conteúdos
links
tags
Campus
Jamie Reis, licenciado em Ensino da Música
Antigo aluno da UA em digressão pela Europa
Jamie Reis, licenciado em Ensino da Música
O antigo aluno da UA Jaime Reis está a realizar uma digressão europeia, durante o mês de Maio, que contará com apresentações, workshops e concertos em países como Espanha, Itália, Mónaco e Portugal. Das nove peças apresentadas, seis são estreias.

A digressão teve início em Portugal, na cidade de Aveiro, nos “Reencontros de Música Contemporânea”, organizados pelas associações Arte no Tempo e  Atelier de Composição. O compositor interpretou as suas peças “Calmodulin Synthesis”, para ensemble de percussão, e “Bartolomeu” para piano, coro infantil e electrónica, esta última em estreia absoluta. Orientou, ainda, um workshop de “Introdução à Música Electroacústica”, direcionado a um público jovem ou pouco familiarizado com este tipo de prática musical.

De seguida, e já em Cagliari (Itália), apresentou a sua nova obra electroacústica a um grupo de especialistas franceses, gregos e italianos.

Esteve, ainda, no “Monaco Electroacoustique 2017”, encontro internacional onde estiveram representantes de instituições como a Universidade de Harvard, Universidade de Montréal, Universidade de Paris VIII, Universidade de São Paulo, entre outras. Jaime Reis marcou presença em representação da Escola Superior de Artes Aplicadas (ESART-IPCB), juntamente com alunos desta instituição. Neste festival estreou-se a nova peça electroacústica do compositor, tocada pela flautista Clara Saleiro.

No dia 10 de maio esteve em Colónia para o Composer-Speed-Dating onde realizou uma apresentação sobre a sua obra, seguido por um ensaio aberto com Ensemble Musik Fabrik. Nos dias seguintes rumou a Barcelona para a estreia da sua peça “Inverso Sangue: Granito”, pelo ensemble "Barcelona Modern Project”.

Entre os dias 16 e 25 de Maio, realiza-se uma digressão pelo coro francês "Soli Tutti”, dirigido por Denis Gautheyrie, que incluirá no seu programa a peça "Voces excipere”, de Jaime Reis, em estreia absoluta, dedicada à memória de Emmanuel Nunes. A digressão irá percorrer Espanha e Portugal, com realização de concertos em Madrid (16 e 17), Lisboa (23) e Castelo Branco (25), e prosseguirá com concertos em França.

A digressão termina no dia 26, no Festival Música Viva, em Lisboa, com a performance da sua peça “Jeux de l’Espace”, que utiliza “sons” do espaço disponibilizados pela ESA e NASA e um altifalante ultra direccional experimental desenvolvido pelo Eng. Joel Paulo (docente no ISEL).

Jaime Reis (Portugal) 1983.
5-12 anos - Estudou com António Tilly.
12-17 anos - Conservatório de Música de Seia.
17-22 anos - Licenciatura em Composição na Universidade de Aveiro, onde recebeu três bolsas de mérito e estudou com João Pedro Oliveira.
22-24 anos - curso de doutoramento em Ciências Sociais, na Fac. de Ciências Sociais e Humanas da Uni. Nova de Lisboa.
24anos - iniciou doutoramento em Ciências Musicais  (FCSH-UNL) orientado pelos professores Salwa Castelo-Branco e Emmanuel Nunes, cujos seminários de composição frequenta regularmente desde 2003 a par de outros cursos, nomeadamente, com Karlheinz Stockhausen.
Aos 19 anos organizou o seu primeiro festival: Dni Muzyki Portugalskiej w Krakowie, posteriormente, o Festival DME (Dias de Música Electroacústica).
Tem proferido conferências e cursos em instituições como: Universidade de Woosuk – Coreia do Sul, Keio University - Tóquio, Uni. de Manila, Iloilo, Mindanao (e.o. nas Filipinas) SciencesPo - Le Havre, USP, UNICAMP, UFBA, UDESC, UFMG (e.o. no Brasil), Hochschule für Musik Franz Liszt Weimar, Cursos Stockhausen 2009 – Kürten, 42. Darmstadt Internationale Ferienkurse für Neue MusikInternational Summer School of Systematic Musicology.
É investigador no INET-md.
Tem leccionado em escolas como a ESART, Inst. Piaget, FCSH-UNL, EMNSC e  Conservatório de Música de Seia, onde também participa da direcção pedagógica. Tem recebido encomendas de entidades como Grupo de Música Contemporânea de Lisboa, Grupo Síntese, Duo Contracello, Borealis ensemble, UFT/INATEL, Festival Primavera, Logos Foundation (Belgium), F.L.S.I. (Paris), etc.
imprimir
tags
outras notícias