conteúdos
links
tags
Campus
Infraestrutura da UA
CRAM - ECOMARE é o maior centro de resgate e salvamento de animais marinhos da Europa
CRAM - ECOMARE é o maior centro de resgate e salvamento de animais marinhos da Europa
O Centro de Reabilitação de Animais Marinhos (CRAM) , localizado no ECOMARE, em Ílhavo, é o maior centro de resgate e salvamento de animais marinhos da Europa. Centro da Universidade de Aveiro, atualmente sob a responsabilidade do professor Amadeu Soares, do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro, o CRAM-ECOMARE conta com o apoio da Sociedade Portuguesa de Vida Selvagem (SPVS) e do Oceanário de Lisboa.

O Centro de Reabilitação de Animais Marinhos do ECOMARE atua no campo da reabilitação de animais marinhos e da sua devolução à natureza.

O tratamento dos animais envolve cuidados veterinários especiais e instalações de excelência apropriadas para as diferentes espécies. O CRAM-ECOMARE conta uma equipa multidisciplinar de profissionais, que envolve médicos e enfermeiros veterinários, biólogos e tratadores, que opera 24h/dia e intervém em 300km da costa portuguesa, no norte e centro do país. Tem capacidade para receber anualmente cerca de mil animais marinhos, entre aves, mamíferos e tartarugas.

Todos os anos, centenas de animais marinhos são encontrados feridos ou doentes ao longo da costa. O seu resgate e reabilitação são um dever de todos, num esforço ímpar de integrar o crescente desenvolvimento económico associado ao mar, com políticas e ações que contribuam para uma diminuição dos impactos humanos e garantir a conservação de espécies emblemáticas e cruciais para a saúde do meio marinho.

O objetivo da reabilitação destes animais marinhos passa por devolvê-los à natureza o mais rapidamente possível, assegurando durante o processo o seu tratamento e bem-estar.

Este incrível projeto de recuperação e devolução de animais marinhos à natureza permite ao Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro, à SPVS e ao Oceanário de Lisboa reforçar o seu compromisso com a conservação dos oceanos.

Clique aqui para ver um pequeno filme resumo.

imprimir
tags
veja também
 
outras notícias