conteúdos
links
tags
Conferências
Departamento de Ambiente e Ordenamento presente no projeto
4º conjunto de workshops regionais do projeto ClimAdaPT.Local
ClimAdaPT.Local
Com a participação do Departamento de Ambiente e Ordenamento (DAO) da Universidade de Aveiro, terá início hoje o 4º e último conjunto de workshops regionais do projeto ClimAdaPT.Local, de Capacitação e Disseminação, e que incluirá a apresentação do processo de elaboração das Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC) dos municípios beneficiários do projeto. Durante os meses de junho e julho serão organizados 7 workshops regionais, com o apoio dos municípios e das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) envolvidas. Durante estes workshops, os municípios beneficiários apresentarão aos municípios congéneres da sua Área Metropolitana/Comunidade Intermunicipal, os passos que aos conduziram à elaboração da sua EMAAC assim como os aspectos mais relevantes da estratégia.

O primeiro workshop deste conjunto decorre hoje e amanhã, 20 e 21 de junho, em Lisboa, no Auditório dos Serviços Sociais da Câmara Municipal de Lisboa, e contará com a participação especial de Therese Karlseng da Agência do Ambiente da Noruega.

O projeto ClimAdaPT.Local, lançado em Janeiro de 2015, tem como objetivo iniciar em Portugal um processo contínuo de elaboração de Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC) e a sua integração nas ferramentas de planeamento municipal, trabalhando em parceria com 26 municípios de todo o país. Pretende-se alcançar este objetivo pela capacitação do corpo técnico municipal, pela consciencialização dos atores locais e pelo desenvolvimento de ferramentas e produtos que facilitem a elaboração e implementação das EMAAC nos municípios participantes no projeto e, no futuro, nos demais municípios portugueses.

Ao longo dos últimos 18 meses do projeto ClimAdaPT.Local, foram desenvolvidos os seguintes objetivos específicos:

• Desenvolvimento de 26 EMAAC, em parceria com as respetivas autarquias;
• Desenvolvimento de um programa formativo em Adaptação Local às Alterações Climáticas, dirigido aos 52 técnicos municipais das 26 autarquias beneficiárias;
• Criação de uma plataforma de comunicação online, que sensibilize as comunidades locais e nacionais e capacite os técnicos municipais para a importância de promover a Adaptação Local às Alterações Climáticas, apoiando a elaboração das EMAAC;
• Criação de uma Rede de Municípios de Adaptação Local às Alterações Climáticas em Portugal, que constitua um fórum permanente de reflexão e dinamização das políticas públicas locais no domínio da Adaptação.

Datas e locais dos Workshops Regionais de Capacitação e Disseminação
- 20 e 21 de junho || Workshop Regional #4 de Lisboa e Vale do Tejo || Auditório dos Serviços Sociais da Câmara Municipal de Lisboa.
- 24 de Junho || Workshop Regional #4 do Algarve || Auditório da CCDR Algarve, Faro
- 28 e 29 de junho || Workshop Regional #4 do Norte || Auditório da Biblioteca Almeida Garrett, Porto
- 4 de julho || Workshop Regional #4 do Alentejo || Auditório da CCDR Alentejo, Évora
- 7 e 8 de julho || Workshop Regional #4 do Centro || Auditório da CCDR Centro, Coimbra
- 11 de julho || Workshop Regional #4 dos Açores || Centro Cultural de Vila Franca do Campo.
- 15 de julho || Workshop Regional #4 da Madeira || Auditório da Assembleia Municipal da Câmara Municipal do Funchal.

Enquadramento do projecto
O consórcio responsável pelo ClimAdaPT.Local é liderado pelo centro de investigação CCIAM/CE3C da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, e constituído por entidades portuguesas e norueguesas (académicas, empresas, ONG e municípios) – entre as quais a Quercus – envolvidas em estudos, elaboração de estratégias e implementação de ações de adaptação, assim como no planeamento e gestão do território ao nível municipal e regional.

O projeto ClimAdaPT.Local está integrado no Programa AdaPT, gerido pela Agência Portuguesa do Ambiente, IP (APA, IP), enquanto gestora do Fundo Português de Carbono (FPC), no valor total de 1,5 milhões de euros cofinanciados a 85% pelo EEA Grants e a 15% pelo FPC. O projeto beneficia de um apoio de 1,270 milhões de euros da Islândia, Liechtenstein e Noruega através do programa EEAGrants, e de 224 mil euros através do FPC.

Os municípios beneficiários do ClimAdaPT.Local são: Amarante, Barreiro, Braga, Bragança, Castelo Branco, Castelo de Vide, Coruche, Évora, Ferreira do Alentejo, Figueira da Foz, Funchal, Guimarães, Ílhavo, Leiria, Lisboa, Loulé, Montalegre, Odemira, Porto, São João da Pesqueira, Seia, Tomar, Tondela, Torres Vedras, Viana do Castelo e Vila Franca do Campo.

imprimir
tags
DAO
outras notícias