conteúdos
links
tags
Bolsas
Bolsa (BPD) Nº 12 Ambiente – Perfil 226
Bolsa de Pós-doutoramento na área das Ciências e Engenharia do Ambiente
Encontra-se aberto concurso, de 10 a 28 de agosto, para a atribuição de uma Bolsa de Pós-Doutoramento para Doutorado, no âmbito do projeto de I&D Empresas em Co-Promoção, intitulado “SGH - SMART GREEN HOMES”, Projeto N.º 7678, com a referência POCI-01-0247-FEDER-007678, co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (POCI).

Áreas Científicas: Ciências e Engenharia do Ambiente

Requisitos de admissão obrigatórios (requisitos cumulativos e sob risco de exclusão):

  • Doutoramento em Ciências e Engenharia do Ambiente;

  • Tese de doutoramento na área da qualidade do ar; 

Requisitos preferenciais:

  • Competências no desenvolvimento e aplicação de metodologias e instrumentação dedicadas à avaliação da qualidade do ar;

  • Conhecimentos e experiência na utilização de software matemático de programação (ex: Phyton, MatLab, Fortran) e SIG (ex: ArcGIS);

  • Experiência com bases de dados, tratamento, representação e análise de dados;

  • Experiência demonstrada em revisão literária e redação;

  • Capacidade para trabalhar num ambiente multidisciplinar;

  • Entusiasmo, independência, motivação e responsabilidade para desempenhar as funções requeridas;

  • Fluente em língua portuguesa e bons conhecimentos de língua inglesa falada e escrita

Plano de trabalhos: O plano de trabalhos consiste na participação nas Tarefas A9.T2 (Desenvolvimento de sensores para ambientes domésticos), A9.T4 (Desenvolvimento de soluções de Backend para apoio a soluções de conforto), A16.T3 (Testes subjetivos com potenciais utilizadores), A16.T5 (Testes holísticos) do projeto e inclui:

  • Desenvolvimento e aplicação de produtos/serviços para apoio à gestão da Qualidade do Ar Interior (QAI) e eficiência energética como por exemplo modelos de avaliação da QAI, modelo de exposição, etc. e sua incorporação na gestão holística da “casa inteligente”.

  • Participação na elaboração de relatórios de progresso e de artigos científicos sobre o trabalho desenvolvido. 

Legislação e regulamentação aplicável: Lei Nº. 40/2004, de 18 de Agosto, alterada pelo Decreto-Lei n.º 202/2012, de 27 de agosto, e alterado pelo Decreto-Lei nº 233/2012, de 29 de outubro e pela Lei nº 12/2013, de 29 de janeiro e pelo Decreto-Lei nº 89/2013, de 09 de julho (Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica), bem como o Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia I.P. (FCT) em vigor. (https://www.fct.pt/apoios/bolsas/docs/RegulamentoBolsasFCT2018.pdf).

Local de trabalho: O trabalho será desenvolvido maioritariamente no Departamento de Ambiente e Ordenamento da Universidade de Aveiro, localizado em Aveiro, sob a orientação científica da Doutora Myriam Lopes.

Duração da bolsa e Regime de Atividade: A bolsa terá a duração de 12 meses, com início previsto para 01 de outubro de 2018, em regime de exclusividade, eventualmente renovável até ao limite máximo de 18 meses.

Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a 1495,00€, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores). A periodicidade de pagamento da bolsa é mensal e através de depósito bancário, cheque ou outra modalidade equivalente.

Métodos de seleção: Os métodos de seleção a utilizar serão os seguintes:

A. Avaliação curricular – com valoração de 100%, que será realizada de acordo com os seguintes critérios:

  • Currículo académico em área adequada, em conformidade com os requisitos de admissão (40%);

  • Currículo técnico-científico e experiência comprovada nas temáticas indicadas como condições preferenciais (40%);

  • Currículo técnico-científico e experiência comprovada em outras áreas relevantes para o desenvolvimento do programa de trabalhos (20%).

Se necessário para comprovar o mérito dos candidatos realizar-se-á uma Entrevista.

B. Entrevista que avaliará cada candidato admitido, nos seguintes domínios:

  • Conhecimentos específicos relevantes para a execução do plano de trabalhos a desenvolver (60%);

  • Capacidade de comunicação e de relacionamento interpessoal (20%);

  • Domínio oral da língua portuguesa e inglesa (20%).

Caso não seja realizada a Entrevista, a avaliação final será correspondente somente à Avaliação curricular.

  • 70% Avaliação curricular;

  • 30% Entrevista. 

O concurso será encerrado se nenhum dos candidatos se revelar adequado. 

Composição do Júri de Seleção:

Presidente do júri: Doutora Myriam Lopes, Professora Auxiliar da Universidade de Aveiro;

Vogais: Doutora Ana Isabel Miranda, Professora Catedrática e o Doutor Carlos Borrego, Professor Catedrático aposentado convidado, ambos da Universidade de Aveiro.

Forma de publicitação/notificação dos resultados:

Os resultados finais da avaliação serão publicitados, através de lista ordenada por nota final obtida, sendo todos os candidatos notificados através de e-mail.

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas:

O concurso encontra-se aberto, para apresentação de candidaturas, no período de 10/08/2018 a 28/08/2018.

As candidaturas devem ser formalizadas, obrigatoriamente, através do envio de e-mail de candidatura, utilizando o formulário de candidatura a bolsas de investigação disponível em http://www.ua.pt/sgrhf/PageText.aspx?id=15032, acompanhada dos seguintes documentos: Curriculum Vitae detalhado, datado e assinado, Certificados de habilitações, de formação complementar e de experiência profissional, e outros documentos comprovativos considerados relevantes.

As candidaturas, dirigidas à Presidente do Júri, devem ser enviadas, obrigatoriamente, através de correio eletrónico para o endereço dao-bolsaseconcursos@ua.pt, com Cc para myr@ua.pt, com indicação da referência do projeto no assunto, da seguinte forma: UA – Projeto SGH - POCI-01-0247-FEDER-007678 – BPD 12 e acompanhada dos documentos referidos anteriormente.

imprimir
tags
outras notícias