conteúdos
links
tags
Cultura
A UA e o Dia Internacional dos Museus
Aceite o convite e visite o acervo museológico da UA
Dois exemplos de arte no campus:
Com edifícios desenhados por dois prémios Pritzker, Siza Vieira e Souto de Moura, e por vários outros autores de renome, o Campus Universitário de Santiago constitui um museu a céu aberto de arquitetura contemporânea portuguesa ao qual se juntam trabalhos de vários artistas plásticos nacionais e estrangeiros e um espólio museológico muito vasto. A assinalar o Dia dos Museus, 18 de maio, aceite um convite: visite a Universidade de Aveiro (UA) e junte-se aos cerca de cinco mil visitantes que, anualmente, vêm percorrer este espaço.

Um museu à vista de todos

Ao longo do campus, observamos várias obras de arte de grande porte de artistas como Manuel Patinha, Xico Lucena, Zé Penicheiro, entre outros. São esculturas e murais que enriquecem a paisagem circundante e tornam a arte fisicamente acessível a quem passa. O conjunto de arte pública pode ser conhecido num percurso pelo campus.

A UA possui também coleções no domínio das artes plásticas e artes decorativas, nas categorias de pintura, gravura, desenho, vidro, cerâmica, escultura, metais, têxteis e madeira. Tem também uma vasta coleção ligada às artes gráficas, nomeadamente cartazes, e as coleções de instrumentos musicais e de discos goma-laca.

Coleção de Gravura

A coleção de gravura da UA conta com 298 obras doadas por Francisco Madeira Luís e pela artista plástica francesa Hélène de Beauvoir. Conta ainda com um conjunto de 30 gravuras de diversos outros artistas plásticos.

Coleção de Instrumentos Musicais

A coleção de instrumentos musicais da UA é fruto de uma doação de 23 instrumentos que o seu próprio construtor, o “violeiro” Joaquim Domingos Capela fez à UA, em dezembro de 2014. Esta coleção é constituída por instrumentos manufaturados com madeiras nobres e testemunham a mestria do seu construtor que seguiu a arte de seu pai, tendo construído o seu primeiro instrumento musical com apenas nove anos de idade, um pequeno violino que guarda religiosamente. Os investigadores e performers que pretendam conhecer estes instrumentos poderão contactar os Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia (SBIDM) da UA.

Coleção de Discos de Goma Laca

A coleção de discos goma-laca é decorrente da doação de discos de vários colecionadores portugueses e estrangeiros - José Moças, Manuel Barros, Alan Spennock, Vitor Nunes e Frederico de Freitas - que reúne vários estilos musicais (clássica, ópera, música popular portuguesa, fado, jazz, entre outros) muito representativa do panorama musical do início até meados do século passado.

A coleção mais extensa é a de José Moças, com cerca de 6000 discos. Podem ser ouvidos online excertos de fonogramas de muitos dos discos destas subcolecções e o estúdio de gravação pode ser visitado, a pedido e mediante marcação, junto dos SBIDM.

Estes serviços da UA organizam periodicamente exposições temáticas com peças/obras das coleções museológicas da UA, com o objetivo divulgar o vasto património museológico.

Coleções com exposições temporárias parciais patentes ao público

Exposição “Cápsula do Tempo”, com base num conjunto temático de peças das Coleções de Cerâmica e de Vidro Francisco Madeira Luís

Exposição “Descobrir a geometria na coleção de guarda-joias Eng.º Joaquim Domingos Capela”

Cerâmica contemporânea em exposição na Biblioteca da ESTGA

imprimir
tags
outras notícias