conteúdos
links
tags
Investigação
Projeto financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian
UA estuda Valorização Económica e Governação dos Serviços dos Ecossistemas Marinhos e Costeiros
praia
Investigadores do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar da Universidade de Aveiro (CESAM) iniciam um estudo de valorização económica dos serviços prestados pelos ecossistemas marinhos e costeiros de Portugal. O projeto é coordenado pela Nova SBE (Nova School of Business and Economics) e conta com financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian, no âmbito da Iniciativa Gulbenkian Oceanos. Este projeto, de carácter marcadamente interdisciplinar, terá por base uma forte interação de economistas e investigadores dos vários domínios das Ciências e Tecnologias do Mar.

O estudo "Valorização Económica e Governação dos Serviços dos Ecossistemas Marinhos e Costeiros" pretende desenvolver e aplicar as metodologias que permitam estimar o valor económico dos serviços prestados pelos ecossistemas marinhos no caso Português, seguindo as linhas de orientação da iniciativa The Economics of Ecosystems and Biodiversity for Coasts and Oceans (http://teeboceans.org/). Além disso, o projeto também se propõe estimar a contribuição desses serviços para o produto nacional.

A investigação abordará numa primeira fase a valorização dos serviços prestados na área piloto Peniche-Nazaré, tendo em atenção a grande diversidade de habitats e processos oceanográficos e biogeoquímicos desta região (costas rochosas e arribas, praias, arquipélago costeiro, Canhão da Nazaré, mar profundo, afloramento costeiro) que estão na base de importantes serviços dos ecossistemas: de aprovisionamento (pesca industrial e artesanal, mariscagem, aquacultura, compostos bioativos), de regulação (regulação da qualidade da água, regulação do clima, sequestro de carbono atmosférico), e culturais (observação da natureza, pesca lúdica, gastronomia, surf, investigação e educação ambiental).

Numa segunda fase os resultados obtidos na área piloto serão projetados para a identificação e valorização dos serviços prestados pelos ecossistemas marinhos e costeiros em Portugal continental. Paralelamente, será feita a identificação e análise dos sistemas de planeamento e governação territorial marinho e costeiro, no sentido de integrar os resultados obtidos nos processos de tomada de decisão e de formulação das políticas públicas. Será dado particular ênfase neste projeto, ao envolvimento dos diversos atores e agentes numa lógica de envolvimento participativo.

Os coordenadores do projeto são Antonieta Cunha e Sá (Nova SBE) e Henrique Queiroga, investigador do CESAM e professor do Departamento de Biologia.

Informações adicionais sobre a Iniciativa Gulbenkian Oceanos estão disponíveis.

imprimir
tags
outras notícias