conteúdos
links
tags
Campus
Sessão decorreu a 18 de dezembro no Centro Cultural de Belém (Sala Almada Negreiros)
Associação de Planeadores do Território e mais duas associações fundem-se em novo organismo
Urbanistas vão ser representados por uma única associação
A Associação Portuguesa de Planeadores do Território (APPLA), constituída maioritariamente por antigos licenciados em Planeamento Regional e Urbano e pós-graduados em Planeamento na Universidade de Aveiro (UA) fundiu-se com mais duas associações representativas dos urbanistas. A cerimónia de extinção das três associações e de criação da nova, a Associação Portuguesa de Urbanistas (APU), decorreu a 18 de dezembro no Centro Cultural de Belém (Sala Almada Negreiros), Lisboa.

Culminando um já longo processo, de mais de dez anos, dia 18 de dezembro marcou um ponto de viragem no urbanismo português. As três associações representativas dos urbanistas ou técnicos de planeamento, Associação Profissional dos Urbanistas Portugueses (APROURB), Associação dos Urbanistas Portugueses (AUP) e a APPLA deram lugar à APU.

Em nota de imprensa, as três associações cessantes afirmam: "A nova associação assume como missão promover a valorização, divulgação e boas práticas do ordenamento do território e do urbanismo, zelar pelo valor social da sua prática, contribuir para a sua valorização científica e cultural e defender o respeito pelos seus princípios deontológicos." 

Na mesma nota de imprensa, explica-se ainda que a APU "pretende englobar os profissionais do urbanismo, com experiência profissional na área, com formação de base ou pós-graduada, que proveem das mais diversas áreas: urbanismo, planeamento, arquitetura, arquitetura paisagista, engenharia, geografia, economia, direito, e todos os profissionais que contribuem para as equipas multidisciplinares envolvidas no trabalho do planeamento urbanístico e do ordenamento do território, sejam eles quadros da Administração Pública, local ou central, ou profissionais liberais."

O processo de junção de esforços entre os três organismos foi desencadeado em 2005/2006. Numa fase inicial, o objetivo era a constituição da chamada Ordem dos Urbanistas que chegou a ter um projeto de estatutos entregue na Assembleia da República. Anos depois, as três associações mudaram de estratégia, dando prioridade à fusão numa nova associação, tendo, cada uma, nomeado representantes para negociar o projeto de estatutos da APU. As mudanças que surgiram entretanto, como foi o caso das mudanças nos órgãos sociais de cada uma das associações, levaram a um novo arrastar do processo.

A nova associação tem sede em Lisboa e uma delegação em Aveiro. Na sequência da criação da APU, é constituída uma comissão instaladora que terá como incumbência a preparação do ato eleitoral para os primeiros órgãos sociais da associação. Esta comissão instaladora será constituída pelos presidentes das três atuais associações: Celso Ricardo (APPLA), Diogo Mateus (APROURB) e Luís Cerqueira (AUP).

imprimir
tags
evento relacionado
 
outras notícias