conteúdos
links
tags
Investigação
Um Laboratório Colaborativo Contra a Pobreza e a Exclusão Social
UA integra o ProChild CoLAB
UA integra o ProChild CoLAB
Decorreu, no passado dia 19 de dezembro, em ato notarial no Porto, a constituição formal da Associação ProChild, um dos quinze Laboratórios Colaborativos aprovados pela FCT no segundo lote de candidaturas. O ato contou com a presença do Senhor Vice-Reitor para as áreas da investigação, inovação e formação de terceiro ciclo, Professor Artur Silva, em representação da Reitoria da Universidade de Aveiro (UA).

O ProChild é um Laboratório Colaborativo que tem como objetivo primário a luta contra a pobreza e a exclusão social das crianças. Abraçando um conjunto de intervenções nas áreas social, educativa e da saúde, e tendo como foco a região de Pevidém (Guimarães), a equipa – coordenada por Isabel Soares, da Universidade do Minho, e constituída por várias instituições de natureza pública e privada, entre as quais a Universidade de Aveiro – propõe desenvolver projetos específicos em três áreas de Intervenção Social (saúde e bem-estar, participação social e desenvolvimento e educação) em articulação com duas áreas de Desenvolvimento Tecnológico (tecnologia digital e nanotecnologia).

 

A intervenção conduzida pelas investigadoras do CIDTFF - Centro de Investigação em Didática e Tecnologia na Formação de Formadores do Departamento de Educação e Psicologia da UA, Gabriela Portugal e Paula Santos, centrar-se-á no desenvolvimento de investigação/ intervenção em contextos educativos para crianças entre os 0 e os 3 anos e suas famílias que se encontrem em situações de desvantagem ou vulnerabilidade social e económica. Integra, ainda, a equipa da UA a investigadora do ID+ Desis Lab - Design for Social Innovation and Sustainability Lab, Inês Guedes de Oliveira do Departamento de Comunicação e Arte (DeCA).  

Contando com um investimento financeiro superior a seis milhões de euros, o processo de constituição do ProChild iniciou-se em 2018, prevendo-se que a sua ação decorra até 2024.

Os Laboratórios Colaborativos são associações privadas sem fins lucrativos ou empresas que têm como objetivo principal criar, direta e indiretamente, emprego qualificado e emprego científico em Portugal através da implementação de agendas de investigação e de inovação orientadas para a criação de valor económico e social. São constituídos, obrigatoriamente, por, pelo menos, uma empresa e uma unidade de I&D de uma instituição de ensino superior, financiada pela FCT, I.P. O concurso encontra-se aberto em permanência no site da FCT.

imprimir
tags