conteúdos
links
tags
Emprego
CND-CTST-51-ARH/2019 (prazo de candidaturas: de 05-02-2019 a 19-02-2019)
Contratação de Técnico Superior (M/F) para os Serviços de Tecnologias de Informação e Comunicação da Universidade de Aveiro
Pretende-se contratar em regime de contrato de trabalho sem termo, 1 trabalhador equiparado a Técnico Superior, para ocupar o posto de trabalho de Técnico de Usabilidade e Interfaces Aplicacionais.

Publicação: Jornal Público, edição de 05-02-2019

 I — Nos termos da alínea c) do n.º 3 do artigo 23.º dos Estatutos da Universidade de Aveiro, na versão homologada pelo  Despacho Normativo n.º 1-C/2017, publicados na 2ª Série do Diário da República, de 24 de abril de 2017, e do Regulamento Interno de Carreiras, Retribuições e Contratação de Pessoal não Docente e não Investigador em Regime de Contrato de Trabalho, publicado na 2ª Série do Diário da República n.º 223, de 17 de novembro de 2009, pretende-se contratar em regime de contrato de trabalho sem termo, 1 trabalhador equiparado a Técnico Superior, para ocupar o posto de trabalho de Técnico de Usabilidade e Interfaces Aplicacionais, com as seguintes atribuições:

  • Identificação de requisitos (funcionais e de design de interação) de aplicações Web, Desktop e Mobile, em colaboração com os diferentes agentes envolvidos no processo;
  • Estudo do público-alvo, observando as especificidades dos diferentes perfis de utilizadores, com recurso a diferentes técnicas de descrição de casos (use cases e user stories) e inquirição (entrevistas e questionários);
  • Desenho e especificação de interfaces com recurso a diferentes técnicas (sitemaps, wireframes e protótipos);
  • Proposta de soluções de UX ajustadas às especificações efetuadas;
  • Aplicação de metodologias de avaliação de Usabilidade e UX.

II — REQUISITOS DE ADMISSIBILIDADE

HABILITAÇÕES:

- Licenciatura nas áreas de Tecnologias de Comunicação, Design, Multimédia, ou áreas afins.

III — OUTROS REQUISITOS:

- Detentor de experiência profissional na área de UX/UI;

- Conhecimentos avançados de usabilidade, acessibilidade (WCAG e ARIA), standards web e compatibilidade cross-browser e design responsivo;

- Conhecimentos avançados de conceção e especificação na camada de design de interação;

- Conhecimentos avançados sobre metodologias de avaliação de usabilidade;

- Experiência na realização de testes de UX e Usabilidade envolvendo utilizadores finais;

- Sólidos conhecimentos de HTML5, CSS3 e ferramentas de design digital;

- Experiência de trabalho autónomo e com equipas multidisciplinares.

IV — REGIME:

Contrato de trabalho sem termo, ao abrigo do Código do Trabalho.

V — RETRIBUIÇÃO:

Equiparado ao correspondente à carreira de Técnico Superior na 2ª posição remuneratória, nível 15 (€ 1201,48), acrescido do direito a subsídios de refeição, de férias e de Natal.

VI — HORÁRIO DE TRABALHO:

Período de 40 horas semanais, em regime de exclusividade, sujeito ao cumprimento de horário diário, nos termos da legislação aplicável e da regulamentação interna, sem prejuízo de aplicação de Instrumento de Regulamentação Coletiva de Trabalho aplicável na Universidade de Aveiro.

VII — LOCAL DE TRABALHO: Serviços de Tecnologias de Informação e Comunicação da Universidade de Aveiro.

VIII — COMPOSIÇÃO DO JÚRI:

Presidente: Doutor Cláudio Jorge Vieira Teixeira, Diretor de Serviços da Universidade de Aveiro;

Vogais efetivos: Doutora Ana Margarida Pisco Almeida, Professora Auxiliar e Engenheiro Miguel Nuno Pontes Almeida Guimarães, Chefe de Divisão, ambos da Universidade de Aveiro.

Vogais suplentes: Engenheiro Filipe António Rodrigues Barreto Trancho, Especialista de Informática, Grau 2, Nível 1 e Engenheiro Nelson Pacheco Monteiro, Especialista de Informática, Grau 2, Nível 1, ambos da Universidade de Aveiro.

IX — MÉTODOS DE SELEÇÃO DOS CANDIDATOS:

a) Prova de conhecimentos com caráter eliminatório - este método de seleção poderá ser dispensado pelo júri caso o número de candidatos seja inferior a 30;

b) Avaliação curricular - tendo por base a análise das habilitações académicas, formação e experiência profissionais, constantes do curriculum vitæ.

c) Poderá ainda ser utilizado o método de seleção entrevista de avaliação de competências e perfil, no caso do júri não se considerar devidamente habilitado a decidir, em função da aplicação do método mencionado na alínea anterior.

IX.1 – Os critérios de apreciação e ponderação da avaliação curricular e da entrevista de avaliação de competências e perfil, bem como o sistema de classificação final, incluindo a respetiva fórmula classificativa, constarão de ata de reunião do Júri.

X — FORMALIZAÇÃO DE CANDIDATURAS:

Até ao dia 19 de fevereiro de dois mil e dezanove, através de requerimento dirigido ao Reitor da Universidade de Aveiro (disponível em www.ua.pt/sgrhf – Área de Recursos Humanos – concursos e ofertas de emprego), acompanhado de curriculum vitæ detalhado, de cópia do documento comprovativo das habilitações literárias, cópia dos certificados comprovativos da frequência de ações de formação, cópia das declarações comprovativas de experiência e outros documentos considerados relevantes, entregues por correio eletrónico para sgrhf-concursos@ua.pt , pessoalmente ou por correio registado com aviso de receção, contendo menção explícita ao presente anúncio e respetiva referência, para o seguinte endereço:

Área dos Recursos Humanos da Universidade de Aveiro, Edifício Central e da Reitoria

Campus Universitário de Santiago, 3810-193 Aveiro

As instruções para a apresentação da candidatura, em suporte digital, encontram-se disponíveis na área de Concursos e Ofertas de Emprego da área dos Recursos Humanos, no endereço https://www.ua.pt/sgrhf/PageText.aspx?id=15053

X.1 A falta de entrega, dentro do prazo, de requerimento contendo menção explícita ao presente anúncio e respetiva referência, do curriculum vitæ detalhado e de cópia do documento comprovativo das habilitações literárias do presente anúncio, por factos imputáveis ao candidato, implica a exclusão do processo de seleção, sem necessidade de audiência prévia

XI Conforme exarado no Despacho Conjunto n.º 373/2000, de 1 de março, do Ministro-Adjunto, do Ministro da Reforma do Estado e da Administração Pública e da Ministra da Igualdade, faz-se constar a seguinte menção:

“Em cumprimento da alínea h) do art.º 9.º da Constituição, a Administração Pública, enquanto entidade empregadora, promove ativamente uma política de igualdade de oportunidades entre homens e mulheres no acesso ao emprego e na progressão profissional, providenciando escrupulosamente no sentido de evitar toda e qualquer forma de discriminação”.

XII —VALIDADE DO PROCEDIMENTO:

O procedimento concursal é válido para ocupação de idênticos postos de trabalho a ocorrer no prazo máximo de doze meses contados da data da homologação da lista de ordenação final do presente procedimento.

 

 Aveiro, em 14 de janeiro de 2019

O Reitor, Prof. Doutor Paulo Jorge dos Santos Gonçalves Ferreira

imprimir