conteúdos
links
tags
Campus
Publicações científicas em alta
UA sobe 29 posições no ranking da SCImago
Investigação em ciências biomédicas
A Universidade de Aveiro (UA) continua a melhorar a sua prestação no ranking mundial de difusão científica da SCImago, um dos mais prestigiados a nível internacional. A academia aveirense sobe 29 posições na lista das instituições com mais artigos publicados, integrando o top cinco das universidades portuguesas e o 524º lugar, em temos mundiais.

Estes números refletem o aumento de número de publicações científicas da academia. No período analisado no ranking (2007 a 2011), a UA contabiliza 6791, o que representa um aumento de 661 artigos publicados, face à última lista divulgada. O maior crescimento, a nível nacional, foi registado pela Universidade Nova de Lisboa que subiu 43 lugares, ocupando, em termos globais, a posição 612.

Segundo o jornal Público, os investigadores portugueses publicaram, no período analisado, mais de 84 mil artigos científicos, o que representa um crescimento de 14 mil face ao relatório que a SCImago publicou no último ano. Contudo, se a comparação for feita a uma década, tendo como ponto de comparação a lista de 2009 (incluindo artigos produzidos desde 2003), as instituições nacionais conseguem incluir mais quase 50 mil publicações na lista, ou seja, mais do que duplicam a sua produção científica.

O primeiro lugar da tabela é ocupado pelo Centre National de la Recherche Scientifique (França), com mais de 215 mil publicações, seguido da Academia de Ciência da China e da Academia de Ciência Russa. A Universidade de Harvard (Estados Unidos) e o Instituto Helmholtz (Alemanha) completam a lista dos cinco primeiros de 2013 da SCImago, que analisou um total de 2740 instituições.

Recorde-se que na edição Ibero-americana desta mesma avaliação, divulgada em abril, a UA manteve a posição geral ocupada na última apreciação, figurando em 29º entre as 40 melhores da Península Ibérica e da América do Sul.

imprimir
tags
veja também
 
outras notícias