conteúdos
links
tags
Investigação
Abertos novos horizontes na eletrónica molecular
CICECO participa na descoberta de novos nanocabos altamente eficientes
Manuel Melle fez parte da equipa que criou nanofios moleculares com interesse para a eletrónica molecular
A investigação desenvolvida por Manuel Melle-Franco, investigador no Laboratório Associado CICECO, Universidade de Aveiro (UA), em parceria com a Universidade do País Basco e a Universidade de Barcelona, permitiu produzir uma nova família de nanocabos que abrem novos horizontes na eletrónica molecular. Os resultados da investigação foram recentemente publicados na prestigiada revista Nature Communications.

A miniaturização eletrónica está perto de atingir o limite intrínseco dos materiais e tecnologias atuais, existindo uma crescente procura de materiais alternativos que permitam superar estes limites. Isto requer novas abordagens, como a eletrónica molecular, que visa utilizar moléculas como componentes básicos de circuitos eletrónicos.

Algumas moléculas, como as descritas no estudo, possuem propriedades especiais que lhes permitem atuar como diminutos cabos e transportar correntes elétricas com elevada eficiência em dimensões muito reduzidas. Esta descoberta constitui um passo à frente no processo de miniaturização de circuitos eletrónicos.

Manuel Melle-Franco publicou recentemente, ainda e sempre na área da nanotecnologia, um artigo na secção "News and Views" da revista Nature Nanotechnology (ver ficheiro associado) sobre o trianguleno, um fragmento de grafeno magnético tanto fascinante como esquivo, cuja primeira síntese foi tema de capa na Nature Nanotechnology, em abril deste ano.

Referências bibliográficas

Marco Carini, Marta P. Ruiz, Imanol Usabiaga, José A. Fernández, Emilio Cocinero, Manuel Melle-Franco, Ismael Diez-Perez, e Aurelio Mateo-Alonso “High Conductance Values in π-Folded Molecular Junctions” Nature Communications 8, Article number: 15195 (2017) DOI: 10.1038/NCOMMS15195.<https://www.nature.com/articles/ncomms15195>

Melle-Franco, Manuel. “Graphene Fragments: When 1 + 1 Is Odd.” Nature Nanotechnology advance online publication (February 13, 2017). doi:10.1038/nnano.2017.9.<https://www.nature.com/nnano/journal/v12/n4/full/nnano.2017.9.html>

imprimir
tags
outras notícias