conteúdos
links
tags
Investigação
Guimarães será o primeiro município português a receber a apresentação da pegada ecológica
UA participa em estudo inovador da pegada ecológica municipal
Sara Moreno Pires participa no estudo sobre pegada ecológica municipal
Guimarães será o primeiro município português a ter uma avaliação da pegada ecológica e isso acontecerá com o contributo da Universidade de Aveiro (UA), mais propriamente, da unidade de investigação Governança, Competitividade e Políticas Públicas (GOVCOPP). O estudo, em parceria com a associação ambientalista Zero, a Global Footprint Network e as universidades de Porto e Coimbra, vai ser apresentado a 15 de março em Guimarães.

O projeto “Pegada Ecológica dos Municípios Portugueses”, nesta fase, vai ainda incidir, para além de Guimarães, nos municípios de Almada, Bragança, Castelo Branco, Lagoa e Vila Nova de Gaia. Nestes cinco casos, a apresentação está prevista para junho, período em que Portugal esgota o seu “orçamento anual natural”, à luz do conceito simbólico do dia da sobrecarga (overshoot day).

Para além do cálculo da pegada ecológica do município, que é uma medida de sustentabilidade ambiental – traduzido na área bioprodutiva necessária para produzir os recursos naturais consumidos pelo município e para absorver os seus resíduos -, o projeto prevê também o cálculo da biocapacidade do município – área bioprodutiva disponível do território – e a instalação de uma calculadora de pegada ecológica no sítio de cada município na Internet. Um outro objetivo do projeto é a conceção de proposta de redefinição de critérios para realocação das verbas do Orçamento de Estado, tendo em conta a sustentabilidade ambiental dos municípios.

A coordenação científica do estudo é da responsabilidade da investigadora do GOVCOPP, Sara Moreno Pires. A metodologia de cálculo da pegada ecológica tem sido aplicada em diversas cidades mundiais pela Global Footprint Wetwork.

A sessão de apresentação dos resultados de Guimarães, município que faz parte das 13 cidades finalistas ao prémio de Capital Verde Europeia 2020,  decorre a 15 de março no Laboratório da Paisagem, a partir das 14h30.

imprimir
evento relacionado