conteúdos
links
tags
Distinções
UA conquista 1º prémio nas finais da divisão Europeia, em Munique
TEMA vence Concurso de Inovação e Empreendorismo “Songshan Lake Cup”
Os investigadores Tao Yang, Sergey Mikhalev e Duncan Fagg
A Power Phoenix Battery Team do TEMA (Centro de Tecnologia Mecânica e Automação) da Universidade de Aveiro (UA) ganhou o 1º prémio no Concurso de Inovação e Empreendorismo “Songshan Lake Cup”, nas finais da divisão Europeia em Munique, no dia 25 de novembro.

A competição envolveu um total de 13 equipas de Portugal, Alemanha, Reino Unido, França, Finlândia, Noruega, Bélgica e Suiça, contendo produtos de diversas áreas (bio farmacêuticos, internet, manufatura avançada, novos materiais, novas fontes de energia, poupança de energia e proteção ambiental).

Após um pitch acerca do produto e questões do júri, a Power Phoenix Team obteve o primeiro prémio, batendo as restantes equipas, entre as quais é possível destacar: a Universidade de Oxford, a Kaunas University of Technology (KTU), Universidade de Paris. Após este sucesso a Power Phoenix Team foi convidada para participar na final global do "Songshan Lake Cup" em Dongguan (China) no início do próximo ano, competindo com equipas das finais da América do Norte, da Ásia e da Austrália-Nova Zelândia.

O painel do júri é composto por 7 especialistas, académicos e investigadores de várias áreas na Europa, incluindo: membros do Young Academy of German Academy of Sciences, o chefe do Signal Analysis Group of DLR Remote Sensing Institute of German Space Agency (professor de Arquitetura), Surveying and Environment of Munich Polytechnic University (Professor de Gestão Empresarial), David Hajizadeh (Cofundador da Munichvalley), o Dr. Zhong Wenjun (Fundador da Caliopa), o Dr. Wei Chen no campo das comunicações óticas, Georg Wissmeyer (Consultar de negócios), e o Sr. Wu Xiurong (diretor de propriedade intelectual da Jinpeng Law Firm.

A equipa é composta por três investigadores do TEMA, Dr. Duncan Fagg, Dr. Tao Yang e Dr. Sergey Mikhalev, e é baseada numa bateria de estado sólido direcionada para um armazenamento em rede, de baixo custo, elevada densidade energética e segurança. Durante os últimos 5 anos, a bateria foi idealizada e patenteada estando neste momento a investir na sua otimização e colocação no mercado. Os membros da equipa Telmo Santos e Thais Nomi da Porto Business School fornecem apoio nos aspetos comerciais do conceito.

A equipa pretende acelerar a aplicação da tecnologia, visando a sua capacidade para transformar o potencial comercial da ideia em produtos e/ou serviços que possa resolver a necessidade social urgente de armazenamento de energias renováveis.

 

imprimir
tags
outras notícias