conteúdos
links
tags
Campus
Dia 8 de maio, às 15h30
Paulo Jorge Ferreira toma posse como Reitor esta terça-feira
Paulo Jorge Ferreira será durante os próximos quatro anos Reitor da UA
A tomada de posse de Paulo Jorge Ferreira como Reitor da Universidade de Aveiro (UA) está agendada para esta terça-feira, 8 de maio, às 15h30, no auditório da Reitoria. A cerimónia será transmitida online, em direto, no canal de Youtube e no Facebook da UA.

A cerimónia de tomada de posse tem início com a intervenção do Presidente do Conselho Geral, Eduardo Marçal Grilo, prossegue com o ato de tomada de posse do Reitor e da restante equipa Reitoral e termina com as intervenções do Reitor já empossado, Paulo Jorge Ferreira, e do Presidente do Conselho de Curadores, António Correia de Campos. A cerimónia será transmitida, em direto, no canal da UA no Youtube e no Facebook.

Integram a equipa reitoral, na qualidade de Vice-reitores, os Professores Artur Silva (Investigação, inovação e formação de terceiro ciclo), Jorge Adelino Costa (Ensino e formação), Luís Filipe Castro (Qualidade, comunicação, eficácia e eficiência), Eduardo Castro (Cooperação Universidade-Sociedade) e Alexandra Queirós (Vida nos campi e bem-estar).

O grupo de Pró-reitores vai ser constituído pelos docentes João Coutinho (Internacionalização da Escola Doutoral da UA), Sandra Soares (Inovação curricular e internacionalização da formação dos primeiros e segundos ciclos), Filipe Teles (Cooperação interinstitucional nos domínios do desenvolvimento regional e da política de cidades), Manuel Senos Matias (Desporto), Ana Velosa (Sustentabilidade dos campi), José Vieira (Sistemas de informação) e Augusta Ferreira (Planeamento estratégico).

O programa de ação do Reitor que agora inicia funções dá especial relevo às pessoas - “a ideia da UA como um espaço humano, com voz e presença, vivo e ouvido, guiará a minha atuação e é uma componente estruturante deste programa de ação” – e assenta em sete grandes pilares - valorização dos membros da comunidade académica; aposta na interdisciplinaridade; interligação e capacitação da investigação; aprofundamento da relação entre a UA e a região; reforço na ação social; aposta no desporto e valorização do património da UA.

Para o Ensino, o novo responsável propõe-se criar e afirmar a marca UA Interdisciplinar através do desenvolvimento do conceito de unidade curricular partilhada e multidisciplinar e da criação de mecanismos para as empresas e organizações apresentarem propostas de temas a trabalhar em sede de projeto, tese e dissertações e com o intuito de alargar a rede de estágios, para todos os níveis de ensino.

Na Investigação, e no encalce de uma UA Interdisciplinar, pretende-se intensificar o contacto entre as unidades de investigação por forma a estimular a partilha de experiências, a troca de informações e a melhoria de prática. A criação de um Conselho de Centros de Investigação, que se constitua um espaço de reflexão estratégica e funcional para as Unidades de Investigação e Desenvolvimento da UA, a promoção do contacto de estudantes desde o primeiro ciclo de ensino com a investigação e a conceção do Serviço de Apoio a Projetos são algumas das missões que Paulo Jorge Ferreira leva para a Reitoria.

Quanto ao contexto geográfico da UA, o objetivo é “crescer com a região olhando o mundo”, propondo-se, portanto, entre outras medidas, a formação e dinamização do Conselho para a Cooperação, o reforço da ligação da UA com o tecido económico da região - através do aumento da formação de técnicos qualificados e de programas de aprendizagem ao longo da vida - e o incremento de projetos de investigação com empresas.

Na área da Ação Social, Paulo Jorge Ferreira deseja “ajustar o Modelo Social Interno da UA para um crescimento anual mínimo de 6 por cento, no quadriénio 2018–2022, de forma a combater o abandono escolar e aumentar a capacidade de resposta” da UA. Pretende-se, ainda, intensificar o apoio aos estudantes com necessidades especiais, ampliar o complexo de residências do Crasto, dando atenção à situação das residências em Águeda e estudar e avaliar a situação relativa ao alojamento em Oliveira de Azeméis.

Para o quadriénio 2018-2022 está pensado também um reforço no desporto com a criação nos Serviços de Ação Social de uma divisão para o desporto e cultura e com a nomeação de um Pró-reitor para esta área. Expandir o complexo desportivo em torno do Pavilhão Prof. Doutor Aristides Hall com a construção de uma nave, estabelecer a UA como polo de desenvolvimento do desporto adaptado, propondo e celebrando protocolos com Associações Desportivas e Centros já existentes no distrito, e estudar a construção de circuitos de manutenção nos campi de Santiago e Crasto são algumas das medidas propostas neste campo.

Por fim, uma atenção especial para o espaço físico da UA. Criar novas oportunidades para a comunidade UA se encontrar e relacionar, continuar a remover as barreiras arquitetónicas existentes na Academia, intervir na Praça Central para aumentar a interação social, trazendo os estudantes e os antigos alunos para o coração do campus são algumas das propostas pensadas a este nível.

 

Paulo Jorge Ferreira é doutorado em Engenharia Eletrotécnica e Professor Catedrático no Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática da Universidade de Aveiro, departamento do qual foi diretor entre fevereiro de 2015 e fevereiro de 2018.

Para além da experiência como professor e investigador da UA, Paulo Jorge Ferreira tem experiência em cargos de direção e gestão departamental, de direção de curso, em comissões científicas, em comissões de avaliação, no Conselho Geral da UA, no Conselho Coordenador de Avaliação de Desempenho da UA, no Conselho da Escola Doutoral da UA e na direção de programas doutorais em consórcio nacional e internacional.

Da sua atividade de investigação resultaram algumas patentes nacionais e internacionais. Para além de ter conquistado o Prémio Científico IBM, em 1993, com um trabalho baseado na sua tese de doutoramento (Estudo e Unificação de uma Classe de Problemas de Amostragem, Interpolação e Extrapolação), colaborou ou foi responsável por diversos projetos de investigação com equipas nacionais e internacionais; desempenhou funções como editor de revistas científicas internacionais , em áreas da engenharia e da matemática; e foi autor ou coautor de trabalhos em diversas áreas, publicados em revistas internacionais de Engenharia Eletrotécnica, Agricultura, Informática, Bioinformática, Matemática, Estatística, Física, Biologia ou Medicina.

 

Paulo Jorge Ferreira foi eleito Reitor da UA no passado dia 13 de março. O sucessor de Manuel António Assunção obteve 14 votos em 19 possíveis, que correspondem ao número de membros do Conselho Geral da UA, contra os 4 votos alcançados pelo candidato José Fernando Mendes e um voto em branco.

imprimir
tags
veja também
 
evento relacionado
 
outras notícias