conteúdos
links
tags
Professores UA
página 1 2 < >

Professor UA – Nuno Vaz, Departamento de Física

Ensinar e aprender Física com o Mar e a Atmosfera na linha do horizonte

É especialista em Oceanografia e apaixonado pelo estudo da dinâmica que, nos estuários e zonas costeiras, a água doce dos rios imprime aos mares salgados. Professor no Departamento de Física (DFis) da Universidade de Aveiro (UA), é na dinâmica que cria nas salas de aula que Nuno Vaz faz da Meteorologia e da Oceanografia Física um imenso mar cheio de paixões para os estudantes.

Professora UA – Ana Cristina Esteves, Departamento de Biologia

Formar biólogos com sorrisos e paixão

Cultivar nos futuros biólogos a curiosidade, a autonomia e o sentido crítico. E descomplicar a Bioquímica, a Bioinformática, a Genética e a Microbiologia até levantar um espanto geral nos estudantes: “Afinal a matéria é simples!”. Professora no Departamento de Biologia (DBio) da Universidade de Aveiro (UA), é com o sorriso que leva para as aulas que Ana Cristina Esteves abraça há dez anos o desafio de explicar aos estudantes “a importância e a beleza” das moléculas dos organismos.

Professor UA – Luís Jorge Gonçalves, Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda

Sucesso dos estudantes sem segredos: “humildade, aprendizagem e trabalho”

Quase 20 anos depois de ter abraçado o ensino, continua a surpreender-se com a qualidade e a vontade de aprender dos estudantes da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA). Especialista em geoinformação, Luís Jorge Gonçalves lembra que a alta empregabilidade dos estudantes está ligada ao sistema de aprendizagem seguido na ESTGA, em que estes são motivados a arregaçarem as mangas em projetos articulados com o mercado de trabalho.

Professora UA – Raquel Silva, Departamento de Ciências Médicas

“Aproveitem as oportunidades do ambiente multidisciplinar e multicultural da UA”

É bióloga, investigadora em genética e especialista em análise bioinformática de mutações. Diz ser persistente e criativa, traços que considera fundamentais para ensinar e fazer ciência. Chama-se Raquel Silva, é professora do Departamento de Ciências Médicas (DCM) da Universidade de Aveiro (UA) e lembra que foi graças à sua primeira professora, que tem como exemplo, que estendeu os seus limites e saiu há muito da sua zona de conforto. E é mesmo por aí, pela vontade de fazer mais e melhor, que quer ver os seus alunos.

Professor UA – Eduardo Ferreira, Departamento de Biologia

Uma ponte chamada Ecologia em direção ao futuro do planeta

Inspira Biologia, expira Ecologia, inspira conservação da vida selvagem e expira gestão da biodiversidade. Eduardo Ferreira respira Natureza. Professor no Departamento de Biologia (DBio) da Universidade de Aveiro (UA), amante de caminhadas ao ar livre e apaixonado pela observação das espécies que acompanham o Homem na viagem da vida, não se cansa de lembrar aos estudantes que “os humanos são apenas uma das incontáveis espécies do planeta” e que todas estão ligadas e interdependentes. Por isso, conservá-las é conservar a própria Humanidade.

Professora UA – Rita Simões, Departamento de Matemática

“Não aceitem as coisas só porque sim... Questionem e dediquem-se!”

Afinal, para que precisamos da Matemática? A pergunta é frequente entre os estudantes de alguns dos cursos na Universidade de Aveiro (UA) que, no primeiro ano, têm Matemática no plano curricular. Na sala de aula Rita Simões explica, descomplica e cativa. A professora do Departamento de Matemática (DMat) transforma os ‘bichos de sete cabeças’ em simples e lógicas ferramentas de raciocínio e de resolução de problemas cujo domínio é essencial a qualquer carreira de sucesso.

Professor UA - Ricardo Dias, Departamento de Física

“A abrangência da investigação realizada no Departamento de Física permite-nos coordenar e participar em formações multidisciplinares”

É professor na Universidade de Aveiro (UA) há quase 20 anos e o seu maior desafio enquanto docente é ensinar física de forma simples. Ricardo Assis Guimarães Dias, 47 anos, dá aulas de Física Matemática (FM) e Complementos de Mecânica e Eletromagnetismo (CME) aos alunos da licenciatura em Física e do Mestrado Integrado em Engenharia Física, bem como de Complementos de Mecânica Quântica (CMQ) aos do Mestrado em Física. É também vice-diretor do Departamento de Física e coordenador do Grupo Teórico e Computacional do Laboratório Associado I3N – Aveiro.

