conteúdos
links
tags
Cultura e Desporto
“Histórias e Danças” e flamenco temperado com jazz latino nos Festivais de Outono
Nuno Inácio, na flauta, e Carolina Coimbra, na harpa, interpretam
“Histórias e Danças”, com o flautista Nuno Inácio e a harpista Carolina Coimbra, e “Cubaflamen”, onde o flamenco se cruza com jazz latino, são as duas propostas para os Festivais de Outono nos dias 21 e 23 de novembro. Os concertos começam ambos às 21h30. O primeiro, no Museu de Aveiro/Santa Joana, e o segundo, no auditório Renato Araújo, Reitoria da Universidade de Aveiro. O programa avança a passos largos para o encerramento a 29 de novembro, no Teatro Aveirense.

“Histórias e Danças” é constituído por composições de Joseph Lauber, Arthur Honegger e Astor Piazzolla. Carolina Coimbra é harpista convidada da Orquestra Gulbenkian. Colabora regularmente com a Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, Orquestra Vigo 430, entre outras. Tem vindo a trabalhar regularmente com maestros de renome internacional. Desde setembro de 2018, leciona a classe de Harpa na Escola Superior de Música de Lisboa. Carolina venceu vários prémios internacionais como, “Suoni d’arpa 2017 (2º Prémio)”, “XXVI Concorso Riviera della Versilia ‘D.Ridolfi’ 2017 (2º Prémio)”, “18th International Competition Petar Konjovic 2013 (1º Prémio)”, “4° Concorso Internazionale di Arpa Marcel Tournier 2012 (1º Prémio)”, entre outros.

Nuno Inácio é 1º Solo-Flautista da Orquestra Metropolitana de Lisboa. É desde 1999 docente na Escola Superior de Música de Lisboa e na Academia Nacional Superior de Orquestra (Academia da Metropolitana). Nuno Inácio é considerado uma das referências incontornáveis da Flauta em Portugal, estatuto que tem vindo a ser afirmado pela presença nas Convenções Internacionais de Flauta da British Flute Society (BFS), Associação de Flautistas de Espanha (AFE), e pela atividade de concertista regular nos mais consagrados festivais e palcos, tanto no âmbito da Música de Câmara como solista com diversas orquestras, como a Orquestra Gulbenkian, Sinfónica Portuguesa, ou a Metropolitana. Foi dedicatário em obras escritas por Sérgio Azevedo, Eduardo Patriarca e Fernando Lobo. Dos vários prémios obtidos, destacam-se o 1º Prémio no Concurso Internacional de L´U.F.A.M., em Paris, e o 1º Prémio e Distinção de Jovem Músico do Ano no PJM da RDP/antena2.

“Cubaflamen”

Diego el Gavi é um talentoso cantor de flamenco, com um estilo muito próprio que mistura elementos típicos do flamenco e do jazz. Victor Zamora é um pianista cubano com influências do chamado latin jazz, também com um estilo muito característico. Os dois juntam-se neste projeto que sintetiza o flamenco e o latin jazz. Diego el Gavi é acompanhado desde o início de sua carreira por Victor Zamora.

“Puerta del Alma”, primeiro álbum de Diego, conta com as participações de Paulo de Carvalho - a cantar o seu próprio tema “Calon” -, Ricardo Ribeiro no tema “Bolero Zamora” e Tatanka no tema “Mentira”. Dos nove temas que compõem o álbum só há dois que não são temas originais de Diego el Gavi (composições e letras) - “Calon”, de Paulo de Carvalho, e “História de un amor”, de Carlos Eleta Almarán, que conta com arranjos de Victor Zamora, maestro e pianista do álbum.

Programa “Histórias e Danças”

21 de novembro, 21h30, Museu de Aveiro/Santa Joana

Nuno Inácio - flauta; Carolina Coimbra - harpa

Joseph Lauber

4 Danses Médiévales op. 45 (I. Rigaudon; II.Mascarade; III. Pavane; IV. Gaillarde)

Arthur Honegger

Danse de la chèvre, para flauta solo

Astor Piazzolla

História do Tango (I. Bordel 1900; II. Café 1930; III. Night Club 1960 IV. Concert d'aujourd'hui)

 

Programa “Cubaflamen”

23 de novembro, 21h30, Auditório Renato Araújo - Reitoria da Universidade de Aveiro

Diego el Gavi – voz; Victor Zamora – piano

1- Que seria de mi (Diego el Gavi)

2- Pueblo Gitano (Diego el Gavi)

3- Bolero a Zamora (Diego el Gavi)

4 -Llave (Diego el Gavi)

6- Enamorao (Diego el Gavi)

7- Calon (Paulo de Carvalho)

8- Dame la Vida (Diego el Gavi)

9- Mentirosa (Diego el Gavi)

10- La timba (Victor Zamora)

11- Garganta com arena (Diego el Gavi)

12- Influencias (Victor Zamora)

13- Day in Ab (Victor Zamora)

14- Vinicius Blues (Victor Zamora)

 

Mais informações e programa completo em: https://www.ua.pt/festivaisdeoutono/2019/

imprimir
tags
outras notícias