conteúdos
links
tags
Distinções
Linha Temática Geometrix premiada pelo trabalho de I&D
Prémio de inovação científica e tecnológica para investigação na Matemática da UA
Equipa da Linha Temática Geometrix coordenada por Ana Breda (ao centro)
O Prémio de Inovação Científica e Tecnológica Engº Jaime Filipe, iniciativa do Instituto Nacional de Reabilitação, tutelado pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, foi atribuído, no passado dia 3 de dezembro, à Linha Temática Geometrix, do Grupo Álgebra e Geometria do Centro de Investigação e Desenvolvimento em Matemática e Aplicações (CIDMA) da Universidade de Aveiro (UA). O objetivo primordial desta linha é o desenvolvimento de ambientes de ensino e aprendizagem inclusivos, na área da matemática, para os diversos graus de ensino.

A Linha Temática Geometrix (http://www.cidma-ua.org/g-pt/), com coordenação de Ana Breda e cocoordenação de Eugénio Rocha, ambos professores do Departamento de Matemática da UA, surgiu como uma adaptação natural do projeto Geometrix desenvolvido no âmbito das unidades curriculares de Seminário das Licenciaturas de Matemática e de Ensino da Matemática, no ano 2000. No início, a conceção e implementação de jogos de matemática para crianças entre os seis e os 10 anos era o objetivo principal. A motivação subjacente a este projeto foi a de levar alunos de diferentes especializações, embora de uma mesma área, a colaborarem para um mesmo fim.

A LT Geometrix contém investigação nas áreas de matemática, tecnologia e educação matemática que consubstanciam o desenvolvimento de ferramentas computacionais para o ensino e aprendizagem de matemática, do ensino básico ao ensino superior, e propiciam a criação de atividades de extensão onde matemática/cultura/comunidade/universidade se articulam de forma natural.  A procura de parceria com instituições e empresas nacionais e internacionais é um fator que esta linha temática tem sempre presente.

Do projeto Geometrix inicial viria a resultar o Jogo ECOTOONS, jogo que entrou no circuito comercial através da Areal Editores.  Mas muitos foram os jogos e ambientes criados desde então, Ana Breda salienta, entre eles, o livro interativo TexMat e o jogo de tabuleiro Eucleia, para os os 5º e 6º anos de escolaridade, o jogo NIM e suas variações para o Ensino Secundário, disponível na play store, e os jogo de tabuleiro CMat que alia o pensamento lógico-matemático ao património histórico e cultural dos municípios e do nosso país. Neste momento estão já a circular o CMat-Lousada, CMat-Ovar e muito em breve o CMat-Penafiel e o CMat- Castelo de Paiva.

É intenção da equipa, refere ainda Ana Breda, acoplar a este ambiente outras funcionalidades e outros jogos como é o caso do ORIESPA, jogo concebido para o desenvolvimento de capacidades espaciais.

Nos últimos quatro anos, grande parte do esforço focou-se na conceção e desenvolvimento do ambiente digital LEMA (Learning Environment on Mathematics for Autistic children). O LEMA teve como um dos suportes teóricos o trabalho de investigação realizado por Maria Isabel Santos, no âmbito do Programa Doutoral Multimédia em Educação, trabalho realizado sob orientação de Ana Breda e coorientação de Ana Margarida Almeida, respetivamente professoras dos departamentos de Matemática e Comunicação e Arte da UA. O trabalho foi reconhecido com o prémio “EDF-Oracle eAccessibility Scholarship 2018”.   A cerimónia de entrega deste prémio ocorreu no passado dia 22 de novembro no Parlamento Europeu.

A coordenadora salienta, para além do trabalho de Maria Isabel Santos, “o empenho de uma equipa multidisciplinar de 13 bolseiros de iniciação científica e de investigação, da equipa Geometrix, que, ao longo de 4 anos, de forma articulada e eficaz, acompanharam e desenvolveram as diversas etapas do projeto”. A todos, sem exceção Ana Breda e Eugénio Rocha, estão profundamente agradecidos.

imprimir
tags
outras notícias