Professor UA – José Manuel Oliveira, Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda

“Estou muito satisfeito com a aposta no Modelo de Aprendizagem Baseada em Projetos”

Quando o tema é a aprendizagem com as mangas arregaçadas, que é como quem diz, com os estudantes envolvidos em projetos em tudo semelhantes aos que vão encontrar nas linhas de produção da indústria, José Manuel Oliveira é a pessoa certa para confirmar que é mesmo por aí que se faz o sucesso profissional dos jovens que passam pela Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA). Apaixonado pelo tema da Educação em Engenharia, o professor de Engenharia Eletrotécnica é mesmo uma das grandes referências nacionais na conceção e implementação do Modelo de Aprendizagem Baseada em Projetos.

Professora UA - Maria Luís Pinto, Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do Território

Ser professor é um desafio constante

Considera-se ativa, assertiva e normalmente bem-disposta. Adora ler, viajar, assistir a reportagens televisivas sobre o mundo e as suas gentes e, por vezes, a transmissões de patinagem artística, ginástica rítmica ou até de atletismo. Maria Luís Rocha Pinto é professora universitária há 36 anos. Na Universidade de Aveiro está há 15 e tem vindo a lecionar demografia, políticas demográficas, políticas públicas e problemas sociais contemporâneos; unidades curriculares que fazem parte dos curricula da licenciatura em “Administração Pública”, dos Mestrados em “Administração e Gestão Pública”, “Ciência Política”, “Estudos Chineses” e “Planeamento Regional e Urbano” e ainda do Programa Doutoral em “Políticas Públicas”.

Professora UA – Ana Velosa, Departamento de Engenharia Civil

Reabilitação do Património, uma licenciatura para acudir a um país carente de técnicos

É uma das mais reputadas especialistas nacionais na área da reabilitação de edifícios. Professora no Departamento de Engenharia Civil (DECivil) da Universidade de Aveiro (UA), Ana Velosa é uma das responsáveis pelo Mestrado Integrado em Engenharia Civil (MIEC) e pelo nascimento da Licenciatura em Reabilitação do Património (LRP), a primeira em Portugal dedicada à “exigente tarefa da reabilitação de edifícios”. Se a primeira formação está de pedra e cal há quase 20 anos entre as mais bem cotadas do país, a LRP estreou-se no último ano letivo focada num setor do mercado onde os técnicos são poucos e, por isso, não têm mãos para tantas obras.

Professora UA – Ana Balula, Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda

Passaporte carimbado na ESTGA para o mercado de trabalho

Os 400 protocolos de colaboração que a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA) tem com outras tantas empresas nacionais e internacionais reflete a fortíssima aposta que esta escola politécnica da Universidade de Aveiro (UA) faz em prol da inserção dos estudantes no mercado de trabalho. A ligação às empresas é mesmo um dos grandes fios condutores da ESTGA que permite aos estudantes agarrarem uma oportunidade de peso para colocar em prática a sólida formação e de mostrarem aos empregadores porque é que fazem a diferença. Esta é a convicção de Ana Balula, uma das referências no ensino da ESTGA.

Professor UA - Fernão Abreu, Departamento de Física

Novo curso de Engenharia Computacional promete fazer mexer o futuro

É o coordenador de uma equipa de professores que pela primeira vez em Portugal vai pegar na física, na matemática e na informática e transformá-las em ferramentas que permitam aos estudantes desenvolver e utilizar software que estude, modele e simule fenómenos naturais. Chama-se Fernão Abreu e é diretor do Mestrado Integrado em Engenharia Computacional (MIEC), um curso inédito no país com estreia marcada para o próximo ano letivo no Departamento de Física (DFis) da Universidade de Aveiro (UA) e que permitirá a um vasto leque de empresas suprimir a carência de especialistas na modelação e simulação computacional e no tratamento de grandes quantidades de dados.

Professor UA – José Carlos Pedro, Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática

Um professor mundialmente premiado ao serviço do ensino da Electrónica e das Telecomunicações

O trabalho de excelência enquanto professor e investigador na área da eletrónica de radiofrequência valeu-lhe um dos maiores prémios mundiais para professores. Chama-se José Carlos Pedro, é docente no Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática (DETI) da Universidade de Aveiro (UA) e, em junho, a Microwave Theory and Techniques Society do Institute of Electrical and Electronics Engineers, IEEE, a mais importante e representativa organização mundial de promoção do conhecimento nos campos da engenharia eletrotécnica e eletrónica, atribuiu-lhe o prémio Distinguished Educator Award. Foi a terceira vez que o IEEE premiou este professor da UA.

