conteúdos
links
tags
Opinião
Opinião de Paulo Jorge Ferreira, Reitor da Universidade de Aveiro
A Declaração de Bolonha
Paulo Jorge Ferreira, Reitor da UA
No dia 19 de junho assinalam-se 20 anos da assinatura da Declaração de Bolonha. O artigo de opinião que o Reitor da UA, Paulo Jorge Ferreira, assina este mês no Jornal de Notícias, oferece uma breve reflexão sobre o impacto que este Acordo teve no Ensino Superior Europeu e sobre o rumo que terá de tomar no futuro.

A Declaração de Bolonha está associada à construção de um Espaço Europeu de Ensino Superior e procura uma "Europa do conhecimento", capaz de vencer os desafios do século XXI, aberta a estudantes de todo o Mundo e inovadora nos métodos de ensino e aprendizagem.

No próximo dia 19 de junho terão decorrido 20 anos desde a assinatura da Declaração. Que impacto teve durante estes 20 anos? O que ganhou o Ensino Superior português? O sistema de Ensino Superior europeu é hoje uma "referência mundial de qualidade"? A transformação que sofreu é suficiente para dar resposta aos desafios de hoje? Que rumo devemos tomar no futuro?

Muito se conseguiu já, é certo. Desenvolvemos um sistema de reconhecimento de diplomas e de créditos no espaço europeu. Promovemos a mobilidade e a aprendizagem ao longo da vida. Permitimos aos estudantes determinarem melhor o seu percurso académico. Buscámos novos paradigmas de ensino e aprendizagem.

Mas o diploma e curso monodisciplinar que conhecemos dão sinais de perda de relevância. Sabemos que precisamos de formar cidadãos criativos e empreendedores - e não apenas técnicos competentes. Para isso precisamos de espaço para projetos colaborativos e interdisciplinares, que abordem os problemas complexos de hoje em equipa e que estimulem a criatividade - essencial num Mundo em rápida evolução.

Devemos ser capazes de reconhecer e acreditar percursos flexíveis, possivelmente multidisciplinares ou interdisciplinares, obtidos em diferentes países, em diferentes instituições ou em diferentes fases da carreira do portador. Sem mecanismos de acreditação que admitam estas realidades, uma parte do ideal de Bolonha continuará por atingir.

Vale a pena pensar nisto.

Paulo Jorge ferreira

Reitor da Universidade de Aveiro

NOTA: este e outros artigos de opinião, entrevistas, mensagens à comunidade, discursos e intervenções de Paulo Jorge Ferreira, Reitor da Universidade de Aveiro, podem ser consultados em https://www.ua.pt/#/pt/reitor
imprimir
tags
veja também
 
outras notícias