conteúdos
links
tags
Publicações
Livro disponível no DBio a preço reduzido
Fernando Correia e Sofia Reboleira publicam livro sobre grutas de Sesimbra e sua fauna
Publicação sobre as grutas de Sesimbra já disponível
“Sesimbra, por fora e por dentro - as grutas, a fauna cavernícola e sua ecologia” é a mais recente obra editada pela Afrontamento e integrada nas comemorações dos 40 anos do Departamento de Biologia (DBio) da Universidade de Aveiro (UA). Elaborada por dois biólogos desta unidade orgânica da UA, Ana Sofia Reboleira, investigadora do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM), e Fernando Correia, diretor do Laboratório de Ilustração Científica da UA, a obra está disponível no DBio ao preço de 20 euros, neste período comemorativo, sendo o preço habitual de venda ao público de 22 euros.

A pioneira obra incide, sobretudo, na biologia da fauna cavernícola do concelho de Sesimbra, em plena Serra da Arrábida, embora aborde outras carateríticas da zona, como a geologia, paleontologia, ecologia, conservação, que contribuem para caraterizar a identidade local.
 
“Povoadas por inúmeras lendas e mitos, as grutas são cápsulas do tempo que conservam importantes registos para a construção da nossa identidade, dado que os seres humanos aqui se abrigaram nos princípios da humanidade e deixaram vestígios pré-históricos para memória futura da sua presença”, explica Sofia Reboleira. “Mas, talvez mais importante que o passado, é dar a saber que estas albergam hoje estranhas formas de vida, permitindo reinterpretar a história da vida na terra e de como ela se transforma para sobreviver em ambientes tão inóspitos e extremos.”, afirma ainda a especialista em fauna cavernícola.

”Exatamente por o tema ser tão singular e estranho, tivemos especial cuidado em criar e estruturar esta obra segundo uma linguagem acessível e motivadora, embora funcional e construtiva no edificar de um saber especial”, argumenta Fernando Correia. O responsável pela ilustração da obra salienta: “Fizemos um grande esforço para que isso mesmo sobressaísse quer no discurso escrito, quer ao nível visual, por forma a impulsionar a leitura, e, de caminho, ajudar também a promover a exploração do concelho sob outros olhos. Procurámos construir um livro que cativasse e ensinasse de forma entusiástica — mas sem que pareça uma lição ou sem perder a necessária objetividade e correção científica — e onde a forma como se divulga a Ciência mais atual seja a adequada para a multitude de públicos a que a destinámos.”

Além do especial cuidado dedicado ao texto escrito por ambos os biólogos (que contempla várias investigações desenvolvidas no concelho), foi feito um grande esforço para ilustrar profusamente o livro com imagens também inéditas, fotografias e ilustrações, esteticamente interessantes e sumamente didáticas (ao qual se adiciona um design sóbrio, mas fluido).

De realçar que as ilustrações são ilustrações científicas e, como tal, criadas propositadamente para complementar e, ás vezes, suplementar, o discurso científico da obra, tornando-a, na perspetiva de um todo, muito mais completo e instigante à descoberta. Para além daquelas feitas pelo Diretor do Laboratório de Ilustração Científica, Fernando Correia, várias dessas ilustrações foram também realizadas por alunos de mestrado e doutoramento em Ilustração Científica, bem como do Curso de Formação em Ilustração Científica — curso este que vai já na 6º edição e abriu recentemente a receção de candidaturas.

imprimir
tags
outras notícias