Professora UA – Lígia Abrunheiro, Instituto Superior de Contabilidade e Administração da Universidade de Aveiro

Contabilidade, Finanças e Marketing têm no ISCA-UA carimbo de alta qualidade

É a ponta de lança de serviço no Instituto Superior de Contabilidade e Administração da Universidade de Aveiro (ISCA-UA) para descomplicar a Matemática e explicar de que forma esta é uma ferramenta indispensável para o êxito dos estudantes nas salas de aula e, no futuro, no mercado de trabalho. Chama-se Lígia Abrunheiro, é há duas décadas docente numa casa que privilegia um “ensino de excelência” e uma estreita ligação ao mundo empresarial. Ingredientes que fazem do ISCA-UA uma referência nacional no ensino e investigação em Contabilidade, Finanças e Marketing.

Professora UA – Zélia Breda, Departamento de Economia, Gestão, Engenharia Industrial e Turismo

Ensino de excelência na maior escola de Turismo do país

Foi a primeira universidade portuguesa a abraçar o estudo e ensino do Turismo. Há quase três décadas nascia na Universidade de Aveiro (UA) a Licenciatura em Turismo para abanar um país onde formações em hotelaria e restauração eram então sinónimo de ensino na área. Seguiu-se depois a criação do Mestrado, do Doutoramento e da primeira revista científica nacional dedicada ao Turismo. Hoje, como sempre, o Departamento de Economia, Gestão, Engenharia Industrial e Turismo (DEGEIT) é a maior e mais prestigiada escola de ensino e investigação em Turismo no espaço lusófono e tem em Zélia Breda um dos professores que ajudam a justificar todo o reconhecimento internacional obtido.

Professora UA – Rita Ferreira, Departamento de Química

Bioquímica: um ensino de qualidade e multidisciplinar a pensar no mercado de trabalho

Porque é que os doentes oncológicos perdem massa muscular e de que forma o exercício físico pode reverter essa perda? Nos últimos anos, a investigadora Rita Ferreira tem procurado desvendar os segredos que estão por trás dos complexos e pouco conhecidos processos bioquímicos que, manipulados, podem ajudar a melhorar a qualidade de vida dos doentes. Para além dos laboratórios da Universidade de Aveiro (UA), é nas salas de aula que a professora Rita Ferreira ajuda o Departamento de Química (DQ) a desbravar uma “formação de qualidade, multidisciplinar e orientada para as exigências atuais do mercado de trabalho” para os estudantes.

Professor UA – Mário Rodrigues, Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda

Ensino na ESTGA é sinónimo de “elevada taxa de empregabilidade”

Um atrás do outro, todos os caminhos e segredos da programação de computadores são desvendados nas aulas de Mário Rodrigues. Professor na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA), o especialista em eletrónica, telecomunicações e informática é para os estudantes uma bússola preciosa num mundo digital em constante e galopante mudança. Um mundo onde a escola politécnica da UA se mantém na crista da tecnologia. “A elevada taxa de empregabilidade” e as “parcerias que a ESTGA tem mantido com as empresas da região ao longo dos tempos” são a melhor prova disso.

Professor UA – Alfredo Morais, Departamento de Engenharia Mecânica

Engenharia Mecânica, uma formação com sucesso 'à entrada e à saída'

É diretor de um dos mestrados da Universidade de Aveiro (UA) com maior sucesso. O mesmo é dizer que o Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica (MIEM) é dos mais procurados na hora em que os estudantes do ensino secundário apontam para o futuro e que, já engenheiros, são continuamente requisitados pela indústria. Professor há quase duas décadas na UA, Alfredo Morais garante que parte do sucesso dos engenheiros formados na casa começa, precisamente, nas salas de aula onde os métodos de ensino acompanham a alucinante velocidade do tempo.

Professor UA – Carlos Fernandes da Silva, Departamento de Educação e Psicologia

Na Psicologia e na vida: “Um bom mestre não é o que cria discípulos, mas melhores mestres”

É uma referência nacional da Psicologia. Carlos Fernandes da Silva é professor há 34 anos, os últimos 11 no Departamento de Educação e Psicologia (DEP) da Universidade de Aveiro (UA). “Nunca perder a humildade e o respeito pelos estudantes”, é um dos lemas que traz consigo, dentro e fora das salas de aula. Da Psicologia, um curso e uma área de investigação que ajudou a nascer na Academia de Aveiro, garante uma formação em “ciência psicológica e não folk psychology”, para garantir aos estudantes “maior rigor na psicologia aplicada”.

