conteúdos
links
tags
Distinções
Eleição por unanimidade decorreu a 25 de setembro na Rússia
Fernando Rocha eleito vice-presidente de organismo internacional dedicado à mineralogia
Fernando Rocha, professor do Departamento de Geociências da UA
Fernando Rocha, professor do Departamento de Geociências da Universidade de Aveiro, foi eleito por unanimidade vice-presidente do Conselho Internacional de Mineralogia Aplicada (ICAM).

A eleição decorreu na assembleia geral deste Conselho realizada a 25 de setembro de 2019, no V.G. Shukhov Congress-Hall, Universidade Tecnológica Estadual de Belgorod, Rússia.

O Conselho Internacional de Mineralogia Aplicada (ICAM) foi estabelecido em 1979, pouco antes da instalação da Comissão de Mineralogia Aplicada (CAM) da Associação Mineralógica Internacional (IMA). Fundada em 1958, a IMA é a maior organização do mundo promovendo a mineralogia, um dos ramos mais antigos da ciência (38 sociedades ou grupos mineralógicos nacionais são membros da IMA).

Os objetivos da ICAM/IMA-CAM compreendem: a organização e coordenação de congressos, simpósios, seminários ou encontros dedicados à mineralogia aplicada, comunicação com outras organizações ativas nesta área, em vários campos (mineralogia técnica, geometalurgia, mineralogia aplicada à cerâmica, desenvolvimento e aplicação de materiais funcionais, incluindo cimento e vidro, ecologia e medicina, métodos analíticos, propriedades de superfície e nanopartículas).

Fernando Rocha é professor de Recursos Minerais da Universidade de Aveiro, sendo o diretor do centro de investigação Geobiotec. É especialista em recursos geológicos, minerais industriais, em materiais de construção, e em ensaios de caracterização de geomateriais, com geologia médica, costeira e marinha, riscos geológicos e impactes ambientais como interesses secundários. Coordenou 26 projetos científicos e foi investigador principal de cinco projetos em co-promoção. Responsável científico de sete projetos de pós-doutoramento, foi orientador/co-orientador de 27 teses de doutoramento e 39 teses de mestrado concluídas com sucesso. Publicou 18 capítulos de livros e 386 full papers (dos quais 215 indexados no Science Citation Index). Tem desempenhado diversos cargos na UA, nomeadamente: diretor do Departamento de Geociências (março de 1998 a março de 2001, e de dezembro de 2010 a maio de 2015), Pró-reitor (Infraestruturas e Gestão dos Campi; candidaturas POCI; de dezembro de 2003 a fevereiro de 2008), Vice-reitor (Investigação, Inovação e Transferência de Tecnologia, Março de 2008 a Fevereiro de 2010).

imprimir
tags
outras notícias