conteúdos
links
tags
notas de imprensa
CI.50-SCIRP/2012
Prémio Literário Aldónio Gomes atribuído a Armando Nascimento Rosa
21.3.2012

Submetidos quase 200 trabalhos a concurso

Prémio Literário Aldónio Gomes atribuído a Armando Nascimento Rosa  


O Prémio Literário Aldónio Gomes 2012, promovido pela Universidade de Aveiro (UA), será atribuído à obra Duas peças com História(s) do dramaturgo Armando Nascimento Rosa, na categoria Teatro. A distinção foi entregue, às 11h00, no Colóquio do Movimento Festlalino que está a decorrer no Departamento de Línguas e Culturas (DLC) da UA, sob o tema genérico Pelos Mares da Língua Portuguesa.

O Prémio Aldónio Gomes, criado pela Universidade de Aveiro, pretende honrar a memória do insigne pedagogo, estudioso e divulgador da língua portuguesa e das Literaturas Africanas de Língua Portuguesa. O galardão visa distinguir um inédito de autor português ou de país de língua oficial portuguesa, nas categorias de Romance, Novela, Conto, Poesia, Teatro ou Ensaio. Durante o Colóquio Festlatino foi também assinado o protocolo de doação do espólio de Aldónio Gomes a esta instituição de ensino superior. 

O autor de Duas peças com História(s), texto escolhido por unanimidade pelo júri do Prémio, é um dos dramaturgos portugueses vivos mais representados, desde a sua estreia cénica no Centro Cultural de Belém, com Lianor no país sem pilhas, encenada por João Mota, obra distinguida com o Prémio Revelação Ribeiro da Fonte, em 2000. De entre as peças encenadas e/ou publicadas de Armando Nascimento Rosa, contam-se títulos como: Antígona gelada (2008); Cabaré de Ofélia (2007); O eunuco de Inês de Castro (2006); Maria de Magdala (2005); O túnel dos ratos (2004); Um Édipo (2003); Audição – com Daisy ao vivo no Odre Marítimo (2002); e Espera Apócrifa (2000). Várias peças suas estão traduzidas e publicadas em livro em inglês e em castelhano e foram alvo de encenação e/ou leitura encenada em Madrid, Londres, Nova Iorque, e Zurique. Armando Nascimento Rosa nasceu em Évora, em 1966. 

O júri, presidido por Carlos Morais, Professor do Departamento de Línguas e Culturas da UA, recebeu 196 originais, oriundos de Portugal, Brasil, Moçambique. Vinte e um originais foram relativos à categoria Romance, seis à categoria Ensaio, 79 à de Conto, 76 à de Poesia e 14 à de Teatro. O autor premiado verá a sua obra publicada e receberá 20 por cento dos proveitos da edição.

imprimir enviar a um amigo