Professor UA – Rui Pereira, Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro

Imagem Médica e Radioterapia: ensino de excelência para carreiras de sucesso

Especialista em Radiologia, Rui Pereira é uma das referências no corpo docente da Licenciatura em Imagem Médica e Radioterapia da Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro (ESSUA). A mais recente proposta de licenciatura oferecida pela ESSUA, garante o professor, oferece aos estudantes “um conhecimento bastante aprofundado sobre todas as áreas em que podem atuar” e de “onde os alunos saem para o mercado de trabalho com uma excelente preparação”. E exemplos não faltam. Seja no país ou no estrangeiro, a formação dos estudantes é um passaporte direto para uma carreira de sucesso.

Professora UA – Ana Dias Daniel, Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial e Turismo

Inovação e Empreendedorismo: da sala de aula para a vida toda

É um nome obrigatório quando o tema é a investigação nacional nas áreas da Inovação e do Empreendedorismo. Chama-se Ana Daniel e é uma das pontas de lança do Departamento de Economia, Gestão e Engenharia Industrial e Turismo (DEGEIT) da Universidade de Aveiro (UA) para desenvolver nos estudantes a criatividade, a pró-actividade ou a capacidade de liderança e de trabalho em equipa obrigatórias para se alcançar uma carreira de sucesso. Objetivos, garante a docente, que o DEGEIT, a par de uma formação académica de excelência, se orgulha de cumprir.

Professor UA – Ricardo Pereira, Departamento de Matemática

O rigor no ensino da Matemática sem bichos de sete cabeças nem outros mitos mal calculados

Caloiros com ideias preconcebidas sobre a Matemática, tantas vezes injustamente apelidada de bicho de sete cabeças? Uma a uma, Ricardo Pereira decepa-as na sala de aula. “Afinal, era tudo tão simples”, garantem os estudantes que têm no professor do Departamento de Matemática (DMat) da Universidade de Aveiro (UA) uma fórmula clara para entrar, compreender e utilizar uma ciência indispensável ao êxito de muitas carreiras profissionais.

Professor UA – Jorge Saraiva, Departamento de Química

Biotecnologia: estudantes e avaliações confirmam ensino de excelência

“Invistam, invistam, invistam e voltem a investir na vossa formação". Jorge Saraiva é professor há 25 anos e o conselho para os estudantes continua tão atual como sempre. Docente no Departamento de Química (DQ) da Universidade de Aveiro (UA), pelas suas aulas já passaram várias gerações de jovens que, através da “excelente” formação que receberam na academia de Aveiro, fizeram do futuro um lugar de sucesso profissional. O seu maior prazer enquanto professor é esse mesmo: “Ver que o trabalho que fazemos vale a pena”.

Professora UA – Isabel Nunes, Departamento de Ambiente e Ordenamento

Ambiente e Ordenamento, uma dupla com formação e paixão de alto nível na UA

Em 1994 licenciou-se em Engenharia do ambiente na Universidade de Aveiro (UA). 14 anos depois Isabel Nunes regressou ao Departamento de Ambiente e Ordenamento (DAO) para fazer o que mais gosta: contribuir para a evolução dos estudantes no que ao conhecimento científico diz respeito, mas, também, na sensibilidade humana e social de cada um. Do DAO deixa a certeza de um departamento onde a formação prestada é de “elevado nível” e onde o futuro tem permanentemente as portas abertas para entrar.

Professor UA - Fernando Costa (ISCA-UA)

Ser professor é … “um percurso conjunto de aprendizagem e um espaço de partilha entre todos”

É competente, empenhado, trabalhador, inovador, simpático, atento, divertido e brincalhão. Estes são alguns atributos que os seus alunos lhe reconhecem. Fernando Costa, 44 anos, é formado em Economia e está na carreira docente há 19, tendo já completado 15 na UA. No Instituto de Superior de Contabilidade e Administração da Universidade de Aveiro (ISCA-UA) dá aulas de “Gestão das Organizações” e de “Projeto Empresarial”, mas ninguém se espante se em vez de professor o encontrar na pele de jardineiro!

