conteúdos
links
tags
Campus
Dia 22 de fevereiro
Apresentação do livro 5º Fórum Internacional do Património Arquitetónico Portugal/Brasil
Apresentação do livro 5º Fórum Internacional do Património Arquitetónico Portugal/Brasil
No dia 22 de fevereiro, pelas 21h30 é apresentado o livro do 5º Fórum Internacional do Património Arquitetónico na Casa da Arquitetura em Matosinhos, momento após o qual será anunciada a 6ª edição do evento. Esta sessão conta com a presença de Alice Tavares e Aníbal Costa da Universidade de Aveiro, coordenadores em Portugal do Fórum e parceiros do Brasil.

A 5ª edição do FIPA realizou-se em maio de 2018 no Museu Histórico Nacional e no Paço Imperial no Rio de Janeiro, Brasil, com a organização conjunta do IAB-Campinas, IPHAN, IAB-Rio, POSURB, UIA 2020 e da Universidade de Aveiro (Portugal). Este é um evento que nasceu de um convénio entre instituições brasileiras e portuguesas, de forma a intercalar um ano no Brasil e outro em Portugal, agregando profissionais nos campos científicos, técnicos e de gestão do património.

Trata-se de um Fórum que é co-organizado pela Universidade de Aveiro, cujos coordenadores em Portugal são Alice Tavares, investigadora no RISCO – Departamento de Engenharia Civil e Professora Assistente convidada no Departamento de Engenharia Civil da UA (Curso de Reabilitação do Património). Atualmente é Vogal do Conselho Diretivo Nacional da Ordem dos Arquitetos e Presidente da Direção da Associação Portuguesa para a Reabilitação Urbana e Proteção do Património (APRUPP), e Aníbal Costa, Professor Catedrático da Universidade de Aveiro, Doutor e Agregado em Engenharia Civil pela FEUP. Membro do Conselho Permanente do Conselho Superior de Obras Públicas. Em parceria com a Direção Regional da Cultura – Norte acompanhou as intervenções de reabilitação e reforço estrutural de vários monumentos que integram o património nacional. Tem trabalhado em vários projetos de colaboração com o tecido industrial procurando desenvolver técnicas de reparação e reforço de estruturas existentes, tendo essa colaboração originado mais de 500 relatórios técnicos. Esteve ligado a centenas de projetos de Reabilitação.

Nesta sessão será também apresentado o 6 FIPA - Fórum Internacional do Património Arquitetónico que terá como tema principal "A Preservação da Multiculturalidade no Património Cultural" e realizar-se-á no Mosteiro da Batalha de 22 a 24 de maio de 2019, com a organização conjunta da Universidade de Aveiro (Coordenação), a Direção Geral do Património Cultural (DGPC), o Município da Batalha, o Mosteiro da Batalha, contando ainda com o apoio na organização dos parceiros do Brasil: IAB, IPHAN, CAU e UIA2020.

A protecção do Património Arquitetónico e Cultural envolve o reconhecimento de interesse público do que se pretende proteger e uma maior exigência nas intervenções desde a fase de investigação até à de intervenção ou promoção e gestão. No presente, observam-se grandes migrações decorrentes de situações instáveis em alguns países, quer pela guerra, quer por questões políticas ou financeiras. As alterações demográficas que daí advêm colocam na ordem do dia o desafio de preparar uma visão mais abrangente de uma Educação para o Património sem fronteiras e o reconhecimento de que o Património Arquitectónico encerra em si identidades culturais que devem ser preservadas e não uniformizadas. Interessa olhar para o passado, compreender os modos de apropriação da cultura, técnicas construtivas e arquitectónicas, que representam o contributo dos antigos movimentos migratórios. Interessa conhecer para saber apreciar e saber intervir.

O Fórum pretende divulgar e debater o trabalho que tem sido desenvolvido nos 2 países em torno do Património edificado, a sua manutenção, reabilitação e dinamização como processo de criação de valor. Terá como objetivo principal a partilha de saberes e experiências ao nível técnico, científico e cultural que permitirá consolidar ações conjuntas, parcerias e, ainda, o debate em torno das políticas culturais relativas à gestão do Património, com especial enfoque na ligação entre Portugal e o Brasil e o seu  legado comum.

imprimir
tags
outras notícias