conteúdos
links
tags
Campus
Da autoria das antigas alunas da UA Inês Ferreira Guedes e Catarina Valentim
Coleção de livros científicos infantis oferece "viagens" únicas ao interior do nosso corpo e do planeta
Inês Ferreira Guedes, João Cardoso e Catarina Valentim
“Viagens pelo nosso mundo” é um projeto da autoria de duas antigas alunas da UA, Inês Ferreira Guedes (Mestrado em Biologia Marinha) e Catarina Valentim (Licenciatura em Línguas e Estudos Editoriais) e do biólogo João Cardoso, que pretende explicar de forma descontraída e lúdica como funciona o nosso corpo e o planeta e a importância de proteger ambos. O projeto é uma das propostas apresentadas ao Orçamento Participativo.

O projeto (proposta número 293 do Orçamento Participativo) integra uma pequena coleção de livros científicos para crianças a partir dos 6 anos, com várias “viagens” ao nosso corpo e ao planeta e que vão focar-se em temas relacionados com esses dois aspetos (ex: exploração sustentável dos mares, o mar profundo, os ecossistemas que vivem sem luz, os continentes e seus diversos ecossistemas, a floresta, o cérebro).

Está prevista, ainda, uma colaboração com docentes de turmas do ensino básico para trabalhar, de forma mais aprofundada, os vários conceitos abordados na coleção, a adaptação do conteúdo dos livros para teatro ou dramatização das histórias e a realização de atividades lúdico-pedagógicas e de workshops com alunos para estimular a interiorização dos conhecimentos aí abordados.

Com todas estas ações, Catarina, João e Inês prometem incentivar a leitura, alargar o conhecimento científico sobre o mundo e ensinar a proteger o nosso corpo e o mundo que nos rodeia. “Todo este processo informal de educação, fornece aos mais novos, ferramentas que estes utilizarão a vida toda e, quiçá, passarão aos mais velhos, conhecimentos que, de outra forma, não seria possível”.

Algumas das histórias que vão integrar a coleção podem ser conhecidas no Facebook e no Instagram do projeto.

Inês Ferreira Guedes nasceu no Porto, estudou em Vila Nova de Gaia até aos 18 anos, altura em que decide mudar-se para Aveiro para fazer uma Licenciatura em Biologia. Vai terminar a licenciatura ao Brasil num quarto ano de estágio, onde teve oportunidade de aprender sobre o comportamento de golfinhos e a mortalidade de tartarugas em Cananéia, uma ilha no litoral sul de São Paulo. Durante a Licenciatura, fez parte da Direção do Núcleo de Estudantes de Biologia da UA (NEB), e do GrETUA – Grupo Experimental de Teatro da Universidade de Aveiro. Regressada do Brasil, voltou a Aveiro para prosseguir para o seu Mestrado em Biologia Marinha, que terminou no Museu de História Natural, em Londres, com uma bolsa que ganhou.

Durante o Mestrado, continuou uma das suas grandes paixões, trabalhar com crianças e jovens e fazer campos de férias. Foi animadora da Academia de Verão, uma experiência que a levou até Lisboa para trabalhar na UPAJE, a entidade responsável pelo enquadramento pedagógico da Academia de Verão. Enquanto isso, em Lisboa, conseguiu o segundo lugar no FameLab, o mais conhecido concurso de comunicação de Ciência do mundo, que lhe permitiu fazer uma formação com Malcolm Love, profissional de comunicação de ciência, e que foi o ponto de partida para o Projeto que agora apresenta ao OP. Inês é Manager de Experiências de Natureza no Hotel Ozadi, em Tavira, e na próxima semana regressa ao Museu de História Natural em Londres, para contar a história da primeira tartaruga que conheceu e a fez pensar na necessidade urgente que há em mudarmos de hábitos se pretendemos continuar a viver neste nosso Planeta.

Catarina Valentim também é natural do Porto. Depois de ter passado pelo Design de Comunicação, o seu gosto pelo desenho e pelos livros trouxeram-na para a Universidade de Aveiro, para a Licenciatura em Línguas e Estudos Editoriais. É ilustradora nos seus tempos livres.

imprimir
tags
outras notícias