New York University (NYU) School of Medicine. Doutorada pela Universidade de Coimbra, desenvolveu a sua tese de Doutoramento no European Molecular Biology Laboratory (EMBL) em Heidelberg, na Alemanha, na área da Genética, Biologia Molecular e Biologia do Desenvolvimento, após o mestrado em Biologia Celular na Universidade de Coimbra, em colaboração com o Hammersmith Hospital em Londres. Durante o seu pós-doutoramento na University of California San Francisco (UCSF), trabalhou na área de medicina regenerativa, com foco na regeneração do coração e do fígado, usando o peixe-zebra como modelo genético. Prosseguiu posteriormente a sua carreira na NYU, onde dirigiu um Centro de Investigação em Nanomedicina. Actualmente na NYU School of Medicine, dirige um Programa de Investigação multidisciplinar integrando investigação básica, clínica, population health e data science na área da obesidade e outras patologias. É autora do livro “Engenharia Genética - O Futuro Já Começou”, publicado em 2017. É também Presidente da PAPS (Portuguese American Postgraduate Society), que visa apoiar o desenvolvimento académico-profissional de portugueses licenciados e pós-graduados que se encontram nos Estados Unidos ou Canadá, e estabelecer uma ponte entre Portugal e a América do Norte.

No dia 14, Sílvia Curado vai participar no "Encontro Humanos do Futuro" que decorre pelas 15h no DeCA.

imprimir
tags
veja também
 
evento relacionado
 
outras notícias