conteúdos
links
tags
Distinções
Fernando Correia distinguido com 2º prémio do III Concurso de Ilustración de la Naturaleza de la SGHN
Docente do Departamento de Biologia da UA premiado em concurso internacional
Fernando Corrreia, à esquerda, recebe o 2º Prémio do III Concurso de Ilustración de la Naturaleza de la SGHN
A ilustração “Ciclo de vida do escaravelho Longicórnio-do-pinheiro (Monochamus galloprovincialis)” da autoria de Fernando Correia, coordenador do Curso de Formação e Ilustração Científica e Diretor do Laboratório de Ilustração Científica da Universidade de Aveiro (UA), recebeu o 2º prémio do III Concurso de Ilustración de la Naturaleza de la SGHN. O autor salienta que este evento científico é dos poucos que associa e mantêm um concurso internacional de Ilustração Científica, reconhecendo explicitamente o valor e pertinência desta área da comunicação de ciência.

O docente do Departamento de Biologia, que tem sido galardoado com vários prémios na área da divulgação e da ilustração científica, recebeu a placa comemorativa do galardão e o prémio monetário das mãos de Ana Carrera, delegada do Turismo que acompanhava o Presidente do Ayuntamiento de Arcos de la Frontera, Isidoro Gambín. A atribuição do prémio aconteceu durante a cerimónia de encerramento das VIII Jornadas de Historia Natural de Cádiz, em Espanha, e promovidas pela Sociedad Gaditana de Historia Natural (SGHN).

“Existem concursos com maior taxa de aceitação e maior impacto nos media, sem dúvida, mas este é dos poucos que é fiel aos conceitos, distinguindo entre ilustração científica e a naturalista”, destaca Fernando Correia. “O júri sabe o que avalia e os critérios de seleção têm sido bem fundamentados e consistentes aos longos das três edições bianuais.” O docente da UA refere ainda que, além do reconhecimento público aos premiados, através de uma exposição aberta ao publico em geral, e do prémio pecuniário, a organização promove as ilustrações premiadas a capa da revista científica que publicam, em cada ano. A de Fernando Correia será a capa do ano 2019.

Nesta edição concorreram 56 ilustrações originais, criadas por 37 autores de cinco nacionalidades diferentes. Destas, o júri do Concurso — Gabriel de la Riva (presidente) e Marta Chirino, María León, David Cuenca (vencedor da 2º edição), Lluis Sogorb (vencedor da1º edição), Luis Cuaresma e Juan Aragonés — selecionaram apenas 20 obras finalistas, para além de distinguirem três menções especiais e os dois prémios principais.

Francisco Horta Rodríguez-Pascual, Presidente da Junta Directiva da SGHN e professor do Departamento de Biología da Facultad de Ciencias del Mar y Ambientales (Universidade de Cádiz), reconheceu o nível de excelência das obras submetidas este ano a concurso, realçando o mérito e a enorme importância do papel que a Ilustração científica deve representar no meio académico, enquanto instrumento para comunicar o conhecimento científico de forma ímpar, quer entre investigadores, quer entre estes e a sociedade em geral: “La ilustración científica es muy importante en nuestro departamento y es necessária, como bien sabes, para describir nuevas especies e ilustrar procesos e interrelaciones entre dichas especies y habitats.”

A ilustração do “Ciclo de vida do Longicórnio-do-pinheiro” é uma ilustração científica que representa o vetor do nemátode-do-pinheiro (Bursaphelenchus xylophilus), o qual é o responsável pela doença da murchidão do pinheiro que se alastra e afecta cada vez mais pinheiros-bravos um pouco por todo o país. A escolha do biólogo e ilustrador recaiu sobre este animal pois é uma espécie que é encontrada em Portugal e também faz parte da natureza gaditana, na província de Cádiz.

imprimir
tags
outras notícias