Professor UA – Paulo Ribeiro Claro, Departamento de Química

Tu cá, tu lá com a Química. Tu cá, tu lá com a nobre arte de ensinar

Conhecido do grande público pelo trabalho de divulgação da Química na televisão e na rádio, Paulo Ribeiro Claro é professor no Departamento de Química (DQ) da Universidade de Aveiro (UA) desde 1999. À preparação científica adequada e ao profissionalismo na relação com os alunos, Paulo Ribeiro Claro acrescenta ainda outro ingrediente, menos tangível, para o sucesso dos professores: “qualquer coisa que faz com que os alunos aprendam, independentemente de gostarem ou não do professor”!

Professor UA – João Dias de Oliveira, Departamento de Engenharia Mecânica

A Engenharia Mecânica, o ensino, os estudantes e outros afetos para a vida toda

Professor no Departamento de Engenharia Mecânica (DEM) há quase uma década, foi também aí que fez licenciatura, mestrado e doutoramento em Engenharia Mecânica. Vinte anos depois de ter chegado à Universidade de Aveiro (UA), João Dias de Oliveira garante que continua a crescer num Departamento “cheio de potencial e capital humano” e onde “os estudantes recebem uma excelente formação”.

Professor UA – José Lapa, Departamento de Engenharia Civil

Paixão pelo ensino e enorme experiência profissional ao serviço dos estudantes

Vive e respira Engenharia Civil dentro e fora da Universidade de Aveiro (UA). Professor no Departamento de Engenharia Civil (DECivil), José Lapa nunca deixou de exercer a sua paixão em várias empresas de projetos e de construção civil. “A Engenharia Civil tem uma grande componente técnica e, por isso, a formação dos futuros engenheiros sem a mais valia da transmissão de conhecimentos adquiridos pela experiência no exercício da profissão é, a meu ver, insuficiente”, diz sem dúvidas. A experiência profissional do corpo docente é mesmo um dos segredos para a formação no DECivil ser “seguramente das melhores a nível mundial”.

Professora UA – Enide Andrade, Departamento de Matemática

A exigência e o rigor de mãos dadas com o entusiasmo para aprender Matemática

Está há um quarto de século a ensinar o que mais gosta no Departamento de Matemática (DMat) da Universidade de Aveiro (UA), a casa onde se licenciou em 1989. “Um bom professor deve mostrar interesse naquilo que ensina, tentar ver as coisas na perspetiva do estudante, motivar, ser claro e objetivo”. Este é para Enide Andrade o segredo para o sucesso nas salas de aula e, consequentemente, a chave para o êxito académico e profissional dos alunos.

Professor UA - Mário Lima, Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática

Um mentor de excelência para o grandioso e fundamental mundo da informática

“Exigência e respeito são fundamentais, mas por outro lado que se estabeleça entre professor e alunos uma relação de confiança”. Este é para Mário Lima, há 13 anos professor no Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática (DETI) da Universidade de Aveiro (UA), o lema com que tem marcado sucessivas gerações de jovens, aos quais tem ajudado a abrir, de par em par, as portas da informática. Um imenso mundo cujo conhecimento sólido é a base fundamental que ajuda a explicar a elevada taxa de empregabilidade e as carreiras de sucesso de quem estudou no DETI.

Professora UA - Margaret Gomes (Maggie), Departamento de Línguas e Culturas

Uma paixão pelo ensino do Inglês. Uma sintonia perfeita com os alunos

Queria ser médica, mas desistiu da ideia, já estudante universitária, para seguir uma outra paixão repentina e avassaladora, o ensino. Se os doentes ficaram a perder, os estudantes ganharam em Margaret Gomes uma professora de alma e coração. “O contacto com os alunos mantém-me jovem e ter a oportunidade de contribuir, nem que seja um pouco, para a formação deles é um privilégio”, diz a docente do Departamento de Línguas e Culturas (DLC) da Universidade de Aveiro (UA). Maggie é o nome com que insiste ser tratada pelos estudantes que chamam ‘happy place’ ao seu gabinete.

Professor UA – Rui Marques Vieira, Departamento de Educação e Psicologia

Missão: formar com qualidade professores, porque é neles que o futuro se alicerça

Professor há 25 anos, 11 dos quais na Universidade de Aveiro (UA), é no futuro que Rui Marques Vieira aposta diariamente nas salas de aula. Entre os seus alunos dos mestrados e doutoramentos na área da Educação, muitos serão um dia colegas de profissão. Por isso, a dedicação que coloca em cada aula é já a pensar nos alunos dos futuros educadores. Porque “é possível melhorar o nível de capacidades de pensamento crítico e criativo destes futuros professores para que estes depois possam potenciar também as dos seus alunos”.

página 1 2 < >

outros dossiers