conteúdos
links
tags
Opinião
Andreia Rocha escreve sobre o Dia Mundial da Fisioterapia
Fisioterapia: movimento para a saúde
Andreia Rocha escreve sobre o Dia Mundial da Fisioterapia
Todos os fisioterapeutas devem orientar a sua prática na atividade física, no exercício e no movimento de forma a maximizar o potencial de cada indivíduo, defende Emma Stokes, presidente da World Confederation for Physical Therapy. A frase inspira o texto de opinião de Andreia Rocha, docente da Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro (UA) a propósito do Dia Mundial da Fisioterapia, 8 de setembro.

O Fisioterapeuta é o profissional de saúde que centra a sua análise e avaliação no movimento e na postura, atendendo à estrutura e função do corpo, utilizando modalidades educativas e terapêuticas específicas.

A sua intervenção processa-se numa perspectiva bio-psico-social e procura a obtenção da máxima funcionalidade dos seus utentes. O fisioterapeuta, com base numa avaliação sistemática, planeia e executa programas específicos de intervenção, selecionando as técnicas que considera mais adequadas. Desenvolve ainda ações de formação e colabora em programas no âmbito da promoção e educação para a saúde.

O fisioterapeuta atua em condições de saúde que afetam a função musculo-esquelética, neurológica, cardiorrespiratória, vestibular, intervindo na pediatria, em oncologia, no desporto e na saúde da mulher, entre outras. Assim, do recém nascido ao idoso, do atleta de alta competição ao indivíduo com necessidades especiais todos poderão beneficiar da intervenção do fisioterapeuta.

Importa ainda salientar o papel do fisioterapeuta no espaço físico e contexto de vida das pessoas, facilitando o retorno à participação social dos seus utentes. A avaliação das barreiras arquitectónicas, a avaliação das tecnologias de apoio mais adequadas à função e o treino de competências dos cuidados podem fazer toda a diferença quando se pretende melhorar a qualidade de vida e a dignidade da pessoa humana.

A participação do Fisioterapeuta nos vários contextos de atuação - na promoção da saúde, prevenção da doença e incapacidade, tratamento da doença, lesões ou disfunções e reabilitação - é uma realidade cujos benefícios sociais e económicos para os utentes e seus familiares são amplamente reconhecidos.

Emma Stokes, presidente da World Confederation for Physical Therapy, apela a todos os fisioterapeutas que orientem a sua prática na atividade física, no exercício e no movimento de forma a maximizar o potencial de cada indivíduo.

Se necessitar de cuidados de fisioterapia poderá encontrar os profissionais nos hospitais, gabinetes de fisioterapia, centros de reabilitação, centros de saúde, estâncias termais, departamentos de saúde ocupacional de empresas, estruturas desportivas, escolas, instituições de ensino especial e instituições de apoio a idosos.

Se precisar de ajuda, procure o seu fisioterapeuta.

 

Andreia Rocha,

Fisioterapeuta e Assistente Convidada ESSUA

imprimir
tags
outras notícias