conteúdos
links
tags
Emprego
CND-CTTRC-61-ARH/2018 (prazo de candidaturas: de 20/04/2018 a 08/05/2018)
Contratação de Técnico Superior (M/F) para o Departamento de Física da Universidade de Aveiro
Pretende-se contratar em regime de contrato de trabalho a termo resolutivo certo um trabalhador equiparado a Técnico Superior, para ocupar o posto de trabalho de Técnico de Laboratório.

Publicitação: Diário de Notícias, edição de 20 de abril de 2018

I - Nos termos da alínea c) do n.º 3 do artigo 23º dos Estatutos da Universidade de Aveiro, homologado pelo Despacho Normativo n.º 18-A/2009, publicados na 2ª Série do Diário da República, de 14 de maio de 2009, e do Regulamento Interno de Carreiras, Retribuições e Contratação de Pessoal não Docente e não Investigador em Regime de Contrato de Trabalho, publicado na 2ª Série do Diário da República n.º 223, de 17 de novembro de 2009, pretende-se contratar em regime de contrato de trabalho a termo resolutivo certo, com fundamento no disposto no artigo 140.º do Código do Trabalho, aprovado e publicado em anexo, pela Lei n.º 7/2009, de 12 de fevereiro, um trabalhador equiparado a Técnico Superior, para ocupar o posto de trabalho de Técnico de Laboratório, com as seguintes atribuições:

  • Apoio na preparação dos equipamentos necessários à realização das aulas;
  • Apoio técnico a projetos e UI;
  • Apoio técnico a equipamento laboratorial;
  • Gestão de stocks;
  • Apoio à gestão/execução de trabalhos laboratoriais.

II — REQUISITOS DE ADMISSIBILIDADE:

HABILITAÇÕES

-Licenciatura em Engenharia Física ou Física.

III — OUTROS REQUISITOS

- Domínio da língua inglesa escrita (nível B1 do QECR)

- Utilização de suites de produtividade integradas (preferencialmente MS Office Suite), em particular processador de texto, folhas de cálculo, correio eletrónico, navegador e base de dados.

- São condições preferenciais a valorizar possuir conhecimentos comprovados em:

  • Utilização de sistemas de vácuo ao nível laboratorial;
  • Utilização de sistemas de criogenia ao nível laboratorial;
  • Utilização de equipamentos de metrologia (medidas elétricas e dimensionais);
  • Manutenção de equipamentos mecânicos e elétricos simples;
  • Soldadura de componentes eletrónicos;
  • Manuseamento e utilização de gases laboratoriais;
  • Utilização de microcontroladores para controlo e automação;
  • Utilização e manutenção de impressoras 3D;
  • Implementação de normas e protocolos de higiene e segurança laboratorial.

IV — REGIME:

Contrato de trabalho a termo resolutivo certo, por um ano, renovável nos termos legais.

V — RETRIBUIÇÃO:

Equiparado ao correspondente à carreira de Técnico Superior, na 1ª posição remuneratória, nível 11 (€ 995,51), acrescido do direito a subsídios de refeição, de férias e de Natal.

VI — HORÁRIO DE TRABALHO:

Período de 40 horas semanais, em regime de exclusividade, sujeito ao cumprimento de horário diário, nos termos da legislação aplicável e da regulamentação interna.

VII — LOCAL DE TRABALHO: Departamento de Física da Universidade de Aveiro.

VIII – COMPOSIÇÃO DO JÚRI:

Presidente: Professor Doutor João Miguel Sequeira Silva Dias, Diretor do Departamento de Física da Universidade de Aveiro;

Vogais efetivos: Professor Doutor Luís Miguel Rino Cerveira da Silva, Professor Auxiliar, e Mestre Jorge Humberto da Silva Monteiro, Técnico Superior, ambos da Universidade de Aveiro;

Vogais suplentes: Professora Doutora Florinda Mendes da Costa, Professora Associada, e Professor Doutor Vítor Brás de Sequeira Amaral, Professor Catedrático, ambos da Universidade de Aveiro.

IX — MÉTODOS DE SELEÇÃO DOS CANDIDATOS:

a) Prova de conhecimentos com caráter eliminatório - este método de seleção poderá ser dispensado pelo júri caso o número de candidatos seja inferior a 30;

b) Avaliação curricular - tendo por base a análise das habilitações académicas, formação e experiência profissionais, constantes do curriculum vitæ;

c) Poderá ainda ser utilizado o método de seleção entrevista de avaliação de competências e perfil, no caso do júri não se considerar devidamente habilitado a decidir, em função da aplicação do método mencionado na alínea anterior.

IX.1 – Os critérios de apreciação e ponderação da avaliação curricular e da entrevista de avaliação de competências e perfil, bem como o sistema de classificação final, incluindo a respetiva fórmula classificativa, constarão de ata de reunião do Júri.

X — FORMALIZAÇÃO DE CANDIDATURAS:

Até ao dia oito de maio de dois mil e dezoito, através de requerimento dirigido ao Reitor da Universidade de Aveiro (disponível em www.ua.pt/sgrhf – Área de Recursos Humanos – concursos e ofertas de emprego), acompanhado de curriculum vitæ detalhado (fazendo referência explicita às condições preferenciais, indicando para cada uma delas quais as componentes e respetiva documentação de suporte que o candidato considera relevantes), de cópia do documento comprovativo das habilitações literárias, cópia dos certificados comprovativos da frequência de ações de formação, cópia das declarações comprovativas de experiência e outros documentos considerados relevantes, entregues por correio eletrónico para sgrhf-concursos@ua.pt , pessoalmente ou por correio registado com aviso de receção, contendo menção explícita ao presente anúncio e respetiva referência, para o seguinte endereço:

Área dos Recursos Humanos da Universidade de Aveiro, Edifício Central e da Reitoria

Campus Universitário de Santiago, 3810-193 Aveiro

As instruções para a apresentação da candidatura, em suporte digital, encontram-se disponíveis na área de Concursos e Ofertas de Emprego da área dos Recursos Humanos, no endereço https://www.ua.pt/sgrhf/PageText.aspx?id=15053

X.1 A falta de entrega, dentro do prazo, de requerimento contendo menção explícita ao presente anúncio e respetiva referência, do curriculum vitæ detalhado e de cópia do documento comprovativo das habilitações literárias do presente anúncio, por factos imputáveis ao candidato, implica a exclusão do processo de seleção, sem necessidade de audiência prévia.

XI Conforme exarado no Despacho Conjunto n.º 373/2000, de 1 de março, do Ministro-Adjunto, do Ministro da Reforma do Estado e da Administração Pública e da Ministra da Igualdade, faz-se constar a seguinte menção:

“Em cumprimento da alínea h) do art.º 9.º da Constituição, a Administração Pública, enquanto entidade empregadora, promove ativamente uma política de igualdade de oportunidades entre homens e mulheres no acesso ao emprego e na progressão profissional, providenciando escrupulosamente no sentido de evitar toda e qualquer forma de discriminação”.

 Aveiro, em 06 de abril de 2018

O Reitor, Prof. Doutor Manuel António Cotão de Assunção

imprimir
tags
outras notícias