conteúdos
links
tags
Publicações
Número 18 da revista já disponível
"Linhas" da UA em nova edição
Linhas 18
Está aí mais uma edição da "Linhas - Revista da Universidade de Aveiro". O número 18 reúne, para além das últimas em investigação, ensino e cooperação, os acontecimentos mais importantes que ocorreram nos últimos meses na comunidade académica. A publicação apresenta ainda, pela primeira vez, um dossier temático dedicado ao tema do voluntariado. As "Linhas" da academia escrevem-se também com o contributo de personalidades de relevo da sociedade civil, de que são exemplo, Victor Gil e Rui Nabeiro, os dois entrevistados para a publicação.

Este novo número da revista conta com um artigo de opinião da autoria de José Fernando Mendes, Vice-reitor para a investigação, a propósito dos desafios que se colocam à investigação, na atual conjuntura económica e financeira. Ivonne Delgadillo, professora no Departamento de Química e Presidente da Comissão de Gestão da Fábrica – Centro Ciência Viva de Aveiro também assina um texto em que dá a conhecer a missão da UA na divulgação da ciência. E é através da ciência que Alexandre Correia, do Departamento de Física, explica as razões pelas quais o fim do mundo não se concretizou em 2012, tal como os Maias haviam pressagiado.

O lançamento da revista Linhas 18 coincidiu com o 39º aniversário da UA, que incluiu a cerimónia de atribuição do Doutoramento Honoris ao professor belga Michel Waroquier, da Universidade de Gent, e ao escritor e académico moçambicano João Paulo Borges Coelho. Esta edição inclui, por isso, os perfis dos homenageados e de outras duas personalidades com ligações históricas à UA, Victor Gil - o primeiro Reitor desta instituição – e Rui Nabeiro, presidente do Grupo Nabeiro/Delta Cafés.

De sucesso são também os percursos de três antigos alunos de Engenharia Mecânica, Música e Química que podem ser acompanhados na publicação.

Pela primeira vez, a revista apresenta nas páginas centrais um dossier temático. Nesta primeira grande reportagem estão em foco as várias ações de voluntariado, protagonizadas pelos diversos membros da academia, que fazem diariamente da UA, uma Universidade Solidária.

Em matéria de investigação, o destaque deste nº 18, vai para os nanomateriais e para o património cultural e imaterial; duas áreas em que a UA se tornou numa referência incontornável.

Irreverência e jovialidade são adjetivos que descrevem a secção cultural da revista e que bem podem ser aplicados quer ao 20º aniversário da Magna Tuna Cartola, quer à atividade da Fábrica – Centro Ciência Viva que, em março deste ano, abrirá portas num espaço completamente renovado.

A internacionalização da UA, no que toca ao ensino, e a criação de formação específica para públicos seniores, são outros dos assuntos que podem ser lidos na “Linhas”.

A revista tem como públicos alvo a comunidade académica, os antigos alunos, instituições educativas, entidades governamentais e locais, empresas e demais organizações com as quais a UA mantém relações de cordialidade.

Com direção do Reitor, Manuel António Assunção, e redação dos Serviços de Comunicação, Imagem e Relações Públicas (SCIRP), este projeto comunicacional surgiu em abril de 2004, integrado num conjunto de iniciativas que a UA promoveu no âmbito das comemorações do seu 30º aniversário.

A revista está disponível nos SCIRP. Em formato digital, a Linhas pode ser vista e revista aqui

imprimir
tags
veja também
 
ficheiros associados
outras notícias