conteúdos
links
tags
Opinião
Até 20 de outubro, no Museu da Cidade de Aveiro
UA e Fábrica inauguram exposição “E se Mendeleev estivesse aqui?”
Exposição assinala 150 anos da Tabela Periódica de Mendeleev
No âmbito do Ano Internacional da Tabela Periódica (IYPT 2019), a Universidade de Aveiro e a Fábrica Centro Ciência Viva desenvolveram e produziram a exposição “E se Mendeleev estivesse aqui?”, que pretende mostrar a evolução e a História da Ciência associada à construção da Tabela Periódica e evidenciar a sua enorme importância para a sociedade.

Os autores da exposição fazem uma reflexão sobre esta nova exposição e o IYPT 2019.

A Assembleia Geral das Nações Unidas, na sua 74ª Reunião Plenária, em 20 de dezembro de 2017, proclamou o ano de 2019 como o Ano Internacional da Tabela Periódica de Elementos Químicos (International Year of the Periodic Table of Chemical Elements – IYPT 2019). Com base nessa decisão, o IYPT 2019 foi aprovado pela Conferência Geral da UNESCO na sua 39ª conferência geral. Várias organizações científicas se associaram formalmente a este grande acontecimento (por exemplo, a International Union of Pure and Applied Chemistry, a European Chemical Society, o International Science Council, a International Union of History and Philosophy of Science and Technology).

O que se comemora com o Ano Internacional da Tabela Periódica de Elementos Químicos (International Year of the Periodic Table of Chemical Elements – IYPT 2019)?

Ainda que para muitos cidadãos, o tema Tabela Periódica pouco ou nada diga, de correspondência com o mundo real pouco percetível, se falarmos de materiais e sua diversidade, sejam de origem natural, artificial ou sintética, todos reconhecerão a sua enorme importância para a sociedade. 

A composição dos materiais é um tema que tem ocupado a Humanidade há vários séculos.

Em março de 1869, o químico russo Dmitri Mendeleev apresentou publicamente a Lei Periódica, e a sua primeira tabela com os 61 elementos então conhecidos. Correlacionavam-se as propriedades dos elementos com o seu peso atómico e previa-se a existência de alguns elementos que vieram a ser descobertos mais tarde, ocupando “lugares vagos” deixados na tabela apresentada. Esta previsão científica veio a confirmar-se atribuindo a Mendeleev o reconhecimento da comunidade científica internacional.

Em 2019, comemoram-se, a nível internacional, os 150 anos da publicação da primeira tabela de Mendeleev.

Os elementos químicos que existem na natureza e os sintéticos (produzidos por via nuclear) são a base de todos os materiais. Como diria o famoso físico Richard Feynman, a descoberta mais notável em toda a astronomia é que as estrelas são feitas de átomos do mesmo tipo que os da Terra.

A Tabela Periódica de Elementos Químicos é uma janela por onde se pode olhar o Universo e expandir o nosso conhecimento sobre o mundo.

O IYPT 2019 é uma oportunidade para se refletir sobre muitos aspetos da História da Ciência, conhecer alguns marcos importantes para o conhecimento atual e também sobre tendências e perspetivas mundiais sobre a ciência para o desenvolvimento sustentável.

A exposição “E se Mendeleev estivesse aqui?” pretende chamar a atenção de públicos diversificados para o tema. A Ciência é de todos e para todos!

Isabel Malaquias | Departamento de Física da UA | CIDTFF 

João Oliveira | Departamento de Química | CESAM

Isabel P. Martins | Departamento de Educação e Psicologia | CIDTFF 

imprimir
tags
veja também
 
evento relacionado
 
outras notícias