conteúdos
links
tags
Divulgação de Ciência
Decorreu de 4 a 8 de setembro, na Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro
Fábrica e Climántica co-organizaram Campus Internacional sobre alterações climáticas
Iniciativa reuniu 110 estudantes e professores oriundos de várias regiões de Espanha, Portugal e México.
De 4 a 8 de setembro decorreu na Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro um Campus Juvenil Internacional sobre alterações climáticas, co-organizado pela Fábrica e pelo Projeto Climántica. Esta iniciativa reuniu 110 estudantes e professores oriundos de várias regiões de Espanha, Portugal e México. O campus integra uma rede de escolas do ensino básico e secundário do projeto Climántica, que se junta a outro grupo de alunos e professores que fazem parte do projeto europeu ERASMUS + EduCO2cean. A parceria estabelecida entre os dois projetos e a Fábrica procura sensibilizar os mais jovens para esta problemática através de respostas criativas e educativas para o problema das alterações climáticas.

De 4 a 8 de setembro reuniram-se, em Aveiro, 72 alunos de diferentes regiões de Espanha, Portugal e México, acompanhados por 38 professores. Este grupo de 110 pessoas desenvolveu trabalho de investigação e inovação para encontrar, consolidar e dar a conhecer novas formas de ensinar e aprender sobre o tema das “Alterações Climáticas”.

Este campus e o seu corpo docente têm dois grandes objetivos. O principal é desenvolver equipas heterogéneas relativamente à idade, competências, vocações, talentos e diversidade geográfica e temática. O outro objetivo consiste em promover a articulação multidisciplinar e fortalecer redes escolares internacionais que possibilitem intercâmbios de experiências relacionadas com diferentes realidades sociais, culturais e económicas.

Os produtos criados durante esta semana na Fábrica têm por finalidade estimular na população respostas relativas às Alterações Climáticas.

Durante este Campus Juvenil Internacional, os estudantes participaram em palestras, workshops de diferentes áreas, tais como robótica, biologia, holografia, impressão 3D, visitaram a Marinha Santiago da Fonte, trabalharam em grupo nos diferentes projetos a que se propuseram e tiveram ainda oportunidade para participar num programa social.

As duas palestras plenárias deste ano foram: “Alterações Climáticas” proferido por Emilio Fernández Suárez, Professor Catedrático da Universidade de Vigo e “Luz, Ondas & Cor” proferida por Pedro Pombo, Diretor da Fábrica.

No âmbito deste campus, os estudantes trabalharam em equipa e realizaram dois tipos de produção, tendo resultado:

1 - Quatro curta-metragens para expressar os conhecimentos adquiridos no Campus. Cada aluno desempenhou uma função na produção dos trabalhos: guião, produção, realização, operador de câmara, interpretação, apresentação, atores, montagem, fotografia, vídeo, som, maquilhagem/vestuário.

Os cenários foram os espaços da Fábrica, bem como a área natural envolvente do Centro Ciência Viva e a cidade de Aveiro. Os conteúdos aplicados foram o resultado dos conhecimentos adquiridos nas palestras, nas atividades e nos workshops realizados no Campus.

2- Um musical para sensibilização ambiental no âmbito da temática das mudanças climáticas e dos oceanos, recorrendo a áreas como: teatro, música, dança e artes plásticas.

 

Durante o campus, os professores também tiveram um programa dedicado, que possibilitou visitar a Reserva Natural de São Jacinto e participar em várias palestras e seminários, apresentados por diversos oradores de diferentes entidades.

A apresentação final das curta-metragens e do musical produzidos pelos alunos decorreu no último dia do campus, 8 de setembro, das 11h00 às 14h30, no auditório da Fábrica, e foi transmitida por streaming através da página oficial da Climántica no Facebook.

 Os alunos participantes foram selecionados entre 470 alunos que se candidataram através da publicação de um produto multimédia para difundir através do portal do Congresso Juvenil Internacional.

Portugal selecionou os seus alunos participantes através de um concurso convocado pelo consórcio integrado pela Fábrica, Climántica e The Climate Reality Project.

O concurso de seleção específico para Portugal, país anfitrião, baseou-se num questionário sobre transição energética. Os alunos premiados pertencem a três Escolas da Região de Aveiro (Escola Secundária Dr. João Carlos Celestino, Ílhavo; Escola Secundária Dr. Mário Sacramento, Aveiro; e Colégio Nossa Senhora da Apresentação de Calvão, Ílhavo) e a uma Escola da Região de Lisboa (Instituto Espanhol Giner de los Ríos, Lisboa).

O projeto Climántica (http://www.climantica.org/) é coordenado por Francisco Soñora-Luna do IES Virxe do Mar, e o Projeto Europeu EduCO2cean é coordenado por Joaquim Ramos Pinto, Presidente da Associação Portuguesa de Educação Ambiental.

 

imprimir
tags
outras notícias