conteúdos
links
tags
Campus
Participação da UA no Projecto FOCUS, coordenada pela professora Silvina Santana
Velhos são os Trapos - Vejo-a logo existe!
A fragilidade no cidadão idoso é uma condição que se manifesta pela dificuldade em dar resposta adaptativa a fatores de stress que podem ser físicos, como um novo episódio de doença ou uma queda, mas também sociais e ambientais, como a morte de um familiar ou a perda de um apoio a que se estava habituado.

A fragilidade, enquanto condição passível de diagnóstico clínico e de tratamento, passa frequentemente despercebida, inclusive ao professional de saúde.

A pessoa frágil pode não estar doente, no sentido tradicional da palavra, mas, se esta condição evoluir, a pessoa pode ficar dependente do cuidado de outros para tarefas simples do dia-a-dia, adoecer com facilidade e cair frequentemente. A deterioração do estado de saúde pode levar à morte.

A fragilidade é uma condição reversível. Por isso, é tão importante que todos participem na criação de condições que permitam a adopção de hábitos de vida saudáveis por toda a população, independentemente da idade.

O projeto Europeu FOCUS (http://focus-aha.eu/), co-financiado pela União Europeia (GA 66437) e implementado em Espanha, Portugal, Holanda, Inglaterra, Itália e Polónia, estudou a fragilidade, com vista ao desenvolvimento de diretrizes para o rastreio e o tratamento da condição, de indicadores de desempenho para as organizações que lidam com doentes frágeis, de plataformas online que ajudem doentes e cuidadores e de acções de sensibilização junto dos diversos públicos interessados.

A participação da Universidade de Aveiro no Projecto FOCUS, coordenada pela Professora Silvina Santana, desenrolou-se em várias fases. Para além de participar no trabalho de identificação e avaliação de evidência e melhores práticas nesta área, a UA foi responsável pela criação e validação de uma estrutura de indicadores de desempenho para as organizações que lidam com doentes frágeis e pela disseminação global dos métodos e dos resultados alcançados pelo consórcio.

A sensibilização da população em geral, e dos cidadãos seniores e dos profissionais de saúde em particular, para a necessidade de investir na prevenção e na adopção de hábitos de vida saudáveis foi estabelecido como bandeira desde o início do projecto. Apostou-se em forma inovadores de chegar a estes públicos, também através do meio digital. Recentemente, foi publicado o video Velhos são os Trapos, que aposta na tangibilização da condição: Vejo-a logo existe!

imprimir